A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEIS E CONDOMÍNIOS

Pré-visualização | Página 1 de 1

ENSINEME: ADMINISTRAÇÃO DE CONDOMÍNIO
	 
	 
	 1.
	Ref.: 3991180
	Pontos: 0,00  / 1,00
	
	É competência e habilidade essencial a boa gestão do condomínio: 
		
	
	Imediatismo no processo decisório;
	
	Frieza nas relações condominiais;
	
	Capacidade de obter Recursos financeiros no mercado;
	 
	Desenvolvimento Empresarial atuando como fosse executivo de empresa; 
	 
	Imparcialidade ao cumprir as deliberações da assembleia geral; 
	
	
	 2.
	Ref.: 3991178
	Pontos: 1,00  / 1,00
	
	É uma característica das despesas ordinárias em um Condomínio Edilício: 
		
	
	contas que exigem aprovação em assembleia geral com  quórum especial; 
	
	constas que exigem aprovação periódica em assembleia geral;
	
	contas especiais surgindo de forma eventual e com elevados valores;
	 
	contas rotineiras e habituais que tem seu alcance limitado ao curto prazo;
	
	contas que apresentam determinadas particularidades e tem longo alcance de maturação;
	
	
	 3.
	Ref.: 3991175
	Pontos: 0,00  / 1,00
	
	É considerado Condômino Fiduciário na legislação brasileira aquele: 
		
	
	possui a propriedade do imóvel conforme apontamento no Cartório de Registro de Imóvel, podendo dispor dele livremente;
	 
	sujeito que detém a propriedade, entretanto,  com efeito suspensivo  até realizar a quitação da obrigação assumida;
	
	que assumiu a responsabilidade contratual em ceder um imóvel para permuta;
	 
	que possui o domínio de um bem imóvel, mas não o utiliza, sendo o usufruto exercido por outra pessoa;
	
	no qual o promitente vendedor obriga-se a vender ao compromissário comprador determinado imóvel, pelas condições acordadas; 
	
	
	 4.
	Ref.: 3991177
	Pontos: 1,00  / 1,00
	
	Na aplicação de recursos de um condomínio, são consideradas Despesas Especiais, independente de sua relevância para o funcionamento rotineiro do condomínio: 
		
	 
	obras ou reparos necessários e urgentes, que demandam despesas excessivas; 
	
	salários, encargos trabalhistas, contribuições previdenciárias e sociais dos empregados do condomínio;
	
	consumo de água e esgoto, gás, luz e força das áreas de uso comum; 
	
	manutenção e conservação das instalações e equipamentos hidráulicos, elétricos, mecânicos e de segurança, de uso comum;
	
	prestadores de serviços necessários ao condomínio; 
	
	
	 5.
	Ref.: 3991174
	Pontos: 1,00  / 1,00
	
	É uma desvantagem de um Síndico Condômino na administração condominial: 
		
	 
	exposição pessoal e familiar no relacionamento com os demais condôminos; 
	
	restrição quanto a reeleição a um novo mandato;
	
	não ter disponibilidade para resolver os problemas rotineiros do condomínio;
	
	não ter experiência profissional para gerir o condomínio;
	
	apresentar um custo de administração mais elevado;
	
	
	 
		
	ENSINEME: ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEIS
	 
	 
	 6.
	Ref.: 3991135
	Pontos: 1,00  / 1,00
	
	O Estatuto da Cidade, Lei no. 10257/2001, estabelece como objetivo: 
		
	 
	as diretrizes gerais da política urbana;
	
	os aspectos financeiros envolvendo os investimentos na política de urbanização;
	
	a limite populacional por região;
	
	o nível de concentração populacional por regiões; 
	
	o gabarito para prédios comerciais e residenciais;
	
	
	 7.
	Ref.: 3991133
	Pontos: 1,00  / 1,00
	
	Na legislação sobre imóveis rurais, no contrato de arrendamento, o proprietário do bem assegura ao arrendatário o uso do imóvel rural, mediante contribuição fixa ou reajustável a um prazo certo de tempo, podendo o arrendatário: 
		
	
	denunciar o contrato de arrendamento com base em argumentos de natureza social;
	
	solicitar a compra do bem a qualquer tempo pelo seu valor de mercado; 
	
	a devolver o imóvel, a qualquer tempo, tal como o recebeu com seus acessórios; 
	
	fazer no imóvel, durante a vigência do contrato, as benfeitorias úteis e necessárias, independente da concordância ou não anuência do proprietário; 
	 
	exercer o direito de preferência para compra do bem em caso de sua alienação;
	
	
	 8.
	Ref.: 3991138
	Pontos: 1,00  / 1,00
	
	Qual a competência do imposto sobre a propriedade territorial rural (ITR) que tem como fato gerador a propriedade, o domínio útil ou a posse de imóvel por natureza, localizado fora da zona urbana do Município? 
		
	
	Municipal
	
	Estadual e Distrito Federal
	 
	União
	
	Estadual
	
	Conjunta entre entes da federação
	
	
	 9.
	Ref.: 3991134
	Pontos: 1,00  / 1,00
	
	A Lei no. 12.651/2012 (Código Florestal) criou o Cadastro Ambiental Rural - CAR, registro público eletrônico de âmbito nacional, obrigatório para todos os imóveis rurais, com a seguinte finalidade de: 
		
	
	verificar a existência de ocupação irregular da terra em detrimento ao seu real proprietário ou posseiro;
	
	ser um canal alternativo ao registro de terras junto ao Registro Geral de Imóveis (RGI);
	 
	integrar as informações ambientais, compondo base de dados para monitoramento, planejamento ambiental e econômico e combate ao desmatamento;
	
	garantir título de posse ou propriedade em relação ao imóvel rural;
	
	conceder licenciamento ambiental para realização de atividades no imóvel rural; 
	
	
	 10.
	Ref.: 3991136
	Pontos: 1,00  / 1,00
	
	Conforme determinado no Estatuto da Cidade, Lei no. 10257/2001, o crescimento e desenvolvimento das cidades deve se basear: 
		
	
	no aporte financeiro por parte do Estado;
	
	no retorno financeiro dos investimentos;
	
	na manutenção do homem no campo; 
	 
	no bem estar coletivo;
	
	no uso intensivo do espaço urbano;

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.