A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
ADMINISTRAÇÃO DE CAPITAL DE GIRO

Você está vendo uma pré-visualização

Pre-visualização do material ADMINISTRAÇÃO DE CAPITAL DE GIRO - página 1

ADMINISTRAÇÃO DE CAPITAL DE GIRO

ADMINISTRAÇÃO DE CAPITAL DE GIRO, ORÇAMENTO E FLUXO DE CAIXA
1- Importância e Volume do capital de giro:
· O nível de estoque que repercute no volume de vendas;
· Os prazos de financiamento das vendas;
· As características de sazonalidade do negócio;
· Os fatores cíclicos da economia (períodos de recessão, períodos de expansão);
· A tecnologia de processo e produto que repercutem no ciclo das operações da empresa (quanto maior o ciclo das operações, período que leva para o produto ser produzido, maior será a necessidade de capital de giro).
2 – 
A) Ciclo de Caixa = 8+16+4+40-30 = 38
B) Giro de Caixa = 360/38 = 9,4738 = 9 dias ao ano
3 – 5 “Cs” do crédito:
Capacidade: Capacidade do possível cliente em pagar o crédito/financiamento/empréstimo. Serão analisadas neste ponto o segmento do negócio, experiência do solicitante, fluxo de caixa, dívidas, e etc...
Colateral: São garantias que o cliente tem a oferecer para caso não consiga pagar o crédito, como imóveis, veículos e demais bens que podem ser penhorados em caso de inadimplência.
Caráter: É analisado o histórico financeiro do cliente, como negócios anteriores, dívidas, score no SERASA, financiamentos e prazos de pagamentos em dia.
Condições: Busca entender o momento atual da empresa: se precisam de crédito pois estão em expansão, ou a beira de falir, ou estagnados e pretendem investir. É um dos principais fatores, pois verificando o estado da empresa, avalia-se se é propício o fornecimento de crédito ou não.
Capital: É a análise do patrimônio líquido atual da empresa, medindo seus investimentos, rentabilidade, dívidas ativas subtraindo o valor total do patrimônio líquido. Essa análise é feita com o capital atual, para verificar as possibilidades que a empresa tem antes de receber (ou não) o crédito solicitado.