A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
APOSTILA-TIPOS-DE-CURATIVOS

Pré-visualização | Página 3 de 3

que variam de 2% a 10%, 
podendo ser manipulada/preparada na forma de pomada ou gel. 
VANTAGENS E INDICAÇÕES: 
• Indicadas em feridas necróticas e fibrinas; 
• Preserva o capilar e o tecido de granulação; 
• A solução de papaína pode ser utilizada em lesões muito profundas com exposição de estrutura 
óssea, em deiscência cirúrgica com evisceração em fistula pleural, em grandes queimados, entre 
outros. 
 % INDICAÇÃO 
 2% FERIDA COM TECIDO DE GRANULAÇÃO 
 5-6% FERIDAS COM EXSUDATO PURULENTO 
 10% FERIDAS NECRÓTICAS 
 
DESVANTAGENS E CONTRA INDICAÇÃO: 
• Em lesões infecciosas pode ocorrer irritação do tecido perilesionado, pois a produção do exsudato é 
aumentada com o uso da papaína; 
• Nesta enzima existe um radical sulfidrila (SH) que é facilmente oxidado quando em contato com 
substâncias compostas por iodo, oxigênio e ferro, e quando é armazenada em temperaturas elevadas. 
CUIDADOS NA APLICAÇÃO: 
• Proteger a pele perilesional com alguma substância que forme uma película protetora; 
• Manter o produto em refrigeração; 
• A limpeza de lesão deve ser feita com água destilada, para evitar a inativação do radical sulfidrila; 
• Ao utilizar o lavado de papaína, diluir a papaína pó em água destilada e em recipiente plástico. 
DESBRIDAMENTO POR AUTÓLISE 
• É o desbridamento realizado pelo organismo; 
• É facilitado pelo meio úmido, onde ocorre a digestão das células mortas pelas próprias enzimas 
presentes no leito da lesão. 
HIDROGEL 
COMPOSIÇÃO: 
Gel transparente, incolor, composto por: 
• Água (77,7%): Mantém meio úmido; 
• Carboximetilcelulose – CMC (2,3%): Facilita a hidratação celular e o desbridamento; 
• Propilenoglicol – PPG (20%): Estimula a liberação de exsudato. 
 
 
MECANISMO DE AÇAO: 
• Amolece e remove tecido desvitalizado através de desbridamento autolítico; 
• Provoca uma hidratação compacta do tecido necrótico, favorecendo uma rápida autólise com ativação 
simultânea dos processos de granulação; 
• Protege as terminações nervosas expostas e diminui a dor. 
VANTAGENS E INDICAÇOES: 
• Indicado na detenção de necroses e escaras; 
• Indicado, também em úlceras secas, lesões não cavitárias; 
• Não adere ao fundo da ferida tornando fácil a sua remoção; 
• Apresenta-se em placas transparentes que permitem frequentes controles da úlcera sem retirar o 
produto. 
DESVANTAGENS E CONTRA INDICAÇÕES: 
• São de alto custo; 
• Produzem um intenso e desagradável odor; 
• Contra indicado em úlceras infectadas e hiper exsudantes; 
• Pode acarretar um agravamento no caso de maceração em lesões da pele perilesional. 
CUIDADOS NA APLICAÇÃO: 
• Espalhar o gel sob a ferida assepticamente; 
• Ocluir a ferida com cobertura secundária estéril; 
• Não usar produtos iodados; 
• É aconselhável a cobertura com uma película semipermeável para prevenir o ressecamento. 
PERIODICIDADE DE TROCA 
• Feridas infectadas: No máximo em 24 horas; 
• Necrose: No máximo em 72 horas; 
• Na forma de placa: Troca de 1 a 7 dias. 
CURATIVO COM GAZE 
GAZE SIMPLES 
VANTAGENS: 
• Baixo custo; 
• Facilidade de seu uso; 
• Estão disponíveis na maioria das instituições. 
DESVANTAGENS: 
• Não se deve utilizar gaze seca diretamente na lesão, exceto quando se deseja o desbridamento; 
• Tem pouca capacidade de absorção; 
• Exigem trocas freqüentes, precisam de cobertura secundária e fixação e pode provocar maceração 
das áreas adjacentes; 
• Permeáveis a bactérias, podem soltar fios e fibras, que atuam como corpo estranho, podendo 
provocar inflamação e infecção.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.