A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Sabendo que o melhoramento genético trabalha com a diversidade genética de uma espécie, e a transgenia é a modificação, faça um resumo explicando a diferença, os benefícios e os malefícios

Pré-visualização | Página 1 de 1

Sabendo que o melhoramento genético trabalha com a diversidade genética de uma
espécie, e a transgenia é a modificação, faça um resumo explicando a diferença, os
benefícios e os malefícios
Transgenia ou Organismo Geneticamente Modificado (OGM). É um organismo que recebe
um gene de outro organismo doador. Com isso sofrem alteração no seu DNA que mostra
característica que o organismo não tinha antes. Na natureza, as mutações são comuns e
naturais ocorrem com frequência. no casos como OGM, os cientistas controlam as
mutações de perto e depois estudam se o produto final é igual ou parecido ao organismo
modificado. os OGM ou transgênicos ajudam os cientistas a entenderem os problema da
humanidade em relação a fome doenças e até mesmo no clima . a biotecnologia oferece
muitas possibilidade para melhorar a qualidade de vida humana, um dos principais motivos
e criar plantas resistente a doença e pragas para não ficarem dependendo de produtos
químicos melhorando o alimento e a saudades das pessoas. lembrando que os cientista
não inventaram essas técnicas em laboratório, eles observaram a natureza. Viram que
alguns organismo tem capacidade própria para se transferir como um exemplo
Agrobacterium tumefaciens uma bactéria do solo e assim então passaram a utilizar essa
bactéria. Essa não é a única forma para desenvolver OGM. A evolução das técnicas de
engenharia genética foi criando métodos mais rápidos e eficientes de transformação
genética. O mais usado hoje em dia é a biobalística que o gene é colocado para dentro da
planta. A Lei Brasileira de Biossegurança (11.105/05), que regula as atividades com
transgênicos e de Biotecnologia em geral, está entre as leis mais rigorosas do mundo. Essa
legislação determina que, desde a sua descoberta até chegar a ser um produto comercial,
um transgênico é obrigado a passar por muitos estudos, que levam aproximadamente 10
anos de pesquisa. Esses estudos buscam garantir a segurança alimentar e ambiental do
produto final. Somente depois de analisado e aprovado pela CTNBio é que o produto vai
para o mercado. Ou seja, a produção de transgênicos é uma atividade legal e legítima,
regida por legislação específica e pautada por rígidos critérios de biossegurança . Mas
contudo eles podem trazer riscos para a saúde como os principais deles: aumento das
alergias, aumento de resistência aos antibióticos, aumentos das substâncias tóxicas, maior
quantidade de resíduos de agrotóxicos. Dentre as vantagens do alimento transgênico,
podemos citar a capacidade de produção de sementes com qualidade nutritiva maior que as
sementes orgânicas, o aumento e a melhoria na produtividade pela maior resistência às
doenças e pragas, a redução nos custos de produção e a expansão no conhecimento
científico.