Titanios e Suas Ligas - Teorico
21 pág.

Titanios e Suas Ligas - Teorico


DisciplinaMetalurgia Mecânica154 materiais1.997 seguidores
Pré-visualização5 páginas
em componentes como dutos de ar condicionado, eliminadores de gelo, suportes 
de asas, suportes de motores e diversos tipos de prendedores. 
Ligas de titânio também podem ser usadas na fabricação de componentes navais, 
como palhetas de turbinas a vapor, conectores, eixos de transmissão, molas em motores de 
alto desempenho, braços de suspensão e barras de torção. As ligas de titânio apresentam 
elevada resistência à corrosão causada pela água do mar e por isso são bastante adequadas 
para esse tipo de aplicação, na qual se sobressai a liga Ti-6Al-4V. 
Outro tipo de aplicação interessante para as ligas de titânio está na fabricação de 
trocadores de calor, devido à sua boa resistência à corrosão causada pela maioria dos agentes 
corrosivos atuantes neste tipo de aplicação, seja em tubos ou placas. 
Na indústria do petróleo é aproveitada a excelente resistência à corrosão do titânio e de 
suas ligas para a fabricação de componentes que entram em contato com a água do mar, que, 
além de cloretos, também contém gás sulfídrico (H2S). Especialmente na fabricação de 
trocadores de calor usados em plataformas de extração de petróleo as ligas de titânio oferecem 
excelente combinação de resistência à corrosão, boa resistência mecânica e baixa densidade. 
 20
Também são usadas na fabricação de equipamentos usados no resfriamento de gás e óleo. Do 
mesmo modo, refinarias de petróleo podem aproveitar essas propriedades das ligas de titânio 
para aplicações semelhantes nas quais essas ligas ficam em contato com essas substâncias 
corrosivas. 
Também na indústria química as ligas de titânio são usadas em equipamentos para a 
fabricação de cloro, cloretos, cloratos, hipocloritos, sais, gases e produtos orgânicos, devido à 
sua excelente resistência à corrosão. O titânio e suas ligas são atacados por ácidos tais como 
o sulfúrico, o clorídrico e o fosfórico, que geram íons H+, porém a presença de oxigênio leva à 
formação de uma cam
ada passivada que reduz bastante a taxa de corrosão. O titânio também pode ser 
usado em substituição à grafite como anodo para a produção de cloro por eletrólise, devido 
principalmente à sua grande estabilidade dimensional. Pode ser usado, de um modo geral, em 
tubos, trocadores de calor, bombas, válvulas e vasos usados na fabricação de diversos 
produtos orgânicos, como ácido acético, benzóico, málico e aminas etilênicas. 
Mais recentemente tem aumentado o uso de titânio e suas ligas para a fabricação de 
implantes cirúrgicos ortopédicos e dentais, pois além das excelentes propriedades 
mencionadas anteriormente no caso de outros tipos de aplicação, o titânio e suas ligas 
apresentam excelente biocompatibilidade, ou seja, neste tipo de aplicação apresentam melhor 
osteointegração (integração ao tecido ósseo) e menor risco de alergia e reações adversas com 
o organismo do que outros materiais metálicos, como, por exemplo, o aço inoxidável 
austenítico AISI-SAE 316 L, cujo elevado teor de níquel pode provocar reações alérgicas. 
Outra vantagem do titânio e de suas ligas é o menor módulo de elasticidade (rigidez), mais 
próximo do osso humano do que o do aço inoxidável. Uma das ligas mais utilizadas para a 
fabricação de implantes é a liga Ti-6Al-4V, que, entretanto, devido ao seu elevado teor de 
vanádio, elemento pouco biocompatível, pode ser substituída por outras ligas como a liga 
Ti6Al-7Nb e, até mesmo, as chamadas ligas beta. 
 
Conclusão 
 Neste trabalho pode ser observado a importância das ligas de titânio diante dos 
materiais existentes atualmente, seja no setor aeronáutico, pela sua alta resistência e baixo 
peso comparado ao aço, seja no setor marítimo por sua resistência à corrosão produzida pelos 
mares e oceanos, para aplicações onde necessita-se de resistência à corrosão devido ao cloro 
onde as ligas de níquel não tem resistência necessária , na medicina onde esta liga é a que 
possui melhor biocompatibilidade. 
 Portanto, basta a nós futuros engenheiros termos o conhecimento dentre os mais 
diversos materiais e decidirmos pelo uso do material que mais adequado for a nosso trabalho. 
 
 
Referencias 
Analise Microestrutural Da liga De Titanio \u3b1+\u3b2, Ti-6Al-4V, Forjada a Quente; P. K. 
Knoll*, L. Schaeffer ; UFRGS 
Metals Handbook Committee. Metals handbook Atlas of Microstructures of Industrial 
Alloys, v. 1, 2, 7, 8a. ed. Titanium Alloys. Ohio: American Society for Metals, 1984. 
Callister , J,;WILLIAM, D. Ciência e Engenharia de Materiais: Uma Introdução. 7ª 
edição,. LTC, 2008. 
Costa E Silva, André Luiz Aços e Ligas Especiais Eletrometal S/A , São Paulo,. 2ºed., 
1988. 
http://pt.wikipedia.org/wiki/Tit%C3%A2nio 
http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=010160030507 
http://www.artigonal.com/negocios-admin-artigos/sobre-o-titanio-659477.html 
 http://www.mspc.eng.br/quim1/quim1_022.asp 
http://nautilus.fis.uc.pt/st2.5/scenes-p/elem/e02200.html 
http://usinagemsemsegredos.blogspot.com/search?updated-max=2009-12-
05T07%3A57%3A00-08%3A00&max-results=7 
http://inovabrasil.blogspot.com/2007/09/estudo-indica-as-melhores-condies-para.html 
http://www.titanio.com.br/news.htm 
http://www.patentesonline.com.br/metodo-para-processamento-de-ligas-de-titanio-beta-
33099.html 
http://www.em.pucrs.br/nuclemat 
http://www.cetem.gov.br/publicacao/CTs/CT2005-142-00.pdf 
 21
http://www.realum.com.br/produtos.php 
https://www.infomet.com.br/acos-e-ligas-conteudo-ler.php? 
http://cutter.unicamp.br/document/?view=vtls000432094 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
	Ligas Beta (\u3b2)