A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
17 pág.
Gabarito do Livro Pedagogia em Espaços não Escolares

Pré-visualização | Página 1 de 3

Unidade 1
Apêndice
2 - U1 / Pedagogia no mundo e no Brasil: aspectos históricos e conceituais
Apêndice
Gabaritos comentados com resposta-padrão
Unidade 1
Pedagogia no mundo e no Brasil: aspectos históricos e conceituais
Gabarito 1. Faça valer a pena - Seção 1.1
1. Alternativa C.
Resposta Comentada:
A educação tem seu significado etimológico na origem do grego e significa guiar para 
fora, sendo um processo sumariamente humano que envolve o desenvolvimento de todas 
as potencialidades do sujeito. Tal processo é tomado como objeto de estudo da pedagogia, 
que normalmente é confundida com o espaço de formação profissional dos professores 
e não como uma ciência constituída e que colabora para a compreensão histórica do 
desenvolvimento das diferentes formas de educar e aprender, sendo, portanto, processos 
distintos, porém intimamente articulados. A escola não se constitui o único espaço em 
que a educação se processa, todos os ambientes sociais promovem atos educativos. 
 
2. Alternativa D.
Resposta Comentada:
A pedagogia é a ciência que tem por objeto a educação e suas formas de ensinar e 
aprender, tem origem no grego paidos, que significa criança e agode, que significa 
conduzir, etimologicamente, tem o sentido de guiar a criança e, como tal, se faz 
presente em todos os espaços em que se processa o ato de educar, tanto escolares 
como não escolares. 
3. Alternativa E.
Resposta Comentada:
Enquanto ciência da educação, a pedagogia define diferentes formas de ensinar e 
aprender, assim como estabelece a possibilidade inerente ao ato de educar para a 
reprodução da realidade social ou para sua manutenção. Mesmo ao não tomar um 
posicionamento crítico, o educador assume a quem sua ação pedagógica está benefi-
ciando, se oprimidos ou opressores, uma vez que, em uma sociedade organizada em 
classes, a exploração do homem pelo homem é característica indiscutível. A educação 
é, portanto, um ato intencional e, sobretudo político, sendo que a pedagogia funda-
menta interesses distintos. 
U1 / Pedagogia no mundo e no Brasil: aspectos históricos e conceituais - 3
Gabarito 2. Faça valer a pena - Seção 1.2
1. Alternativa B.
Resposta Comentada:
A finalidade ética do conceito de pedagogia envolve seu entendimento filosófico 
levando a uma reflexão aprofundada quanto aos objetivos educacionais, ou seja, a 
busca pela resposta do para que se educa, enquanto que o aspecto metodológico 
reflete o modo como guiar a criança para sua formação, ou seja, reportando-se à 
origem etimológica do termo. Até o século XVII, esses dois aspectos davam-se de 
forma independente, sendo a partir desse século unificados. Atualmente, portanto, 
a pedagogia traça suas finalidades e, de forma coerente seus encaminhamentos 
metodológicos. 
 
2. Alternativa D.
Resposta Comentada:
Segundo Cambi (1999), as três revoluções se complementam sendo que a revolução 
dos métodos possibilitou a disseminação do pluralismo, de modo que há a certeza 
dos métodos e não do método. Tal análise possibilitou que outras formas de análise 
pudessem coexistir, tal como a história oral, que passa a produzir documentos de 
primeira mão, assim não apenas os documentos oficiais nos dão subsídios para 
compreender o processo de constituição da pedagogia e da atuação do pedagogo. O 
tempo histórico deixa de ser relacionado ao tempo cronológico e linear, e devemos a 
Braudel a responsabilidade por rever o tempo histórico. 
3. Alternativa A.
Resposta Comentada:
A Revolução Francesa dá início a um processo de desequilíbrio social e econômico 
por toda a Europa. A nova ordem se instala com a burguesia tomando a Bastilha e 
derrubando o poder da nobreza. O sistema feudal dá lugar ao sistema capitalista, de 
modo que o poder político também se reestrutura de acordo com os novos princípios 
sociais exigindo assim a luta por direitos. 
Gabarito 3. Faça valer a pena - Seção 1.3
1. Alternativa D.
Resposta Comentada:
inicialmente, o curso de Pedagogia formava apenas o bacharel em Pedagogia enquanto o 
curso de didática formava o licenciado. Com a aprovação da lei de Diretrizes e Bases da 
Educação Nacional n° 4.024/1961, o curso passou a formar o técnico e o professor das 
disciplinas pedagógicas do curso normal, tendo sofrido uma nova estruturação a partir 
da Lei da Reforma Universitária, quando passou a formar os especialistas em educação. 
4 - U1 / Pedagogia no mundo e no Brasil: aspectos históricos e conceituais
2. Alternativa B.
Resposta Comentada:
sendo as duas leis aprovadas pelo governo militar, tinham o caráter eminentemente 
autoritário, em que o curso de pedagogia e suas habilitações desenvolvem-se segundo 
técnicas de organização de ensino que deveriam ser posteriormente aplicadas nas 
escolas, caracterizando assim a tendência tecnicista, a qual ainda se mantém presente 
nas instituições educativas. As habilitações que compunham o curso em: adminis-
tração escolar, inspeção escolar, orientação educacional, supervisão escolar, sendo que 
também habilitava para o exercício da docência nos cursos de habilitação magistério no 
2º Grau. O ingresso nos sistemas públicos se davam por meio de concursos públicos. 
3. Alternativa C.
Resposta Comentada:
O desenvolvimento da formação pedagógica se dá exatamente com a instituição e 
necessidade de implantação da escola pública brasileira. Portanto, desde o início 
esteve atrelado aos aspectos de desenvolvimento econômico nacional, sendo a 
educação compreendida como o principal aspecto para se qualificar mão de obra, 
tendência muito efetivada por meio do tecnicismo que marca todo processo produ-
tivo e, inclusive, o educacional a partir da década de 1960. Na história da educação, 
estimulada por vários debates, surge a ANFOPE, Associação que colabora para a 
organização das políticas de formação de professores até a atualidade. 
Unidade 2
Apêndice
2 - U2 / Contextos não escolares de atuação do pedagogo: aspectos regulatórios, culturais, sociais e políticos
Apêndice
Gabaritos comentados com resposta-padrão
Unidade 2
Contextos não escolares de atuação do pedagogo: aspectos regu-
latórios, culturais, sociais e políticos
Gabarito 1. Faça valer a pena - Seção 2.1
1. Alternativa D.
Resposta Comentada:
O processo de discussão das DCN’s para o curso de pedagogia teve a participação das en-
tidades que discutem sobre formação de professores, tais como a ANFOPE, FORUMDIR, 
ANPAE, ANPED, CEDES. Ao término de sua produção, as DCN’s definiram os campos 
de atuação do pedagogo, sendo ele a docência na educação infantil, nos anos iniciais, no 
curso de formação de professores de nível médio, na gestão educacional, bem como na 
pesquisa. Podemos afirmar que é uma ampla formação, tendo em vista as possibilidades 
de atuação em instituições educativas escolares e não escolares em que os conhecimentos 
pedagógicos sejam fundamentais à organização do processo de ensino-aprendizagem. 
 
2. Alternativa D.
Resposta Comentada:
A andragogia é uma metodologia exclusiva ao processo de ensino-aprendizagem de 
adultos, sendo, portando, impossível aplicá-la nas classes de educação infantil, uma 
vez que os interesses cotidianos devem ser considerados pelo professor juntamente 
às experiências vividas por seus alunos. É com esse intuito que os alunos devem tam-
bém participar da seleção dos conteúdos a serem desenvolvidos de modo a despertar 
maior interesse pelo processo educacional, tornando-o mais significativo; ou seja, é 
necessário que o aluno saiba os motivos de apreender determinado conteúdo. 
3. Alternativa C.
Resposta Comentada:
A heutagogia se faz presente, principalmente, em cursos a distância. Segundo essa 
metodologia, o aluno precisa de um amplo desenvolvimento de sua autonomia e de 
seu conhecimento sobre as TIC’s (tecnologias de informação), uma vez que há ne-
cessidade de buscar por si mesmo os materiais que complementem seu processo de 
aprendizagem. Desse modo, é o aluno que determina o conteúdo que será aprendido, 
a forma metodológica para aprender e estabelece seu

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.