Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Atividade complementar: Inclusão de crianças autistas: um estudo sobre interações sociais no contexto escolar

Pré-visualização|Página 1 de 1

Inclusão de crianças autistas: um estudo sobre interações sociais no contexto escolar

Horas: 05

No que tange a inclusão social de crianças autistas, o transtorno é considerado um dos mais complicados que para a aprendizagem na vida escolar do aluno, pois afeta a comunicação, fala e comportamento do ser humano. Sendo assim, algumas instituições de ensino especiais voltadas para o ensino de pessoas portadoras do espectro autista, têm sido criadas, embora essa realidade ainda seja bastante distante no Brasil. Então, o estudo do presente artigo tem o objetivo de analisar como as professoras atuam na mediação para a inclusão social dessas crianças em escolas regulares, de modo a sobressair em relação aos obstáculos enfrentados. Consequentemente, a instituição de ensino pesquisada era particular, e havia ao menos três crianças portadoras do espectro autista, com a faixa etária variando de três a cinco anos de idade. Além do mais, o trabalho que as professoras realizaram era de mediar a aprendizagem dessas crianças através de diretivos linguísticos bem como apoio físico, isto é, elas explicavam o conteúdo por meio de vários recursos para facilitar o ensino. Na realidade, foi feita uma comparação entre o antes e o depois de as professoras agirem como mediadoras com as crianças autistas. Logo, observou-se que antes dessa mediação ser aplicada na escola pesquisada, os resultados obtidos para a melhoria do ensino não eram tão satisfatórios do que depois de implantá-la. Após disso, percebeu-se que as crianças melhoraram na comunicação, comportamento e nível de aprendizagem, além de as crianças terem se tornado mais interessadas e concentradas quando aprendem.

Apreciação pessoal: O pedagogo que precisa lidar constantemente com o ensino especial, tem a obrigação de perceber quais as principais necessidades das crianças, o que envolve ter conhecimentos acerca de como elas lidam com as outras pessoas ao seu redor, comunicação e comportamento em geral. Assim, quando o professor atua como mediador, acaba facilitando o processo de aprendizagem e diminuindo os efeitos do transtorno.

Quer ver o material completo? Crie agora seu perfil grátis e acesse sem restrições!