Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
02 Envoltório celular e transporte

Pré-visualização | Página 1 de 2

Envoltório celular e transporte 
 
Membrana plasmáticas 
* Envoltório celular comum a TODAS as células 
* É mosaico fluido 
Funções 
* Permeabilidade seletiva; 
* Proteção e delimitação; 
* Transporte e reconhecimento de substâncias; 
Composição 
* Lipídeos 
D Bicamada fosfolipídica; 
* Proteínas 
D Integrais ou transmembranas 
D Periféricas ou de superfície 
* Carboidratos 
D Glicolipídeos: 
D Glicoproteínas 
F Proteínas 
* São proteínas localizadas na membrana 
plasmática. 
Funções 
Tipos 
* Integrais ou transmembranas 
D Atravessam a bicamada; 
D Contato entre os meios extra e intracelular; 
D Estão ligadas de maneira permanente; 
D Funções: transporte de substâncias, função 
catalítica, recepção de sinais, 
reconhecimento. 
* Periféricas ou de superfície 
D Não atravessam a bicamada; 
D Estão ancoradas em uma das duas 
superfícies da membrana; 
D Ligadas quase sempre as proteínas 
integrais 
 
 
 
F Lipídeos 
* É estrutura básica da membrana (fluidez) e 
barreira de permeabilidade formando a 
bicamada fosfolipídica; 
* Formado por fosfato (cabeça) e 2 cadeias de 
ácidos graxos (“pernas’) 
D Fosfato: polar e hidrofílica; 
D Ácidos graxos: apolar e hidrofóbicas; 
* Permeabilidade: 
D Impermeável (moléculas hidrossolúveis): 
aminoácidos, glicose e íons; 
D Permeável (moléculas lipossolúveis) 
Oxigênio, dióxido de carbono e água; 
 
Glicocálice ou glicocálix 
* Glicoproteínas: carboidratos de cadeias curtas 
ligados a proteínas na superfície externa da 
membrana plasmática 
* Glicolipídeos: carboidratos ligados à lipídeos 
F Funções 
* Reconhecimento celular (possuem uma grande 
especificidade reconhecendo quais células/ 
componentes fazem parte do indivíduo ou não); 
* Adesão entre as células 
* Troca de informações 
* Proteção contra agressões químicas e físicas; 
* Enzimática (lactase); 
* Antigênica (vírus); 
* Movimento (viscosidade) 
* Reprodução (reconhecimento entre óvulo e 
espermatozóide da mesma espécie); 
* Inibição por contato (evita o crescimento 
desordenado de tecidos e órgãos, exceto nos 
casos de neoplasia); 
 
 
 
Envoltório celular e transporte 
 
 
Solução 
É uma mistura homogênea composta por soluto 
e solvente. 
D Solvente: é o que se dissolve 
D Solvente: é o que é dissolvido 
F Tipos de soluções 
* As soluções podem ser comparadas com 
relação a sua concentração, podendo ser: 
D Isotônicos: ocorre quando a concentração 
de soluto é proporcional às condições 
celulares; 
D Hipertônicos: quando a concentração de 
soluto é superior em relação ao solvente 
(mais concentrado); 
D Hipotônico: quando a concentração do 
soluto é menor em relação ao solvente 
(menos concentrado). 
Transportes 
* Passagem de moléculas e íons através da 
membrana ou por proteínas; 
F Passivo 
* Passagem de moléculas através da bicamada 
fosfolipídica ou das proteínas; 
* Sem gasto de energia; 
* A favor do gradiente de concentração ou 
voltagem (hipertônico → hipotônico); 
* Tende a isotonicidade dos meios (igualar os 
meios); 
 
D Difusão simples 
D Passagem do soluto através da dispersão 
em meio aquoso ou gasoso, o soluto 
atravessa a membrana livremente; 
D Não necessita de proteína carreadora; 
 
 
 
D Difusão facilitada 
D Ocorre a passagem de íons ou moléculas 
(soluto) através de proteínas carreadoras 
(permeases ou canais iônicos); 
D As permeases mudam sua conformação 
para permitir a passagem do soluto; 
D Osmose 
D Passagem de solvente (água) de um meio 
hipotônico para o hipertônico, para 
estabelecer a isotonia entre os meios. 
F Ativo (bomba) 
* Movimento de íons, ou outras substâncias, 
através da membrana em combinação com a 
proteína carreadora; 
* Contra o gradiente de concentração; 
* Com gasto energético 
 
D Primário 
D A energia é derivada da quebra do ATP 
ou de outro composto de fosfato como 
energia. 
D Exemplo: bomba de sódio e potássio 
 
D Secundário ou acoplado 
D Ocorre quando o movimento favorável do 
1º soluto fornece energia para o transporte 
desfavorável do 2º soluto; 
D Não utiliza diretamente a energia 
metabólica do ATP; 
D Esse tipo de transporte depende da 
energia gasta pela bomba de sódio e 
potássio; 
Bomba de sódio (Na) o potássio (k+) 
* Ocorre com o auxílio de uma proteína integral 
* Há gasto de energia 
* Contra o gradiente de concentração 
* Sua função é fazer com que íons de K+ entrem 
na célula e íons de sódio (Na+) saiam 
* Mantém mais K+ dentro e Na+ fora da célula 
* K +: importante para síntese de proteínas, 
respiração celular e polarização/ 
despolarização. 
Envoltório celular e transporte 
 
 
 
F Transportes em massa ou vesicular 
* Partículas grandes 
* Gasta energia (ATP) 
* Ocorre a deformação da membrana 
 
* Endocitose: processo de absorção de 
partículas da célula por meio de vesículas 
(endossomos), formados pela invaginação da 
membrana plasmática, seguida de fusão e 
separação de um segmento da mesma. 
D Fagocitose: englobamento de partículas 
sólidas, a partir da formação dos 
pseudópodes (prolongamentos do 
citoplasma) que capturam partículas. Após 
englobado é formado uma vesícula 
(fagossomo). 
D Pinocitose: englobamento de fluidos, a 
célula se aproxima da partícula e sofre 
invaginação, fazendo com que as 
partículas “caiam”, após isso é formando 
uma vesícula (pinossomo). 
D Endocitose mediada: quando as proteínas 
receptoras de membrana entram em 
contato com a substâncias da qual possui 
especificidade, a região da membrana 
sofre invaginação e forma-se a vesícula no 
interior da célula. 
 
 
* Exocitose: transporte de substâncias para fora 
da célula, permitindo que a célula excrete 
produtos do seu metabolismo ou substâncias 
que produzem (células de glândulas) secreção 
e excreção. 
D Excreção: ocorre a eliminação dos resíduos 
celulares. 
D Secreção: ocorre a eliminação de produtos 
glandulares 
 
F Classificação dos transportes 
* Uniporte: transporte de um único soluto de um 
lado para o outro da membrana; 
* Acoplado: transporte de dois ou mais solutos 
simultaneamente ou sequencialmente, podendo 
ser simporte (solutos transportados na mesma 
direção) ou antiporte (solutos transportados 
em direções opostas) 
* Bombas: são proteínas integrais de membrana 
que para seu funcionamento gasta ATP. Ex. 
Bomba de sódio e potássio. 
 
Referências bibliográficas 
https://mundoeducacao.uol.com.br/biologia/glicoc
alice.htm 
https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/4650180/
mod_resource/content/1/LGN0114%20-
%20Biologia%20Celular%207a%20aula%202019.p
df 
https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/3010286/
mod_resource/content/1/Aula%202%20Membrana
%20Celular%20VET%202017.pdf 
https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/4282766/
mod_resource/content/2/T3-
%20Membrana_2018.pdf 
https://www.todamateria.com.br/transporte-ativo/ 
https://pt.khanacademy.org/science/biology/memb
ranes-and-transport/active-transport/a/active-
transport 
 
https://mundoeducacao.uol.com.br/biologia/glicocalice.htm
https://mundoeducacao.uol.com.br/biologia/glicocalice.htm
https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/4650180/mod_resource/content/1/LGN0114%20-%20Biologia%20Celular%207a%20aula%202019.pdf
https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/4650180/mod_resource/content/1/LGN0114%20-%20Biologia%20Celular%207a%20aula%202019.pdf
https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/4650180/mod_resource/content/1/LGN0114%20-%20Biologia%20Celular%207a%20aula%202019.pdf
https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/4650180/mod_resource/content/1/LGN0114%20-%20Biologia%20Celular%207a%20aula%202019.pdf
https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/3010286/mod_resource/content/1/Aula%202%20Membrana%20Celular%20VET%202017.pdf
https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/3010286/mod_resource/content/1/Aula%202%20Membrana%20Celular%20VET%202017.pdf
https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/3010286/mod_resource/content/1/Aula%202%20Membrana%20Celular%20VET%202017.pdf
https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/4282766/mod_resource/content/2/T3-%20Membrana_2018.pdf
Página12