A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
14 pág.
Estudo Dirigido Antibióticos

Pré-visualização | Página 2 de 3

Resposta - O tratamento com antivirais diminui a incidência de complicações e encurta o
tempo de doença, favorecendo a quebra da cadeia de transmissão. As principais drogas
usadas no tratamento da H1N1 são o oseltamivir (Tamiflu) ou o Zanamivir (Relenza).
10) Na terapia antifúngica em seres humanos, dispõe-se de diversos medicamentos
que devem ser cuidadosamente prescritos devido à alta potencialidade de interações
medicamentosas. Os antifúngicos classificados como poliênico, triazol e equinocandina
são, respectivamente, representados pelos fármacos administrados por via sistêmica:
a) anfotericina B, voriconazol e caspofungina
b) voriconazol, fluconazol e anfotericina B
c) caspofungina, fluconazol e voriconazol
d) anfotericina B, caspofungina e fluconazol
Resposta - Poliênico = anfotericina B. Triazol = voriconazol e fluconazol. Equinocandina =
caspofungina.
11) Em relação aos antibióticos antifúngicos, julgue se as afirmações abaixo são
verdadeiras e em seguida assinale a alternativa correta.
I. A nistatina (também chamada de fungicidina) é um antibiótico macrolídeo poliênico
com estrutura similar à da flucitosina e com o mesmo mecanismo de ação. F - O mecanismo
de ação da nistatina se dá através de ligação aos esteroides existentes na membrana celular
dos fungos susceptíveis, com resultante alteração na permeabilidade da membrana celular e
consequente extravasamento do conteúdo citoplasmático. Já o mecanismo de ação da
flucitosina se dá por inibição competitiva de absorção de purina e pirimidina e indiretamente
pelo metabolismo intracelular para 5-fluorouracilo, o qual é extensivamente incorporado em
RNA fúngico e inibe a síntese de DNA e RNA.
II. A anfotericina reforça o efeito antifúngico da flucitosina, oferecendo combinação
sinérgica útil. V
III. A anidulafungina é utilizada principalmente no tratamento de candidíase invasiva;
mais uma vez, a administração é por via intravenosa. V
a) Somente a afirmação I é verdadeira.
b) Somente as afirmações I e II são verdadeiras.
c) Somente as afirmações II e III são verdadeiras.
d) As afirmações I, II e III são verdadeiras.
12) Verdadeiro ou falso :
a) A anfotericina B é o único representante desta classe de antibióticos poliênicos que mostra
regular ação antifúngica quando empregada por via sistêmica. V
b) A anfotericina B não deve ser diluída em solução fisiológica. Qualquer adição de
eletrólitos (p. ex., cloreto de sódio) provoca a agregação das partículas coloidais e floculação,
tornando a mistura imprópria para uso clínico. V
c) A apresentação da anfotericina B deoxicolato ou convencional tem elevada toxicidade
para o rim, coração e sistema hematopoiético e importante efeito irritante para o endotélio
vascular, frequentemente causando flebites. v
d) As apresentações lipídicas da anfotericina B revela boa eficácia em várias infecções
fúngicas e na leishmaniose visceral e na tegumentar, com redução dos efeitos adversos,
especialmente das reações devidas à infusão intravenosa, da nefrotoxicidade e da
hipocalemia. V
e) A anfotericina B não é absorvida por via oral e sofre inativação no meio ácido do
estômago. V
f) A anfotericina B é organodepositária, permanecendo na circulação em níveis
terapêuticos por 48 horas e sendo detectada no soro, em níveis baixos, por vários dias após
sua administração. Sua meia-vida sérica é de 15 dias. V
g) A anfotericina B permanece longo tempo armazenada no organismo, principalmente
no fígado, em pulmões, baço e rins, onde sofre degradação lenta. A droga pode ser detectada
nos rins até um ano após sua administração intravenosa. V
h) A anfotericina B está indicada no Brasil, principalmente, para o tratamento da
paracoccidioidomicose grave, criptococose, histoplasmose grave, candidíase generalizada e
leishmanioses. V
i) A nistatina é um antifúngico poliênico, devido aos seus efeitos tóxicos só é
empregada em uso tópico ou por via oral, para ter um efeito superficial nas mucosas bucal e
digestiva. v
13) A anfotericina B é um antifúngico muito utilizado na prática clínica
contemporânea. Em relação à sua farmacologia, assinale a alternativa correta.
a) Os tremores e calafrios que surgem durante a infusão podem ser prevenidos ou
tratados com difenidramina, paracetamol ou meperidina.
b) Hipomagnesemia, hipocalemia e alcalose metabólica podem ocorrer por causa de
lesão nos túbulos contorcidos distais.
c) É um agente fungistático que se liga ao ergosterol e forma poros na mebrana plasmática
fúngica.
d)A dose deve ser ajustada em indivíduos com disfunção renal ou hepática.
e) Tanto a via oral quanto a venosa podem ser utilizadas nas micoses invasivas graves.
14) A caspofungina pertence à classe das equinocandinas e inibe a síntese de
1,3-beta-glicano. A ausência desse polímero de glicose desestabiliza a parede celular,
causando a lise dos fungos.
(x) Certo
( ) Errado
15) As equinocandinas são: as caspofungina, micafungina e anidulafungina, têm as
seguintes características:
a) Apenas disponíveis para uso venoso;
b) Possuem atividade fungicida para Candida;
c) Possuem meia-vida prolongada, proporcionando uma dose diária;
d) Possuem metabolização independente do citocromo P450,
portanto interação medicamentosa com menor frequência;
e) Nefrotoxicidade ausente e hepatotoxicidade baixa;
16) Os azóis antifúngicos exercem ação fungicida por alterarem a permeabilidade da
membrana citoplasmática dos fungos sensíveis, que passam a perder cátions, proteínas
e outros elementos vitais, ocorrendo, por fim, o rompimento da membrana.
(x) Certo
( ) Errado
17) Resistência ao azóis antifúngicos vem sendo descrita com maior frequência e
resulta de três mecanismos principais: efluxo, mediado por bombas de efluxo que em
geral causam resistência cruzada entre os vários azóis.
(x) Certo
( ) Errado
18) A candidíase vulvovaginal é uma doença recorrente que afeta cerca de 75% das
mulheres no mundo durante toda sua vida. Julgue o item subsequente em relação ao
tratamento desse tipo de infecção. Antifúngicos do grupo dos azóis, como o cetoconazol,
o fluconazol e o micronazol, são eficazes no tratamento de candidíases por inibirem a
enzima P450 fúngica, responsável pela síntese de ergosterol, presente na membrana
celular da Candida sp.
(x) Certo
( ) Errado
19) As infecções fúngicas são denominadas de micoses e, em geral, podem ser
superficiais ou sistêmicas. Sobre os fármacos utilizados nas infecções fúngicas, avalie as
afirmativas a seguir.
I – Os azois constituem em agentes fungiostáticos sintéticos de amplo espectro de
atividade e inibem a enzima responsável pela conversão do lanosterol em ergosterol,
alterando a fluidez da membrana celular. V
II – A griseofulvina é um agente fungiostático de pequeno espectro que interage com os
microtúbulos e interfere na mitose. V
III – A nistatina é um antibiótico macrolídeo que cria poros na membrana dos fungos e é
usado em infecções sistêmicas, pois é altamente absorvido pelas mucosas e pela pele. F - Não
é usado para infecções sistêmicas.
Assinale a alternativa correta sobre as afirmativas.
a) Somente I e II estão corretas.
b) Somente II e III estão corretas.
c) Somente I e III estão corretas.
d) Somente a III está correta.
20) Marque a alternativa FALSA:
a) A farmacodinâmica relaciona as concentrações do fármaco com sua atividade
antimicrobiana. A suscetibilidade dos microrganismos aos antimicrobianos é representada
pela Concentração Inibitória Mínima (CIM) de cada microrganismo para cada
antimicrobiano.
b) CIM (Concentração Inibitória Mínima) corresponde à maior concentração do
antimicrobiano capaz de inibir o desenvolvimento visível do microrganismo. F - A CIM
é a menor concentração de antimicrobiano capaz de inibir o crescimento bacteriano.
c) A farmacocinética estuda a atividade do antimicrobiano no interior do organismo a
partir dos parâmetros de velocidade de absorção, distribuição e eliminação da droga e de seus
metabólitos.
d) Para que o antimicrobiano exerça sua atividade,

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.