A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
BIOÉTICA

Pré-visualização | Página 1 de 3

ESTUDO PROVA BIOÉTICA
Ética: termo genérico para várias formas de se entender analisar a vida moral. Ela questiona. 
Moral: conjunto de valores de uma sociedade, imposta, acarreta uma consequência óbvia que todos sabem
Princípios da bioética
· Autonomia do paciente: respeitar a decisão do outros, da sua capacidade de determinar o próprio destino, livre, sem influencia controladora, para que o paciente possa exercer sua autonomia, ele precisa ser muito bem informado e esclarecido com a verdade e privacidade
· Justiça na sociedade: tentativa de dar a todos as mesmas oportunidades de acesso. Permissa aristotélica. Tratar com igualdade os iguais e com desigualdade os desiguais. 
· Não maleficência: Respeito ao dever de intencionalmente não causar mal e danos ao paciente
· Beneficência (relação médico-paciente): ter boas intenções + fazer o bem. O médico deve atuar para beneficiar o paciente e não somente não causar danos. Vai além da não maleficência. Prever danos 
Comissão de ética:
Meta de comissão cumprimento das normas corporativas
· Deliberativo mas pode ser consultiva também
· Organiza-se em uma escala hierárquica
· Obrigado ter
· Formado apenas por médicos
· Braço do conselho Regional de Medicina 
· Julga os processos éticos
· Vê se a ação médica teve alguma modalidade de culpa:
· Negligência: omissão do cuidado/falta de atenção que leva à um dano
· Imprudência: médico faz uma ação precipitada/sem cautela. Sabe que apresenta risco mas fez mesmo assim
· Imperícia: não possui domínio sobre uma técnica e faz mesma assim 
Comitê de ética e bioética:
· Consultivo e educativo (capacita os profissionais de saúde)
· Aconselha médico, paciente, familiares
· Normativo (sem ditar, apenas sugerindo)
· Multiprofissional 
 OBS:
· Dano: comprometimento da estrutura ou função do corpo e qualquer efeito dele oriundo (doenças, lesões)
· Incidente: evento que poderia ter resultado ou resultou em dano desnecessário
· Evento Adverso: incidente que RESULTA, NECESSARIAMENTE, em dano ao paciente
Todo evento adverso é um incidente, mas nem todo incidente é um evento adverso. 
Comitê de ética em pesquisa
· Relatório de Belmont princípios éticos básicos para nortear as pesquisas: respeito a pessoa, beneficência, justiça
TCLE 
Resolução 466 de 2012
Considera:
· O respeito pela dignidade humana e pela especial proteção devida aos participantes das pesquisas científicas envolvendo seres humanos
· O desenvolvimento e o engajamento ético, que é inerente ao desenvolvimento científico e tecnológico
· O progresso da ciência e da tecnologia
· Os documentos que constituem os pilares do reconhecimento e da afirmação da dignidade, da liberdade e da autonomia do ser humano, como o Código de Nuremberg, de 1947, e a Declaração Universal dos Direitos Humanos, de 1948
· A Constituição Federal da República Federativa do Brasil, cujos objetivos e fundamentos da soberania, da cidadania, da dignidade da pessoa humana
Resolve:
· Disposições Preliminares
· Sob a ótica do indivíduo e das coletividades, referenciais da bioética, tais como, autonomia, não maleficência, beneficência, justiça e equidade
· Visa a assegurar os direitos e deveres que dizem respeito aos participantes da pesquisa, à comunidade científica e ao Estado
· Projetos de pesquisa envolvendo seres humanos deverão atender a esta Resolução
· Termos e Definições
· Achados da pesquisa = fatos ou informações encontradas pelo pesquisador que sejam considerados de relevância para os participantes 
· Assentimento livre e esclarecido = aprovação do participante da pesquisa, criança, adolescente ou legalmente incapaz, livre de influência de terceiros. Tais participantes devem ser esclarecidos sobre a natureza da pesquisa, seus objetivos, métodos, benefícios previstos, potenciais riscos e o incômodo que esta possa lhes acarretar, na medida de sua compreensão e respeitados em suas singularidades
· Assistência ao participante da pesquisa:
· Imediata = é aquela emergencial e sem ônus de qualquer espécie ao participante da pesquisa, em situações em que este dela necessite
· Integral = é aquela prestada para atender complicações e danos decorrentes, direta ou indiretamente, da pesquisa
· Benefícios da pesquisa = proveito direto ou indireto, imediato ou posterior, auferido pelo participante em decorrência de sua participação na pesquisa
· Consentimento livre e esclarecido = anuência do participante da pesquisa e/ou de seu representante legal, livre de influência de terceiros, após esclarecimento completo e pormenorizado sobre a natureza da pesquisa, seus objetivos, métodos, benefícios previstos, potenciais riscos e o incômodo que esta possa acarretar
· dano associado ou decorrente da pesquisa = agravo imediato ou posterior, direto ou indireto, ao indivíduo ou à coletividade, decorrente da pesquisa
· Indenização = cobertura material para reparação a dano, causado pela pesquisa ao participante da pesquisa
· Instituição proponente de pesquisa = organização, legitimamente constituída e habilitada, à qual o pesquisador responsável está vinculado
· instituição coparticipante de pesquisa = organização, legitimamente constituída e habilitada, na qual alguma das fases ou etapas da pesquisa se desenvolve
· participante da pesquisa = indivíduo que, de forma esclarecida e voluntária, ou sob o esclarecimento e autorização de seu(s) responsável(eis) legal(is), aceita ser pesquisado
· patrocinador = pessoa física ou jurídica que apoia a pesquisa mediante ações de financiamento, infraestrutura, recursos humanos ou apoio institucional
· pesquisa = processo formal e sistemático que visa à produção, ao avanço do conhecimento e/ou à obtenção de respostas para problemas mediante emprego de método científico
· pesquisa em reprodução humana = todos afetados pelos procedimentos desta são considerados participantes
· pesquisador responsável = pessoa responsável pela coordenação da pesquisa
· protocolo de pesquisa - conjunto de documentos contemplando a descrição da pesquisa
· Ressarcimento - compensação material, exclusivamente de despesas do participante
· Termo de Consentimento Livre e Esclarecido - TCLE - documento no qual é explicitado o consentimento livre e esclarecido do participante e/ou de seu responsável legal, de forma escrita, devendo conter todas as informações necessárias, em linguagem clara e objetiva, de fácil entendimento
· Termo de Assentimento - documento elaborado em linguagem acessível para os menores ou para os legalmente incapazes, por meio do qual, após os participantes da pesquisa serem devidamente esclarecidos, explicitarão sua anuência em participar da pesquisa, sem prejuízo do consentimento de seus responsáveis legais
· Vulnerabilidade - estado de pessoas ou grupos que, por quaisquer razões ou motivos, tenham a sua capacidade de autodeterminação reduzida ou impedida, ou de qualquer forma estejam impedidos de opor resistência, sobretudo no que se refere ao consentimento livre e esclarecido
· Aspectos Éticos da Pesquisa Envolvendo Seres Humanos
· Respeito ao participante da pesquisa em sua dignidade e autonomia, reconhecendo sua vulnerabilidade
· Ponderação entre riscos e benefício, comprometendo-se com o máximo de benefícios e o mínimo de danos e riscos
· Garantia de que danos previsíveis serão evitados
· Relevância social da pesquisa, não perdendo o sentido de sua destinação sócio-humanitária
· Prever procedimentos que assegurem a confidencialidade e a privacidade, a proteção da imagem e a não estigmatização dos participantes da pesquisa, garantindo a não utilização das informações em prejuízo das pessoas e/ou das comunidades, inclusive em termos de autoestima, de prestígio e/ou de aspectos econômico-financeiros
· ser desenvolvida preferencialmente em indivíduos com autonomia plena
· respeitar sempre os valores culturais, sociais, morais, religiosos e éticos, como também os hábitos e costumes
· Consentimento Livre e Esclarecido
· garantia de plena liberdade ao participante da pesquisa, de recusar-se a participar ou retirar seu consentimento, em qualquer fase da pesquisa, sem penalização