A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
SAD_Sistemas_Apoio

Pré-visualização | Página 1 de 3

Sistemas de Apoio à 
Decisão 
 
Sistemas de Apoio 
Os conceitos apresentados neste arquivo baseiam-se nas referências indicadas e não substitui os 
textos originais. 
 
 
Notas de aula 
2 
CAPÍTULO 3 – Sistemas de Apoio à Decisão (SAD ou DSS) 
 
Os sistemas de apoio à decisão (SAD ou Decision Suport System – DSS) são 
uma das principais categorias de sistemas de apoio gerencial. São sistemas de 
informação computadorizados que fornecem aos gerentes apoio interativo de 
informações durante o processo de tomada de decisão. Os sistemas de apoio à 
decisão utilizam (1) modelos analíticos, (2) banco de dados especializados, (3) os 
próprios insights e apreciações do tomador da decisão e (4) um processo de 
modelagem computadorizado para apoiar a tomada de decisões semiestruturadas e 
não-estruturadas por parte de cada gerente. 
Quadro 1 Comparação entre sistemas de informação gerencial e de apoio à 
decisão 
 Sistemas de Informação 
Gerencial 
Sistemas de Apoio à 
Decisão 
Apoio à decisão 
fornecido 
Fornecem informações 
sobre o desempenho da 
organização. 
Fornecem informações e 
técnicas de apoio à 
decisão para analisar 
problemas ou 
oportunidades específicos. 
Forma e frequência das 
informações 
Periódicas, de exceção, 
por demanda e relatórios 
e respostas em pilha. 
Consultas e respostas 
interativas. 
Formato das 
informações 
Formato pré - 
especificado, fixo. 
Formato ad hoc, flexível e 
adaptável. 
Metodologia de 
processamento das 
informações 
Informações produzidas 
por extração e 
manipulação de dados 
dos negócios. 
Informações produzidas 
por modelagem analítica 
de dados dos negócios. 
 
Dessa forma, os sistemas de apoio à decisão são projetados para serem 
sistemas ad hoc de resposta rápida que são iniciados e controlados por usuários 
finais da administração. São capazes, portanto, de apoiar diretamente os tipos 
3 
específicos de decisões e os estilos e necessidades pessoais de tomada de decisão 
de cada gerente. 
Os gerentes de venda normalmente recorrem a sistemas de informação 
gerencial para produzirem relatórios de análise de vendas. Esses relatórios contêm 
cifras de desempenho de vendas linha de produto, vendedor, região de vendas e 
assim por diante. Um sistema de apoio à decisão, por outro lado, também mostraria 
interativamente a um gerente de vendas os efeitos no desempenho das vendas de 
mudanças em uma multiplicidade de fatores (tais como despesas com promoção e 
remuneração de vendedores). Os sistemas de apoio à decisão poderiam utilizar 
diversos critérios (tais como margem bruta de lucro e participação de mercado 
esperadas) para avaliar e classificar diversas combinações alternativas entre fatores 
de desempenho de vendas. 
Modelos e Software de Sistemas de Apoio à Decisão 
Ao contrário dos sistemas de informação gerencial, os sistemas de apoio à 
decisão se fundamentam em modelos e também em banco de dados como recursos 
vitais de sistemas. Uma base de modelo de sistemas de apoio à decisão é um 
componente de software que consiste em modelos utilizados em rotinas 
computacionais e analíticas que expressam matematicamente relações entre 
variáveis. Um programa de planilhas eletrônicas, por exemplo, pode conter modelos 
que expressem relações contábeis simples entre variáveis, tais como receita – 
despesa = lucro. Um modelo de referência também poderia incluir modelos e 
técnicas analíticas utilizadas para expressar relações muito mais complexas. Poderia 
conter, por exemplo, modelos de programação linear, modelos de previsão por 
regressão múltipla e modelos de valor presente de orçamento de capital, que podem 
ser armazenados na forma de planilhas ou gabaritos, ou programas estatísticos e 
matemáticos e módulos de programa. Veja figura 1. 
4 
 
Figura 1 Componentes de um sistema de apoio à decisão de marketing. 
Os pacotes de software de sistemas de apoio à decisão podem combinar 
componentes de modelos para criar modelos integrados de apoio a tipos específicos 
de decisões. O software de sistemas de apoio à decisão normalmente contem 
rotinas de modelagem analítica e também permite que se construa seus próprios 
modelos. Muitos pacotes encontram-se atualmente disponíveis em versões para 
microcomputadores e habilitados para rede. É claro que os pacotes de planilhas 
eletrônicas também fornecem parte das funções de construção de modelos 
(modelos de planilhas) e modelagem analítica (análise de situações hipotéticas e 
análise de busca de metas) oferecidas por um software de sistemas de apoio à 
decisão mais potente. 
Sistemas de Informação Geográfica 
Os sistemas de informação geográfica (geographic information systems ou GIS) 
são uma categoria especial dos sistemas de apoio à decisão que integra 
computação gráfica e banco de dados geográficos com outros dispositivos de DSS. 
Um sistema de informação geográfica é um sistema de apoio à decisão que 
desenha e exibe mapas e outros demonstrativos gráficos que apoiam decisões 
concernentes à distribuição geográfica de pessoas e outros recursos. Muitas 
5 
empresas estão utilizando tecnologia desses sistemas para escolher novos pontos 
para loja de varejo, otimizar roteiros de distribuição o analisar fatores demográficos 
de seu público alvo. Empresas como, por exemplo, Levi Strauss, Arby’s, 
Consolidated Rail e Federal Express utilizam pacotes de sistemas de informação 
geográfica para integrar mapas, gráficos e outros dados geográficos com dados 
empresariais a partir de pacotes de planilhas e estatísticas. Software de GIS para 
microcomputadores como MapInfo e Atlas GIS é utilizado para a maioria das 
aplicações empresariais de sistemas de informação geográfica. O uso de GIS para 
apoio à decisão tem sido expandido com as possibilidades de mapeamento que 
estão sendo integradas aos pacotes eletrônicos. 
Utilizando Sistemas de Apoio à Decisão 
O uso de um sistema de apoio à decisão envolve um processo interativo de 
modelagem analítica. Utilizar um pacote de software SAD para apoio à decisão, por 
exemplo, pode resultar em uma série de telas em resposta a mudanças hipotéticas 
alternativas introduzidas por um gerente. Isto é diferente das respostas por demanda 
de sistemas de relatórios de informações, já que os gerentes não estão solicitando 
informações pré-especificadas; o que estão fazendo é explorando alternativas 
possíveis. Por isso, eles não precisam especificar antecipadamente suas 
necessidades de informações. Em vez disto, utilizam o SAD para encontrar as 
informações que precisam para ajudá-los a tomar uma decisão. Esta é a essência 
do conceito de sistema de apoio à decisão. 
Usar um sistema de apoio à decisão envolve quatro tipos básicos de atividades 
de modelagem analítica: (1) análise do tipo What if, (2) análise de sensibilidade, (3) 
análise de busca de metas e (4) análise de otimização. Consideremos sucintamente 
cada um dos tipos de modelagem analítica que podem ser utilizados para apoio à 
decisão. 
Análise do Tipo What If 
Na análise do tipo what if, o usuário final introduz mudanças nas variáveis ou 
relações entre variáveis e observa as mudanças resultantes nos valores de outras 
variáveis. Se um gerente estivesse usando uma planilha eletrônica, por exemplo, 
poderia mudar uma quantidade de receita (uma variável) ou uma fórmula de 
6 
tributação (uma relação entre variáveis) em um modelo simples de planilha 
financeira. Em seguida, poderia pedir ao programa de planilha eletrônica para 
recalcular instantaneamente todas as variáveis afetadas na planilha. Um usuário 
gerencial estaria muito interessado em avaliar quaisquer mudanças que ocorressem 
nos valores da planilha, particularmente em uma variável como lucro líquido após os 
impostos. Para muitos gerentes, o lucro líquido após os impostos é um exemplo do 
resultado financeiro, ou seja, um fator-chave na tomada de muitos tipos de decisões. 
Este tipo de análise seria repetido

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.