A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
anatomia e fisiologia dos lobos, sulcos e giros do cérebro

Pré-visualização | Página 1 de 1

Como a gente já estudou, o cérebro, junto com as outras partes do encéfalo, agem como centro de controle do organismo 
E hoje a gente discutiu a morfofisiologia do telencefalo, que é dividido em 2 hemisférios, D e E e 5 lobos que já vou detalhar.... Além disso, a superfície cortical não é uniforme, há saliências (giros) e as depressões (sulcos)
-Compreender a morfofisiologia dos lobos, sulcos e giros.
telencéfalo compreende os dois hemisférios cerebrais e
LOBOS: frontal, temporal, parietal e occipital. Além da ínsula (mais profundo/ sem relação imediata c os ossos do crânio)
· lobo occipital, que está todo, direta ou indiretamente, relacionado com a visão.
LOBO FRONTAL: acima do sulco lateral e adiante do sulco central 
MOVIMENTO VOLUNTÁRIO, PLANEJAMENTO DE MOVIMENTO, MOVIMENTO DOS OLHOS, PRODUÇÃO DA FALA (BROCA), FUNÇÕES COGNITIVAS EXECUTIVAS E RESPOSTA EMOCIONAL (sist. límbico)
a) sulco pré-central - paralelo ao sulco central e dividido em doís segmentos;
b) sulco frontal superior –da porção superior do sulco pré-central e vai perpendicular a ele;
c) sulco frontal inferior -da porção inferior do sulco pré-central, p/ frente e p/ baixo
IMPORTANTE Entre o sulco central e o sulco pré-central, está o giro pré-central = principal área motora do cérebro..
GIRO FRONTAL SUPERIOR, GIRO FRONTAL MEDIO, GIRO FRONTAL INFERIOR (três partes: orbital. triangular e opercular.)
O giro frontal inferior do hemisfério cerebral esquerdo é denominado giro de Broca, e aí se localiza, na maioria dos indivíduos, uma das áreas de linguagem do cérebro
RESUMINHO DO FRONTAL Sulcos: pré-central, frontal superior, frontal inferior, orbitário, e olfatório. Giros: pré-central, frontal superior, médio e inferior, reto e orbital.
LOBO TEMPORAL: AUDIÇÃO, OLFATO, IDENTIFICAÇÃO DE OBJETOS, RESPOSTA EMOCIONAL, MEMÓRIA, PALADAR
Principalmente estímulos auditivos
· sulco temporal superior
· sulco temporal inferior
Entre os sulcos lateral e temporal superior = giro temporal superior; 
entre os sulcos temporal superior e o temporal inferior = giro temporal médio;
abaixo do sulco temporal inferior, localiza-se o giro temporal inferior. (se limita c/ sulco occípito-temporal 
Afastando-se os lábios do sulco lateral, aparece seu assoalho, que é parte do giro temporal superior. A porção posterior deste assoalho é atravessada por pequenos giros transversais, os giros temporais transversos. dos quais o mais evidente, o giro temporal transverso anterior (área da audição)
RESUMINHO DO TEMPORAL: Sulcos: temporal superior e inferior | Giros: temporal superior, médio e inferior, parahipocampal, fusiforme, occipito-temporal-medial
LOBOS PARIETALSENSIBILIDADE SOMÁTICA GERAL, PERCEPÇÃO ESPACIAL DE OBJETOS, SONS, PARTES DO CORPO. COMPREENSÃO DA FALA (Wernicke)
SUBDIVISÃO:
ANTERIOR CORTEX SOMATOSENSORIAL percepção sensações tato, dor e calor
POSTERIOR secundário / analisar, integrar e interpretar informações
· sulco pós central
· sulco intraparietal
· Entre os sulcos central e pós-central há: giro pós-central (área somestésica)
O sulco intraparietal separa o lóbulo parietal superior do inferior (onde tem dois giros: o giro supramarginal e o giro angular)
RESUMINDO LOBO PARIETAL Sulcos:pós-central e intraparietal
Giros: pós central, supramarginal, angular, lóbulo parietal superior e inferior
LOBO OCCIPITAL: visão
RESUMINDO LOBO OCCIPITAL: Sulcos: parieto-occipital e calcariano
Giros: occipito-temporal-medial e cúneos
Ínsula Quando eu afasto os lábios do sulco lateral, há ampla fossa: onde tá a ínsula, lobo cerebral que, durante o desenvolvimento, cresce menos que os demais e acaba recoberto pelos lobos vizinhos, (frontal, temporal e parietal). 
🡪 forma cônica e apresenta alguns sulcos e giros (sulco circular, sulco central, giros curtos e giro longo da ínsula.)
Formada por córtex insular anterior (paladar) e córtex insular posterior (região límbica = emoções e sensações)
LOBO LIMBICO (região formada por neurônios, constituído de massa cinzenta )
Formado porhipotalamo, corpos mamilares, tálamo, giro cingulado, amigdala, hipocampo
SULCOS: depressões que delimitam os giros cerebrais
· permite considerável aumento de superfície sem grande aumento do volume cerebral e sabe-se que cerca de dois terços da área ocupada pelo córtex cerebral estão "escondidos" nos sulcos.
· Muitos sulcos são inconstantes e não recebem denominação; outros, mais constantes, recebem denominações especiais e ajudam a delimitar os lobos e as áreas cerebrais. 
· sulcos ajudam a delimitar os lobos cerebrais, que recebem sua denominação de acordo com os ossos do crânio, com os quais se relacionam. 
Em cada hemisfério cerebral os dois sulcos aka fissuras + importantes são: 
a) sulco lateral/ de SYLVIUS Começa na base do cérebro (fenda profunda que, separando o lobo frontal do lobo temporal, dirige-se para a face dorsolateral do cérebro) acaba dividindo-se em três ramos: ascendente, anterior (penetram o lobo frontal) e posterior (termina no lobo parietal)
Separa o lobo temporal, situado abaixo, dos lobos.frontal e parietal. situados acima
b) sulco central profundo e geralmente contínuo,separando os lobos frontal e parietal. É ladeado por dois giros paralelos, um anterior, giro pré-central. e outro posterior, giro pós-central. O giro pré-central (motricidade), e o pós-central (sensibilidade)
-Entender como se dá a vascularização do cérebro. 
maior quantidade de fibras elásticas para garantir a proteção do tecido nervoso (fluxo sanguíneo)
O sangue chega ao interior do encéfalo pelas ARTÉRIAS INTRACRANIANAS
O encéfalo é vascularizado através de 2 sistemas
VERTEBRO-BASILAR (artérias vertebrais)
CAROTIDEO (artérias carótidas internas)
Na base do crânio as artérias formam um polígono anastomótico POLIGONO DE WILLIS (de onde saem as principais artérias da vascularização cerebral)
As art. Vert. Se anastomosam originando a artéria BASILAR
(duas artérias cerebrais posteriores/ irrigama parte posterior da face inferior de cada um dos hemisférios)
As art. Carot. Int. originam = art cerebral MÉDIA e art cerebral ANTERIOR
Art cerbral anteriores se comunicam pela art COMUNICANTE ANTERIOR.
Art cerebrais POSTERIORES se comunicam pelas art COMUNICANTES POSTERIORES
Art CARÓTIDA INTERNA: vem da bifurcação da carótida comum; Penetra na cavidade craniana pelo osso temporal.
Perfura as meninges dura mater e aracnoide, o sulco lateral, vai ser dividida em art cereb media e anterior. Irrigará a parte anterior do encéfalo (frontal, parietal, temporal e o diencefalo)