A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Pré-Modernismo/Semana arte moderna

Pré-visualização | Página 1 de 1

Pr�-Modernism�(1902-1922)
Cont�t� históric�
● Reformas Urbanísticas, principalmente no Rio de Janeiro
(início de processo de favelização)
● Problemas da seca, no Nordeste;
● Guerra de Canudos(1896-97)
● Revolta da Vacina(1904)
● Greve dos operários(1917)
● Processo de industrialização e urbanização de São
Paulo(graças ao lucro do café)
● Período da República Café com Leite (1894-1930)
● Pequenas zonas de prosperidade e riqueza convivem com
vastas extensões marcadas pela pobreza contrastes→
espaciais e sociais
Literatur�
● Introduzir inovação artística
● O Pré-modernismo não é uma escola literária, mas sim, um
forma didática de agrupar alguns autores cujas obras
foram produzidas nesse período histórico, e que não se
filiavam plenamente a nenhum dos movimentos literários
vigentes na época
● Transita entre aspectos clássicos do século e inovadores
● Não inovam completamente: guardam resquícios de escolas
anteriores
● Se encaixam mais por questão cronológica do que
estética
● Necessidade de destacar traços brasileiros
● Preocupação e denúncia social;
● Uso de dialetos regionais nas prosas;
● Linguagem coloquial;
● Foco na classe marginalizada;
● Foco na região Nordeste;
● Sincretismo literário( com presença de características
neo-realistas, neo-parnasianas e neo-simbolistas);
● Romances com engajamento sociopolíticos;
● Interesse na realidade brasileira;
● Tendências deterministas (provindas do movimento
Realista-Naturalista).O Determinismo do médico Sigmund
Freud argumenta que a personalidade e o caráter do
homem são baseados no meio em que ele está inserido e
nas experiências prévias por ele vividas.
● Prosa:Euclides da Cunha, Lima Barreto, Graça Aranha,
João do Rio e Monteiro Lobato
● Poesia: Augusto dos Anjos
Euclide� d� Cunh�
● “Os Sertões” (A terra/o homem/ a luta) reflexo da teoria→
determinista:o meio, da raça e do tempo
● Denúncia das mazelas do sertão nordestino
Monteir� Lobat�
● Denúncia dos problemas da vida do interior, principalmente
do Vale do Paraíba.
● “Pobre Jeca Tatu, como és bonito no romance e feio na
realidade”
● Personagem Jeca Tatu é simbolizado como um acomodado,
determinante de seu meio
● Autor de Cidades Mortas
● Além da estética, tinha uma visão conservadora sobre o
âmbito social
● Foi contra as inovações do início do século XX, no
Modernismo
● O artigo-crítica “Paranoia ou Mistificação” é como ficou
conhecido um artigo, escrito por Monteiro Lobato,
intitulado “A Propósito da Exposição Malfatti”, publicado
no jornal O Estado de S. Paulo em 20 de dezembro de
1917, provocando uma polêmica que terminou por
afastar Monteiro Lobato dos modernistas brasileiros de
1922.
Lim� Barret�
● Foi o autor mais crítico do pré modernismo
● Foco nos subúrbios
● Linguagem jornalística e descritiva
● Denúncia dos preconceitos sociais e raciais do período
● Trata da reforma agrária
● “O triste fim de policarpo quaresma”: personagem
ufanista
August� d� Anj�
● Autor de “Eu”
● Apresenta características simbolistas e pré-modernistas
● Angústias existenciais, pessimismo, formalidade com uso
de soneto
● Influência científica
● Vocabulário apoético
● Incorporação de cenas cotidianas/prosaicas
Versos íntimos
Vês! Ninguém assistiu ao formidável
Enterro de sua última quimera.
Somente a Ingratidão – esta pantera –
Foi tua companheira inseparável!
Acostuma-te à lama que te espera!
O homem, que, nesta terra miserável,
Mora, entre feras, sente inevitável
Necessidade de também ser fera.
Semana de arte moderna
Fevereiro de 1922
Precedentes: futurismo (manifesto futurista) e artes plásticas→
Lasar Segall, Anita Malfatti e Victor Brecheret
Contexto
● Theatro Municipal (SP) de 11 a 18 de fevereiro de 1922
● Ascensão da oligarquia cafeeira
● 1977 (URSS, ano de greves em SP, PCB em 1922)
● Início da industrialização, crescimento desordenado de São
Paulo (favelização das cidades)
● Imigração Europeia (política de embranquecimento da
população brasileira)
● Pós 1° Guerra Mundial
Exposição de Anita Malfatti
● essa arte seria normal em um manicômio "Paranóia ou
mistificação?”
● Críticas de Lobato
● Capacitismo: preconceito para com deficientes
● Artistas se organizam para responder Lobato
Semana de arte moderna
● Confluência das artes(pintura, música, literatura, etc)
● Desbunde e provocação
● Anti Celebração de independência (nacionalismo crítico,
outras compreensões sobre a identidade brasileira,
valorização das produções populares, coloquiais, etc.)
● Importação crítica das vanguardas européias
Modernismo
Contexto geral
● Ascensão da Oligarquia cafeeira
● Inicio da industrialização de SP
● Imigração massiva de europeus (embranquecimento da
população)
● crescimento populacional exponencial
● 1917: greves (lutas por direitos trabalhistas) e rev.
rrussa (PCB,1922)
Precedentes
● Futurismo
● Expressionismo

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.