A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
Fisioterapia aquática

Pré-visualização | Página 1 de 1

Efeitos físicos, 
fisiológicos e 
terapêuticos da água 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Cinesioterapia aquática 
Efeitos físicos 
MASSA CORPORAL: 
Referente ao peso corporal dentro da 
água, ocorrendo uma anulação da 
força de gravidade, e o efeito físico 
chamado de empuxo, faz com que o 
peso seja menor dentro da piscina, 
entretanto a massa corporal sempre 
será a mesma. Ocorre a inversão da 
força da gravidade com o empuxo. 
Quanto maior é a área de contato com 
a água, maior é a força inversa da 
água. 
GRAVIDADE 
 
 
 
 
 
EMPUXO 
PRESSÃO: 
As moléculas dentro da água estão 
mais agrupadas, consequentemente 
realizando uma forte pressão sobre 
os tecidos e causando uma 
compressão dos vasos linfáticos, 
capilares e veias trazendo o efeito de 
drenagem linfática. 
Quanto mais fundo o indivíduo estiver 
na piscina, maior a pressão exercida 
sobre seu corpo, dificultando a 
expansão da caixa torácica, por conta 
disso pode ser usado esse efeito para 
um paciente com algum déficit 
respiratório trabalhando o 
fortalecimento pulmonar. 
OBS: deve ressaltar o cuidado em 
pacientes com insuficiências 
respiratórias muito grave. 
#quanto maior a imersão maior a 
pressão 
DENSIDADE: 
É a quantidade que uma massa ocupa 
em uma área, a densidade da água é 
maior por conta das moléculas 
agrupadas, com isso é necessário que 
o paciente exerça maior força se 
movendo na piscina durante os 
exercícios trazendo muitos benefícios. 
Pessoas com maior quantidade de 
tecido adiposo, tem maior facilidade 
em flutuar. 
Parâmetro: 
Menor que um: flutua, Ex: bola 
Maior que um: afunda, Ex: prego 
VISCOSIDADE: 
Pegajosidade da água, ou seja, a 
fluidez da água. 
FLUTUAÇÃO: 
A força de flutuação inverte a ação da 
gravidade, atuando sobre o corpo, 
deixando o peso corporal mais leve, ou 
seja, a flutuação é a resposta do 
empuxo atuando sobre a massa 
corporal. Como por exemplo um navio, 
ele possui grande densidade, mas não 
afunda por conta da grande área de 
contato e fazendo com que o empuxo 
seja grande assim ele flutue. 
EMPUXO: 
Interage com a densidade do objeto e 
a empurra para cima, ou seja, o 
empuxo age de acordo com a área de 
contato do objeto, quanto maior a 
superfície de contato, maior será o 
empuxo. 
TORQUE: 
Quanto menos denso o objeto mais 
torque ele terá. A força que o empuxo 
vai atuar sobre um objeto, Ex: bola 
 
TEMPERATURA: 
Uma temperatura elevada não pode 
ser utilizada em uma fase aguda da 
inflamação, e sim pode ser utilizada 
em uma fase crônica. Na temperatura 
elevada as moléculas apresentam-se 
mais afastadas, deixando a água mais 
fluida, e uma temperatura mais baixa, 
as moléculas tende a estar mais juntas 
deixado a água menos fluida 
(propiciando uma resistência maior). 
Temperatura elevada promove 
vasodilatação, facilitando a saída do 
líquido. 
A vasodilatação melhora da 
circulação sanguínea no tecido 
levando a uma reparação tecidual 
mais rápida. A temperatura mais 
baixa pode causar uma 
vasoconstrição. 
Temperatura elevada não pode ser 
utilizada em uma inflamação na fase 
hemorrágica, em inflamação crônica 
pode ser utilizada, para a limpeza 
desse tecido. 
REFRAÇÃO: 
É a onda luminosa proveniente do sol 
quando bate na piscina, falsificando a 
posição das coisas dentro da água, é 
utilizado para trabalhar a 
propriocepção em pacientes dentro 
da água. 
TURBULÊNCIA: 
É o efeito da água quando agitada 
(hidromassagem), as moléculas 
batem no corpo com mais força, 
gerando estímulos sensoriais, 
ajudando a inibir estímulos dolorosos, 
ou seja, teoria das comportas 
promovendo analgesia. 
O corpo necessita se equilibrar frente 
a turbulência da água, trabalhando 
também a propriocepção e equilíbrio. 
TENSÃO SUPERFICIAL 
Fina película formada na superfície da 
água. 
 
 
 
 
 
efeitos fisiológicos da água
 
SISTEMA 
CARDIORRESPIRATÓRIO 
O efeito fisiológico que a água traz 
decorrente a efeitos físicos no 
sistema cardiorrespiratório é: 
 Melhora do retorno venoso, 
aumentando a circulação do 
sangue no corpo, e 
consequentemente aumentando o 
consumo energético, o DC, e 
trazendo melhor nutrição para os 
tecidos. 
 Aumento da circulação pulmonar, 
ocorrendo mais trocas gasosas 
 Aumento do trabalho respiratório, 
ocorrendo a pressão da caixa 
torácica. 
SISTEMA 
MUSCULOESQUELÉTICO 
Aumento de fluxo sanguíneo, e 
diminuição sobre a carga articular 
devido a flutuação e o empuxo, a 
água deixa o sistema muscular mais 
ativo, ou seja, condicionamento 
muscular. 
SISTEMA RENAL 
A temperatura quente da água induz 
a perda de líquidos, ou seja, a 
temperatura leva a vasodilatação que 
sucessivamente leva o aumento do 
fluxo sanguíneo nos rins, ocorrendo 
maior filtração. 
A perda de líquidos leva a perca de 
creatinina, essa creatinina possui 
função muscular e sua perca leva a 
fadiga muscular. 
 
CURIOSIDADE 
O efeito combinado do sistema renal 
e sistema cardiovascular, em 
temperaturas termo neutras, 
diminuem a pressão arterial em 
longas imersões o que gera 
diminuição da pressão sanguínea. 
 
SISTEMA NEUROLÓGICO 
Vasodilatação: o sistema nervoso 
percebe o aumento da temperatura, 
manda a sinalização de vasodilatação 
trazendo relaxamento muscular. E 
atua também na teoria das comportas 
promovendo analgesia. 
Efeitos terapêuticos 
❖ Redução de edema 
❖ Diminuição/ espasmo musculares 
❖ Reeducação da marcha 
❖ Independência funcional 
❖ Fortalecimento muscular 
❖ Drenagem linfática 
❖ Melhora de propriocepção 
❖ Aumento da ADM 
❖ Analgesia 
❖ Aceleração e reparação tecidual 
❖ Condicionamento respiratório 
 
 
 
 
TABELA- efeito físico, fisiológico e terapêutico 
EFEITO FÍSICO: PRESSÃO 
• Efeito fisiológico: vasoconstrição (diminuição do calibre dos vasos), pressão da 
caixa torácica 
• Efeito terapêutico: drenagem linfática, condicionamento respiratório 
 
EFEITO FÍSICO: DENSIDADE 
• Efeito fisiológico: estímulo muscular (deslizamento da actina e miosina) 
• Efeito terapêutico: fortalecimento muscular 
 
EFEITO FÍSICO: REFRAÇÃO 
• Efeito fisiológico: ativação do sistema sensorial 
• Efeito terapêutico: melhora da propriocepção 
 
EFEITO FÍSICO: TEMPERATURA 
Temperatura elevada: vasodilatação 
Temperatura baixa: vasoconstrição 
• Efeito fisiológico: vasodilatação 
• Efeito terapêutico: analgesia, cicatrização, nutrição dos tecidos, relaxamento 
 
EFEITO FÍSICO: TURBULÊNCIA 
• Efeito fisiológico: teoria das comportas, ativação do sistema sensorial 
• Efeito terapêutico: analgesia, propriocepção/equilíbrio e força muscular 
 
EFEITO FÍSICO: EMPUXO E FLUTUAÇÃO 
• Efeito fisiológico: Afastamento das articulações/ decoaptação articular, impacto 
• Efeito terapêutico: aumento da ADM, utilizado em pacientes com hérnias... 
 
 
 
 
EXECUÇÃO DOS EXERCÍCIOS 
Para o fortalecimento muscular irá depender: do material do objeto, seu formato 
(área), posição do exercício e velocidade. 
A água mais fria: moléculas mais agrupadas, existe mais resistência, sendo mais 
indicado para exercícios de fortalecimento 
A água mais quente: moléculas mais longes, resistência menor 
Graus de força muscular: 
❖ Grau 1 e 2: executar o exercício a favor do empuxo 
❖ Grau 3: executar o exercício na diagonal (de lado) 
❖ Grau 4: executar o exercício na diagonal com carga ou devagar contra 
empuxo 
❖ Grau 5: executar o exercício com grande velocidade contra empuxo 
OBS: 
Esteira é a quantidade de água empurrada ao caminhar dentro da piscina.