A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
ATIVIDADE A3 - Estilo de Vida Saúde e Meio Ambiente

Pré-visualização | Página 1 de 1

ATIVIDADE A3 
CORONAVÍRUS DO BRASIL X ITÁLIA 
 
 A Itália possui uma densidade populacional menor e as condições de 
acesso à saúde são diferentes entre os 2 países. 
Podemos observar que na figura um, ou seja, o primeiro gráfico mostra 
que a Itália apresentou um grande aumento no percentual da taxa de letalidade 
comparado com o Brasil. 
Em março de 2020 a Itália estava com 7% de letalidade para um pouco 
mais de 14% em junho de 2020, já o Brasil estava com 0% em março de 2020, 
teve um crescimento de 7% em abril de 2020 e em junho de 2020 caiu para baixo 
de 6%. 
Podemos destacar essa discrepância em porcentagem por que o Brasil 
teve a possibilidade de conseguir hospitais de campanhas, preparar o UTI’s para 
atendimento exclusivo a pacientes com COVID-19, atender prontamente neste 
momento crítico. A capacidade em atender as pessoas diz respeito à qualificação 
dos profissionais e com o isolamento social. 
Na figura 2, ou seja, o segundo gráfico que nos mostra a faixa etária no 
Brasil, podemos destacar, que a maior parte da população tanto masculina 
quanto feminina variam dos 15 aos 39 anos. 
Na figura 3, ou seja, o terceiro gráfico que nos mostra a faixa etária na 
Itália, podemos destacar que a maior parte da população tanto masculina quanto 
feminina varia um dos 45 aos 59 anos. 
A Itália, mesmo com uma densidade populacional menor, teve mais 
letalidade do que comparado ao Brasil, isso pode ser justificado que 23% de sua 
população tem mais de 65 anos o que aumenta o risco de morte mas não é 
apenas os idosos que sofreram, podemos observar que a faixa etária variou dos 
45 aos 59 anos, isso se justifica pelo atraso nas políticas de distanciamento 
social e subnotificação de casos, que combinados com a população idosa, faz 
com que as taxas de letalidade se sobressaiam em relação ao número de 
doentes. 
Além dessa taxa de letalidade elevada na Itália, a maioria são mulheres a 
partir dos 30 até 99 anos, podendo observar que a letalidade varia de acordo 
com a sua natalidade, idade, população e características socioeconômicas. 
O Brasil tem uma população menos idosa comparada com a Itália, mas a 
taxa de letalidade por gênero, também em sua maioria é do sexo feminino, a 
partir de 29 anos até 94 anos. 
O que pode ser justificado pela letalidade de gênero feminino é que em 
sua totalidade mundial é que temos 48,2% de homens 51,8% de mulheres, 
segundo o IBGE