Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
17 pág.
@prédrmolar- MORFOLOGIA DOS DENTES PERMANENTES

Pré-visualização | Página 1 de 6

Possuímos 4 incisivos superiores e 4 inferiores,
tanto na dentição decídua quanto na
permanente.
Dimensões médias:
Características:
Face Vestibular
Incisivo Central Superior (ICS)
 Registro - 11 e 21 (direito e esquerdo);
 Início de calcificação - 3 a 4 mês;
 Erupção - 7 a 8 anos;
 
Altura total: 
Altura da coroa:
Altura da raíz:
Distância V/L Max:
Distância M/D Max:
 Indispensável na estética e o mais importante na
fonação;
 Forma de cunha para cortar os alimentos;
 Com dois sulcos verticais, fusão dos lobos;
 Quando jovem apresenta bordas serrilhadas que
desaparecem com o tempo.
 Estreita na cervical e larga na incisal.
 Borda mesial mais retilínea e continua com a
borda da raiz mesial.
 Borda distal é mais convexa e faz ângulo ao
encontrar com a borda distal da raiz.
 
Face Lingual
Faces de contato
 Ângulo mesial- agudo. 
 Ângulo distal- obtuso e arredondado.
 Área de contato distal mais cervicalmente,
enquanto a mesial mais incisal.
 Mais estreita que a vestibular.
 Terço cervical - saliência arredondada
desenvolvida - cíngulo.
 Terços médio e incisal - depressão que é a fossa
lingual.
(Quando essa fossa é muito profunda, acaba
dando origem a um orifício que denomina-se:
Forame cego.)
 Limitando-se a fossa lingual - cristas marginais.
 (mesiais e distais)
 Olhando destas faces caracterizamos o aspecto
de cunha.
 As face V e L convergem para a incisal fazendo
com que a borda incisal e ápice da raiz fiquem
centrados ao longo do eixo do dente.
 Observamos a convexidade da face vestibular e a
concavidade da lingual (palatina).
 Observamos um bisel na incisal voltado para L.
 Na linha cervical há uma diminuição na distância
VL.
morfologia
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
Masc. Fem.
23.92 23.02
11.00 10.08
10.02 12.94
6.97 7.04
8.32 8.37
dentes permanentes
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
@
prédrm
olar
A parte incisal tende a fazer uma curvatura
para a lingual (face palatina);
Observar a incisal e ápice da raiz no longo eixo
do dente.
Raiz
 
 Mais reta e arredondada (triangular);
 Corte transversal observamos que ela é triangular
de ângulos arredondados. Isto devido à maior face
ser vestibular;
 Tem o ápice arredondado e quase não desvia
para distal.
As características dos laterais são muito
parecidas com a dos centrais, porém são bem
menores.
Dimensões médias:
Características gerais:
Incisivo Lateral Superior (ILS)
 Registro: 12 e 22 (direito e esquerdo);
 Início de calcificação - 1 ano;
 Erupção - 8 a 9 anos;
 Termino de calcificação - 11 anos;
 Tem a aparência do ICS mas com dimensões
menores;
 Dente com inúmeras variações desde a forma
cônica da coroa até a presença de tubérculos
pontiagudos e sulco lingual profundo, mas todas
estas características são consideradas anomalias.
Masc. Fem.
22.30 22.08
9.53 9.04
12.77 13.04
6.08 6.41
7.03 6.53
Altura total: 
Altura da coroa:
Altura da raíz:
Distância V/L Max:
Distância M/D Max:
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
__
_
_
_
_
Face Vestibular
Face Lingual
Fossa Proximal
Dentes conóides - Formato de um cone,
esteticamente.
 Mais convexa no sentido MD;
 Ângulos mesial e distal mais arredondados que o
incisivo central;
 Borda incisal inclinada para a distal.
 Semelhante ao ICS as cristas marginais mais
detalhadas;
 Fossa lingual mais profunda;
 Geralmente a presença de fosseta lingual é a
mais profunda aparecendo o forame cego;
 Cíngulo mais estreito.
 Semelhante ao ICS, porém menor no sentido VL;
 Borda incisal coincide com o longo eixo do dente;
 Lincha cervical mais fechada - distância VL.
@
prédrm
olar
Raíz
Dimensões médias
 Mais longa que a do ICS corresponde a uma vez e
meia a coroa do dente;
 Apresenta um desvio para a distal;
 Sofre achatamento no sentido MD.
Incisivo Central Inferior (ICI)
 Menor e mais simétrico dente da dentição
humana, apresenta características menos
evidentes, como os sulcos e cristas que o incisivo
central superior.
 Registro - 31 e 41 (direito e esquerdo)
Altura total: 
Altura da coroa:
Altura da raíz:
Distância V/L Max:
Distância M/D Max:
Masc. Fem.
20.78 20.60
8.51 7.95
12.27 12.65
5.70 5.46
5.40 5.24
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
__
_
_
_
_
Face Vestibular 
Face Vestibular
Face Lingual
Face de contato
 2/3 da largura dos ICS;
 Convexa no terço cervical e plana nos terços
médio e incisal;
 Ângulos M e D quase retos;
 Bordas M e D convergem para o colo pouco
acentuada.
 Formato retangular;
 Linha cervical;
 2 sulcos de desenvolvimento;
 3 lóbulos de desenvolvimento;
 3 mamelões;
 Bossa vestibular no terço cervical.
 Levemente côncava e menor que a vestibular;
 Cíngulo baixo e cristas marginais pouco ou nada
visíveis;
 Fossa lingual é apenas uma leve depressão.
 São triangulares de base cervical;
 Deslocada para a lingual em relação ao longo
eixo do dente;
 Linha cervical (colo) é bem fechada.
@
prédrm
olar
Raiz
Características
Face Vestibular
 Retilínea sem inclinação para qualquer lado;
 Muito achatada no sentido proximal;
 Apresenta sulcada mesio - distalmente;
 No corte transversal maior diâmetro VL.
Incisivo Lateral Inferior (ILI)
 
 
 
 
 
 
 
 Registro - 32 e 42 (direito e esquerdo)
 Início de calcificação - 3 a 4 mês;
 Erupção - 7 a 8 anos;
 Termino de calcificação - 10 anos.
 Muito parecido com o central inferior;
 Ligeiramente maior em todas as dimensões da
coroa e raiz;
 Borda incisal mais larga.
 Difere do central por apresentar as bordas M e D
mais convergentes (inclinadas);
 Ângulo distal mais arredondado e obtuso. 
Face Lingual
Faces de contato
Raiz
 Por esta vista são observadas os mesmos aspectos
citados na face Vestibular;
OBS: Dificilmente conseguimos diferenciar estes
dois dentes, a não ser que sejam de um mesmo
paciente.
 Apresenta uma diferença que pode nos ajudar na
diferenciação entre o ICI, o ângulo disto-incisal,
apresenta um leve desvio para lingual;
 Isto faz então com que a borda incisal se incline
em direção a lingual no sentido MD.
 Mais longa em relação a do ICI;
 Mais robusta e com sulcos mais profundos
principalmente o distal.
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
__
_
_
_
_
_
@
prédrm
olar
Face Vestibular 
Canino superior (CS)
 
 
 
 
 
 
 
 
 Registro - 13 e 23 (direito e esquerdo);
 Destinam-se a cortar alimentos que requeiram
grande força mastigatória para serem fracionados,
trabalho que fica facilitado pela forma da coroa,
que, com o vértice da borda oclusal, atua como
ponta aguçada ou dilacerante;
 A forma da coroa do canino caracteriza-se como
uma transição entre o incisivo lateral e o pré-molar
(presença do Lobo Palatino que no PM se
transforma em cúspide).
 Forma pentagonal e diâmetros desiguais e não
quadrangular como os incisivos (Incisal com duas
vetentes);
 A vertente mesial é mais curta e menos inclinada
(angulada) que a distal;
 As faces mesial e distal convergem para o colo
sendo a convergência distal mais acentuada.
 A face mesial é mais alta e plana que a distal que
é mais baixa e mais arredondada;
 As áreas de contato estão em níveis diferentes
Face Lingual
Faces de contato
sendo que na distal ela é mais cervical e na mesial
é mais incisal;
 A face vestibular tem no
centro uma elevação 
longitudinal em forma de
crista que termina na ponta
da cúspide. É acompanhada
de cada lado por sulcos rasos, que dão um aspecto
Página123456