Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
70 pág.
CÃES

Pré-visualização | Página 1 de 2

Téc. Manejo e Contenção Animal
Curso Técnico em Veterinária
Viviane Ribeiro
CRMV – SP 22.166
MANEJO DE CÃES 
ESCOLHENDO UMA RAÇA
CONSIDERAÇÕES
 ESPAÇO DISPONÍVEL:
Apartamentos ou casas sem quintal: pequenos e 
médios
Casa com quintal: cães grandes
 UTILIDADE
Cães de companhia: 
mais dóceis e brincalhões 
Convivem bem com pessoas estranhas
MANEJO DE CÃES
Cães de Guarda:
Focado em defender seu dono e território. 
Inteligente, forte, obediente ao dono, responde 
rápido a ameaças, resistente e de fácil adestramento
 TIPO DE PELAGEM
Pelos curtos: menos cuidado e mais queda
Pelos compridos: mais cuidado e menos queda
 TEMPERAMENTO
Cachorro X dono
MANEJO DE CÃES
 DISPONIBILIDADE
Solidão (estresse, melancolia, depressão, ansiedade, 
etc) 
Travessura
Uivos
 ESCOLHA DO SEXO
FÊMEA 
Cio
Guardam pessoas
 MACHO
 Demarcam território
 Fogem atrás de fêmeas no cio
 Guardam o território
 Brigam pela liderança
 Distraídos
 Mais bonitos
MANEJO DE CÃES
MANEJO DE CÃES
 RANKING DE INTELIGENCIA CANINA
1º Boder Collie
2º Poddle
3º Pastor Alemão
4º Golden Retriver
5º Doberman
9ª Rottweiler
27º York Shire
57º Pug
68º Lhasa Apso
70º Shih Tzu
MANEJO DE CÃES
 Onde adquirir um filhote
Canil especializado
Criações particulares
Feiras de filhotes e Pets
Pet Shop (liberados)
Feira de adoção
 Como diminuir as chances de ser enganado
Exija contrato
Kennel Clube
MANEJO DE CÃES
Procure sempre indicação de profissionais ou 
conhecidos
Pesquisar em sites, rede sociais
Pedir telefone de alguns clientes
Ir ate o local e verificar higiene, matrizes e pais
Pesquisar se o canil existe legalmente
 Carteira de vacinação com as doses de múltiplas 
canina assinada por um MV (no mínimo 1 dose)
MANEJO DE CÃES
Criador consciente é seleto também na hora da venda 
da sua ninhada, eles pesquisam os interessados e o 
questionam para saber se o possível dono se adequa ao 
estilo de vida do animal
Animais com pedigree: animais sem não significa ser 
mestiço
R$ do animal
MANEJO DE CÃES
 Onde adquirir um filhote
Canil especializado
Criações particulares
Feiras de filhotes e Pets
Pet Shop (liberados)
Feira de adoção
 Como diminuir as chances de ser enganado
Exija contrato
Kennel Clube
MANEJO DE CÃES
 Como escolher o filhote
Cuidado com cães dominantes da ninhada, eles exigem 
mais experiência dos donos, pois vão querer mandar 
na casa
Cuidado com cães muito medrosos, cães que se sintam 
ameaçados, não podemos prever até onde ele pode ir
Cães intermediários, que sejam de olhares vivos e seja 
corajoso, porem que não seja um desafio
Brinque com o filhote e veja como ele se comporta
Higiene do local
MANEJO DE CÃES
Onde estão os pais, se estão presos verifique o motivo
Olhos brilhantes e sem secreções
Nariz: úmido
Orelhas secas 
Pelagem: macios, com brilho e sem falhas
Abdômen: pode estar aumentado logo após a refeição
 ATENÇÃO COM ANIMAIS MICRO, MINI, ZERO 
OU ANÃO
MANEJO DE CÃES
Padrão de raças: Confederação Brasileira de 
Cinofilia, filiada a Federação Cinológica 
Internacional
Algumas raças tem em sua descrição o termo Anão 
(Spitz Alemão Anão)
Esse tipo de animais “os super pequenos”, são 
animais que podem ter a saúde severamente 
comprometida e de tão frágeis, a criação tem que 
ser diferenciada.
MANEJO DE CÃES
 Animais precisam:
Regras
Espaço
Brincar
Interações
Atenção
ORIENTAÇÕES PARA A 
ATIVIDADE REPRODUTIVA 
DE CÃES 
“A DECISÃO DE ACASALAR O PET”
MANEJO REPRODUTIVO DE CÃES
 Assegurar a saúde do animal
 Assegurar que os animais estejam vacinados
 Definir dietas e controle de endo e ectoparasiticidas
 Falar sobre problemas relacionado a raça (se for o caso)
 Discutir a melhor estratégia para o momento do coito, 
e caso haja necessidade, um plano B
MANEJO REPRODUTIVO DE CÃES
 Fêmeas Caninas são consideradas monoéstricas.
Apenas 1 ciclo fértil por época reprodutiva
 PUBERDADE
FÊMEAS
O 1º cio define a puberdade
RAÇA PEQUENA: 6 à 12 meses
RAÇA MÉDIA E GRANDE: 7 À 13 MESES
RAÇA GIGANTE: 16 À 24 MESES
MANEJO REPRODUTIVO DE CÃES
MACHO
6 à 8 meses, e a passagem se dá pela mudança de 
comportamento
 MATURIDADE SEXUAL
FÊMEA: a partir do 3° cio
MACHO: a partir de 18 meses
 CICLO ESTRAL
O ciclo da fêmea é dividido por 4 fases, são elas:
MANEJO REPRODUTIVO DE CÃES
 1º PROESTRO
Atrai o macho mas não aceita a monta
Aumento do volume da vulva e sangramento
Não fértil
Dura 7 a 9 dias
 2º ESTRO
Ocorre a ovulação
Fêmea aceita a monta
Não há sangramento
Dura certa de 5 dias
MANEJO REPRODUTIVO DE CÃES
 3º DIESTRO
Presença de hormônios típicos da gestação
Dura 45 dias
 4ª ANESTRO
Sem alterações hormonais
Dura cerca de 4 meses
MANEJO REPRODUTIVO DE CÃES
 PERÍODO DE GESTÃO
 63 dias na média (58 a 68 dias)
MANEJO REPRODUTIVO DE CÃES
AVALIAÇÃO DOS REPRODUTORES
Imunização adequada
Ectoparasiticidas: pulgas e carrapatos 
Endoparasiticida: 
Vermifugação antes do cruzamento em ambos 
a partir de 45 dias de gestação, depois acompanha 
vermifugação dos filhotes
Nutrição: rações adequadas. 
Temperamento dos pais:
Filhos com características semelhantes
Animais agressivos, podem se machucar durant
e o coito
MANEJO REPRODUTIVO DE CÃES
 AVALIAÇÃO NEGATIVAS PARA A REPRODUÇÃO
Score corpore - Obesas e magras demais 
Problemas cardíacos graves
Animais com portes diferentes
Cães com DST’s (tumor de Stikers ou Brucelose)
Doenças transmissíveis geneticamente: displasia, 
catarata precoce, alergias, epilepsia,...
MANEJO REPRODUTIVO DE CÃES
 Monta natural
Fêmea na casa do macho entre o 9 dia ao 14° dia, ou 
enquanto a fêmea estiver aceitando o macho
Local tranquilo, sem muita luz e barulho
Não forçar, não interferir, a monta acontece 
naturalmente 
O ato dura de 20 a 60 minutos
Os animais se afastam naturalmente depois da monta
O ACASALAMENTO TEM 
3 FASES
MANEJO REPRODUTIVO DE CÃES
MANEJO REPRODUTIVO DE CÃES
 Inseminação Artificial
Diferença de peso e tamanho entre os reprodutores
Reprodutores que não aceitam o acasalamento
Impedimento físico
Distância entre os reprodutores
 Acompanhamento
A partir do 7° dia
Dosagem de progesterona
Citologia vaginal
MANEJO REPRODUTIVO DE CÃES
 Vias
Vaginal
Intrauterina
 Sucesso
90% sêmen fresco
80% sêmen resfriado
60% sêmen congelado
MANEJO REPRODUTIVO DE CÃES
 Exercícios: limitados
 Medicamentos: evita los, apenas com prescrição do 
veterinário. 
 Nutrição: a partir do 1/3 final da gestação
Ração de filhotes – necessidade calórica aumentada, 
espaço diminuído, 
 EXAMES:
US: 20 a 25 dias
RX: 45 dias
HEMOGRAMA
MANEJO REPRODUTIVO DE CÃES
 Caixa de Maternidade
Tamanho: 15 a 20 cm a mais da fêmea deitada e bem 
esticada
Altura: 40 a 50 cm
 O suficiente para mãe conseguir sair e deixar os filhotes 
protegidos e com espaço limitado
Guard-rail: 15 cm de largura
 Filhotes se escondem da luminosidade e/ou da mãe garantindo a 
segurança
Lâmpada
 manter a temperatura caso necessário
Caixa suspensa do chão
MANEJO REPRODUTIVO DE CÃES
 Caixa de Maternidade
MANEJO REPRODUTIVO DE CÃES
 Caixa de Maternidade
MANEJO REPRODUTIVO DE CÃES
 Caixa de Maternidade
MANEJO REPRODUTIVO DE CÃES
 Lembrem se
A fêmea vai atrás de um local tranquilo, sem muita luz e 
barulho e que se sinta protegida 
Geralmente perto do seu dono
É o nosso dever proporcionar o ambiente mais favorável 
possível para a fêmea
MANEJO REPRODUTIVO DE CÃES
 SINAIS DO PARTO
1 semana antes: diminuição do apetite
48h antes: produção do colostro
12 a 24h antes: queda de 1°C na temperatura, 
desconforto, sem posição para deitar, cava o ninho 
(próximo ao tutor)
Quanto mais próximo do parto, mais agitada fica
Respiração acelerada
Lambem e olham para a vulva
Recusam comida
MANEJO REPRODUTIVO DE CÃES
Contrações
 O PARTO
1º O FETO SE APRESENTA
2º EXPULSÃO ATRAVÉS DA 
CONTRAÇÃO
3º EXPULSÃO DA PLACENTA
MANEJO REPRODUTIVO DE CÃES
Dados:
12 a 24h queda da temperatura
6 a 24h dilatação da
Página12