4. Exantema febril

4. Exantema febril


DisciplinaInfectologia1.259 materiais6.944 seguidores
Pré-visualização3 páginas
*
Dengue
*
Herpes simples
Faixa etária \u2013 qualquer
Período de incubação \u2013 2-12 dias
Pródromos
1-2 dias
Febre, às vezes
Exantema
8-10 dias
Vesicular, localizado, às vezes disseminado
*
Herpes simples
Período de contágio
Dos pródromos ao desaparecimento das lesões
Características
Não confere imunidade
É recorrente
Fatores desencadeantes \u2013 stress, menstruação, exposição ao sol
*
Herpes simples
*
 Rickettsia rickettsii, transmitido pelo carrapato \u201cestrela\u201d (Amblyomma cajennense).
 Período de incubação: 3 a 14 dias.
 Erupção: purpúrico, iniciando nos membros inferiores que se encontram edemaciados, não respeitando palma das mãos e planta dos pés.
FEBRE MACULOSA
Pintada, febre que pinta, febre chitada.
*
Características
Reservatório - animais silvestres e carrapatos. O cão é considerado um reservatório doméstico potencial. Os equídeos estão envolvidos em algumas epidemias.
Modo de transmissão - Adesão dos carrapatos infectados à pele. Quanto maior o tempo de contato maior é a possibilidade de transmissão da infecção.
Período de transmissibilidade - Não se transmite de pessoa a a pessoa. Os carrapatos permanecem infectados durante toda a vida que em geral é de 18 meses e fazem transmissão vertical, entre gerações.
*
*
*
*
*
*
*
*
	OBRIGADO PELA ATENÇÃO
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*