A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
58 pág.
ModuloA_impressao

Pré-visualização | Página 15 de 15

ainda se o recorde for acompanhado com música (veja o som da 
pág. 47). 
� 
Desenvolva um banco de dados simples de forma que o usuário possa inserir um 
produto e seu preço, além de poder consultar o preço de um produto, tudo isso sem ter 
que acessar o arquivo de texto. 
� 
“Leitura instrumental” é a técnica com a qual se pode compreender uma leitura em um 
idioma desconhecido aprendendo apenas as palavras mais utilizadas do idioma. O rol 
das palavras mais utilizadas é feito por pesquisa em centenas de livros famosos no 
idioma, que obviamente não é feita manualmente. Desenvolva um programa que 
vasculhe a obra “Os Lusíadas” e retorne um arquivo com o ranking das 200 palavras 
mais utilizadas neste livro. Você pode encontrar um e-book de “Os Lusíadas” 
facilmente na internet. 
� 
Tente prever que resultados serão gerados pelo seguinte script, sem executá-lo: 
 
x, y = 5, 3 
print x 
print y 
def one(): 
 x = 1 
 print x 
 two(x) 
 print x 
def two(y): 
 print y 
 y = 2 
 print y 
z = one 
y = z() 
print x 
print y 
 
 
� � � � � � � � 	 � 
 � 
 � 
 � � � � 
 � 
 ��� � �� 
 � 
��� � �� � � � 
 � 
 � 
 � � � � � 
 
���� �
 �� �� �� 
 � 
 �� � � � 
 � 
 � � � � 
 � 
 � � ��� 
 � 
 � �� � 
 �� �� �� � � 
 58
 
Vem aí... 
 
 
Como dissemos na primeira parte deste módulo, Python é uma linguagem orientada a 
objetos, mas que permite a programação procedural. O que você viu até agora é a parte mais 
básica, em que Python se assemelha um pouco às outras linguagens de script. É agora, no 
Módulo B – Python Orientado a Objetos, que vem o pulo do gato. Principalmente se você já 
programa usando este paradigma, vai se surpreender com a facilidade com que a nossa 
linguagem (agora é sua também!) se integra com a Orientação a Objetos (OO). Programar 
orientado a objetos, em Python, é como respirar! 
Quando seus projetos começarem a tomar grandes proporções, a OO é importante 
para garantir a estabilidade e facilidade de manutenção do código, por exemplo. A OO também 
evita as montanhas de variáveis globais que causam conflitos como os que vimos na nossa 
discussão sobre escopo. 
No próximo módulo você também entenderá o que significam aquelas sintaxes do 
tipo modulo.função, lista.append, string.split, etc. 
E finalmente, a Orientação a Objetos será uma introdução indispensável para o 
Módulo C – a tão esperada programação de interfaces gráficas. 
Nos vemos no Módulo B! 
 
 
Sua participação é muito importante para a constante 
melhoria deste material. Ficarei muito honrado em conhecer 
suas opiniões, sugestões, críticas ou dúvidas sobre ele. Para 
isso, posso ser encontrado em labakiturbo@gmail.com. 
Agradeço a todos que já colaboraram, em especial ao 
Prof. E. R. Woiski, Ph.D, pelas observações e a toda a lista 
python-brasil por diversas mensagens que ajudaram a melhorar 
muitos pontos ao longo do texto. 
 
 
 
 
J. Labaki 
labakiturbo@gmail.com 
http://www.jlabaki.com 
 
 
 
Este documento pode ser distribuído livremente, desde que mantidos os créditos do autor.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.