A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Tecido conjuntivo

Pré-visualização | Página 1 de 1

• A maior parte dos tecidos conjuntivos
origina-se das células do folheto
germinativo intermediário dos
embrionários conhecido como
mesoderme, especialmente mesenquima.
As células mesenquimais são alongadas e
possuem um núcleo oval.
• Estas células possuem muitos
prolongamentos citoplasmáticos e são
imersas em uma matriz extracelular
abundante e viscosa com poucas fibras
• Estas células migram de se lugar de
origem e penetram nos órgãos em
desenvolvimento e dão origem também a
tecidos epiteliais.
Os componentes do tecido conjuntivo
podem ser divididos em três classes:
Células., fibras e substancia fundamental
Tecido Conjuntivo é um tecido de
conexão, que possui uma variabilidade de
células separadas por uma matriz
extracelular, composta por fibras e
substancia fundamental
• Conectar um tecido ou órgão ao outro;
• Mantém os órgão suspensos da parede
corporal ou de outros órgão;
• Isolam os órgãos e os protegem das
lesões mecânicas, sendo responsável pela
forma dos órgãos e do corpo;
• São como linha de defesa importante
uma vez que numerosas células
protetoras fazem parte da sua população
celular;
• Função nutridora;
• Regulação térmica;
• Metabolismo líquido;
• Armazenamento de reservas 
alimentares;
• Reparação tecidual e na regeneração.
Componentes
Tecido conjuntivo
Funções
Introdução Origem
• Colágenas: Fibras mais frequentes no
tecido conjuntivo, coloração branca a
fresco. Longas, trajeto sinuoso e diâmetro
variável, podem aparecer agrupadas em
arranjos paralelos formando feixes.
Acidófilas = rosa pela HE, e verde pelo
Gomori.. Composta por proteina Colágeno
tipos 1 e 2 -
Predominam no Tecido Conjuntivo Denso
Modelado e Não Modelado
• Reticulares: Constituídas por colágeno
tipo III associado a glicoproteína e
proteoglicano. Fibras delicadas, argirófilas,
PRATA = negro (colágenas-castanho).
Formam o arcabouço dos órgãos
hemocitopoéticos e uma rede em torno
das células de órgãos como o fígado e
rins. (Tecido Conjuntivo Reticular)
• Elásticas: Delgadas, Coloração
amarelada a fresco (Fibras amarelas do
conjuntivo). Formam o Tecido Conjuntivo
Elástico. Coloração por métodos seletivos
(fucsina resorcina, fucsina aldeído ou
orceína) em roxo ou fúcsia. Principal
componente – Proteina elastina. Forma a
parede de vasos sangüíneos calibrosos
(membranas fenestradas) e é encontrada
na cartilagem elástica.
Substância fundamental amorfa
(SFA):
• É o principal constituinte do tecido
conjuntivo
• As células do tecido conjuntivo ficam
imersas em grande quantidade de
substancia intercelular, denominada matriz.
• Incolor, transparente e opticamente
homogênea. Preenche os espaços entre
as células e fibras do tecido conjuntivo, e
sua viscosidade representa uma barreira
à penetração de partículas estranhas.
Composição: Proteoglicanas =
Glicosaminoglicanas + Proteinas
são divididas em três tipos: colágenas,
elásticas e reticulares
Tecido conjuntivo
Fibras
Matriz extracelular
A população de células em qualquer Tec.
Conjuntivo irá variar, conforme o tecido
considerado e conforme o estado
fisiológico do tecido no momento da
observação.
• População de Células residentes
- Células Mesenquimais: São células
precursoras encontradas principalmente
na medula óssea. É uma população rara
de células-tronco multipotentes capaz de
oferecer suporte a hematopoese e de se
diferenciar em diversas linhagens celulares
como os condrócitos, osteócitos,
adipócitos e tenócitos.
Células
Tecido conjuntivo
-- Células Reticulares: As células
reticulares são células de grande
dimensão, com núcleo ovalado esponjoso
e citoplasma corado de azul-acinzentado,
providas de prolongamentos que se
unem entre si, em rede (retículo);
encontram-se nos órgãos
hematopoiéticos; representam os
precursores das células sanguíneas ou
das células conjuntivas livres dos tecidos
(histioblastos).
- Fibroblastos: Produzem fibras e
substancia fundamental, e estão
envolvidas na produção de fatores de
crescimento
- Macrófagos: Envolvem e digerem
substancias estranhas (fagocitose)
- Mastócitos: Células responsáveis pelo
processo inflamatório, reações alérgicas e
na expulsão de parasitas
- Adipocitos: Armazenam gordura,
formam grandes capas capazes de
proteger órgãos de impacto e do frio
que também servem como fonte de
energia, vitaminas lipossolúveis e agua
• População de Células transitórias
- Plasmócitos: Os plasmócitos sintetizam e
secretam anticorpos, proteínas
específicas também denominadas
imunoglobulinas, fabricadas em resposta à
penetração de moléculas estranhas, que
recebem o nome de antígenos
- Melanócitos: Os melanócitos são
células produtoras de melanina
responsáveis pela pigmentação da pele.
São células derivadas da crista neural,
que se localizam não só na camada
inferior da epiderme, como também
em partes do olho (a úvea), no ouvido
interno, no epitélio vaginal, nas
meninges, nos ossos [6] e no coração.
A melanina, uma vez sintetizada, fica
armazenada em organelas especiais
chamadas melanossomas que podem
ser transportadas para queratinócitos
próximos.
- Linfócitos:
Os linfócitos são células responsáveis
pela defesa imunológica do organismo.
Elas reconhecem antígenos existentes
em diferentes agentes infecciosos,
combatendo-os por meio de produção
de imunoglobulinas e resposta citotóxica
mediada por células.
Se dividem em Linfocitos B e linfócitos
T
Tecido conjuntivo
Classificação
O tecido conjuntivo pode ser classificado,
segundo a composição de suas células e
matriz extracelular, como tecido
conjuntivo propriamente dito e tecido
conjuntivo especial.
Tecido conjuntivo propriamente dito
• Tecido conjuntivo frouxo
• Tecido conjuntivo denso
Tecido conjuntivo especial
• Tecido adiposo
• Tecido cartilaginoso
• Tecido ósseo
• Tecido sanguíneo