A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
322_METEOROLOGIA_E_CLIMATOLOGIA_VD2_Mar_2006

Pré-visualização | Página 1 de 1

METEOROLOGIA E CLIMATOLOGIA
Mário Adelmo Varejão-Silva
Versão digital 2 – Recife, 2006
308
são atmosférica está baixa em Darwin, porque a temperatura da água do mar na Indonésia está
acima da média. Por outro lado, o movimento vertical do ar é descendente no meio do Pacífico,
pois a pressão está mais alta em Tahiti pelo fato da superfície do oceano não se encontrar aque-
cida. Nessa situação, a componente zonal do vento próximo à superfície do mar, a oeste de Tahiti,
está dirigida para oeste, reforçando os alísios e o transporte de água na mesma direção. O movi-
mento da água, impelida para oeste pelo vento, favorece à ressurgência junto à costa sulamerica-
na do Pacífico, estimulando as atividades pesqueiras (pela abundância de alimentos trazidos dos
níveis profundos do oceano até à superfície). Simultaneamente, observa-se que um ramo ascen-
dente da circulação de Walker permanece sobre a Amazônia, enquanto um ramo descendente se
situa sobre o Atlântico Sul. Assim, a ocorrência de chuva sobre a Amazônia é favorecida.
0
30o S
60o S
180o 120o 60o W 0 E 60o 120o 180o
0
30o S
60o S
LA NIÑA
EL NIÑO
Tahiti
Tahiti
Darwin
Darwin
180o 120o 60o W 0 E 60o 120o 180o
Fig. VII.26 - Esquema da circulação de Walker quando o Índice de Oscilação Sul (IOS) é
positivo (acima) e negativo (abaixo).
Quando a pressão atmosférica começa a diminuir em Tahiti e a aumentar em Darwin, o
IOS tende a tornar-se cada vez menor. Atingindo valores negativos, caracteriza-se uma situação
completamente distinta da descrita acima (Fig. VII.26) que se torna bem configurada quando a
temperatura da superfície do mar, na área central do Pacífico tropical atinge cerca de 2oC acima
da média. Nessas circunstâncias normalmente se desenvolve um intenso centro de baixa pressão
nas proximidades de Tahiti e um centro de baixa pressão próximo a Darwin. A oeste de Tahiti, a
componente zonal do vento à superfície torna-se positiva (dirigida para leste), enfraquecendo os
alísios. Isso contribui para reduzir o transporte de água para o oeste e, assim, para inibir a ressur

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.