A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Planejamento Agropecuário - Economia e Administração rural

Pré-visualização | Página 1 de 2

Economia RuralEconomia Rural
D A T A 0 4 - 0 8 - 2 0 2 1
 Planejar é decidir antecipadamente o
que deve ser feito, levando-se em conta
as condições da organização e do
contexto da mesma. Planejar é prever e
estabelecer um plano de ação levando
em conta fatos passados e registrados,
fatos previsíveis e imprevisíveis.
Determinação dos objetivos da
empresa.
Análise do ambiente externo,
pontos fortes e fracos.
Análise interna, potencialidades e
deficiências.
Geração, avaliação e seleção de
alternativas estratégicas.
Implementação através da planos
gerenciais e operacionais.
Níveis empresariais:
Nível estratégico:
 É o mais elevado da empresa, onde
são estabelecidos os objetivos gerais e
as estratégias empresariais que devem
levar em conta as condições
ambientais e as variáveis que
compõem o ambiente da empresa
(econômicas, sociais, etc). 
 As estratégias definidas neste nível
envolvem o longo prazo e possuem alto
grau de incerteza decorrente das
variáveis ambientais e no caso do setor
agrícola por suas características
peculiares.
Etapas do planejamento estratégico:
Nível gerencial ou intermediário:
 Define-se o como fazer para alcançar
os objetivos propostos no nível
estratégico. As estratégias são
decompostas em plano de ação,
orçamentos, normas e diretrizes, que
procuram reduzir as incertezas do
ambiente empresarial.
- plano de ação (atividades em
andamento);
- projeto técnicos (atividades novas). 
 Neste nível procura-se tomar
decisões para cada exploração da
empresa rural sem perder as possíveis
inter-relações entre as mesmas.
Planejamento Agropecuário
Nível operacional:
 Refere-se às operações e tarefas do
dia a dia da empresa rural. Nela são
implementadas as tecnologias
adequadas a cada exploração e que
devem visar a maior eficiência na
aplicação dos recursos. 
- procedimentos (planos operacionais
relacionados com os métodos) 
- programas (planos operacionais
relacionados com o tempo). 
Fases de um planejamento:
Levantamento da disponibilidade de
recursos – compreende a descrição,
ordenação e avaliação dos recursos
físicos, financeiros e humanos.
 
Análise das medidas de resultado
econômico da empresa – possibilita o
conhecimento da capacidade produtiva
da empresa. 
Economia RuralEconomia Rural
Desenvolvimento propriamente dito –
desenvolve-se o plano procurando
maximizar a eficiência técnica-
econômica da empresa. Deve ser
previsto também o fluxo de caixa do
novo plano para verificar possíveis
necessidades de credito e
financiamentos para cobrir déficit de
caixa.
Variáveis que afetam o desempenho
da empresa rural:
1. Tamanho e volume dos negócios
agrícolas: O tamanho e o volume dos
negócios são analisados
conjuntamente, pois termo tamanho
não esta ligado somente a área da
empresa rural, nas também ao volume
de operações financeiras realizadas.
 Quanto a tamanho em área deve se
considerar uma serie de fatores para
considerar empresa pequena ou
grande nas diferentes regiões do país.
- densidade da população
- tipo de agricultura
- desenvolvimento industrial
- oferta de capital
- demanda de terra
Escala de produção e tamanho 
 O termo escala dá a ideia de
proporção. Assim, para empresas
rurais, o aumento ou diminuição da
escala de produção são conseguidos
através do aumento ou da redução dos
fatores de produção – terra, trabalho e
capital – na mesma proporção. 
 O aumento do tamanho da empresa
não incorre em aumentar os fatores de
produção na mesma proporção. Assim
a terra pode ser aumentada em 100 % ,
o trabalho em 80% e o capital em
150%.
Maior tamanho ou volume de
negócios permite:
-operações mais eficientes – melhor
utilização dos insumos e compra e
venda mais eficientes
 
-renda satisfatória – geralmente a
renda esta associada ao maior
tamanho/ volume de negócios.
-produção a custos mais baixos –
diluição dos custos fixos, economia de
escala.
-economia tecnológicas
-economias pecuniária 
Medidas de tamanho e/ou volume de
produção
 Depende da finalidade que se destina
a medida e da natureza da
propriedade.
 Medidas usadas para avaliar o volume
de negócios em empresas que tem na
agricultura as principais atividades:
- área com determinada cultura.
- área todas as culturas (área total
cultivada).
- área de toda a propriedade (área total
da propriedade).
D A T A 0 4 - 0 8 - 2 0 2 1
Economia RuralEconomia Rural
Medidas usadas para avaliar o volume
de negócios em empresas que tem na
pecuária as principais atividades:
- número de animais
- número de unidades animais (UA)
por atividade ou propriedade 
Medidas usadas para avaliar o volume
de negócios em empresas
diversificadas ou mistas:
- renda bruta ou renda líquida 
- capital da empresa
- equivalente/homem
Vantagens e desvantagens das
grandes e pequenas empresas rurais:
 As grandes propriedades usam mais
eficientes equipamentos e máquinas,
além de um maior poder de barganha
nas operações de compra e venda.
Entretanto, apresentam maior
dificuldade de administração e tendem
a sofrer prejuízos maiores se mal
administradas.
Aumento de tamanho e volume
Extensivo – aumento da área por
compra ou arrendamento.
Intensivo -aumento através da
intensificação da produção.
(hectares de terra, numero de animais,
etc..).
Produtividade – aumento no volume
produzido numa mesma unidade
produtiva (hectares de terra, numero
de animais) por melhor uso de
tecnologia ou administração.
Representa a produção obtida por
determinada unidade. 
2. Rendimento das culturas e criações 
 Produção – quantidade conseguida
pelos fatores produtivos, sem
relaciona-los com unidades. O
aumento de produção é conseguido
quando o volume produzido é
aumentado com acréscimo de
unidades produtivas
Medida dos rendimentos:
Em culturas:
Rendimento por hectare – a
produtividade é dada pelo volume,
peso ou unidade do produto colhido.
Ex. kg/ha, sc/ha, cachos/ha, arrobas/há
 Índice composto de rendimentos –
este índice relaciona os rendimentos
de todas as culturas obtidos na
propriedade com os rendimentos
médios da região. Primeiro calcula-se o
índice para cada cultura (índice parcial
ou relativo) dividindo índice da
propriedade/ índice médio da região
multiplicando por 100. Após os índices
parciais são ponderados de acordo
respectivas áreas ocupada na fazenda.
O índice composto é obtido pela soma
dos valores ponderados/ número total
de hectares cultivado.
Em Pecuária:
a) Bovinos/ovinos
-carga animal (UA/ha)
D A T A 0 4 - 0 8 - 2 0 2 1
Economia RuralEconomia Rural
b) Aves
- kg ração/kg de carne
- kg ração/ dúzia de ovos
Limitações dos rendimentos:
- Limitações climáticas
- Limitações biológicas
- Limitações Econômicas 
- litros/leite/ano
- litros/leite/vaca (dia, mês, ano)
- litros/leite/ha (mês, ano)
- Índice de fertilidade
 Nº fêmeas prenhas / No fêmeas em
cobertura
- Índice de fecundidade
 Nº terneiros nascidos / No fêmeas em
cobertura
- Índice de natalidade
 Nº terneiros nascidos / No de matrizes
em reprodução
- Índice de desmame
 Nº terneiros desmamados / No
terneiros nascidos vivos.
- Taxa de desfrute.
 Total do abate / Total do rebanho.
- Taxa de crescimento do rebanho.
 Nº de cabeças no final do ano / No de
cabeças no inicio do ano.
3. Combinação e seleção das
atividades: 
 Decidir sobre:
- melhor distribuição dos recursos.
- melhor combinação dos recursos.
- quantidade adequada dos recursos a
serem usadas.
- melhores técnicas de produção.
- quais produtos a serem produzidos
economicamente.
- melhor maneira de comercializar os
produtos.
Pontos considerados:
- Mercado local, regional, nacional e
estrangeiro
- Preço dos insumos e dos produtos
- Tradição na atividade
Métodos de Planejamento Gerencial:
Planejamento Global
Planejamento Parcial
Planejamento Global da UPR
Relações entre explorações
desenvolvidas na UPR:
 Explorações competidoras- requerem
ao mesmo tempo usos de certos
recursos, portanto o acréscimo de uma
causa o decréscimo da outra.
D A T A 0 4 - 0 8 - 2 0 2 1
Economia RuralEconomia Rural
Competição em terra – culturas
permanentes como café e pomar
cítrico não cultivados ao mesmo tempo
no mesmo espaço. Algumas culturas