A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
18 pág.
ESTAGIO REMOTO OBRIGATORIO 2

Pré-visualização | Página 1 de 3

1 
 
 
 
 
 
LICENCIATURA EM HISTÓRIA 
 
 
ATIVIDADES DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO 
 
 
ATIVIDADE II – AVALIAÇÃO CRÍTICA DO VÍDEO: “O PAPEL DA EDUCAÇÃO 
INTEGRAL EM TEMPOS DE CRISE – NATACHA COSTA” 
 
 
 
 
ALUNA: NATHANE DA CUNHA RA: 1911258 
 
 
 
 
 
 
 
SÃO JOAO BATISTA 
POLO DE SÃO JOAO BATISTA 
2021 
2 
 
RELATÓRIO: 
 
 
A palestrante Natacha Costa é Psicóloga formada pela PUC-SP, diretora geral 
da Associação Cidade Escola Aprendiz desde 2006. Atuou como Júri do 
prêmio WISE de Inovação em Educação nos anos 2012 e 2013 e atualmente é 
membro da Comissão Editorial de Educação Integral em Tempo Integral pela 
Fundaj/MEC e da Rede de Inovação e Criatividade na Educação Básica. Além 
disso, faz parte do Programa Líderes Transformadores da Educação da 
Fundação SM, que reúne educadores de 9 países da América Latina e 
Espanha, e compõe a comunidade ativadora do programa Escolas 
Transformadoras no Brasil. 
 
A palestra da psicóloga cita os desafios da educação no tempos de crise, os 
desafios para a educação e as estratégias que cada município, estado e 
escolas vem desenvolvendo para chegar a presença da escola e os direito a 
todos os estudantes. 
 
Também é apontada que há muitos jeitos de ser escola e nesse momento em 
que estamos vivendo as diferentes concepções se refletem nas propostas para 
este período e trás a educação em tempo integral como concepção, que a 
carga horaria não significa qualidade no ensino. 
 
A proposta da educação integral vai além da escolarização, que é o processo 
no qual está conectado a vida dos estudantes, aonde também conecta os 
interesses os desafios, e até problemas que os alunos estão vivendo em suas 
comunidades para compreenderem a sua realidade. 
 
3 
 
A palestrante busca conseguir melhores condições de aprendizado, já no 
contexto da crise a diminuição substancial das atividades econômicas deixa as 
famílias vulneráveis financeiramente, agravando as desigualdades e por 
consequência colocando em risco a segurança alimentar, pois antes mesmo da 
pandemia já era um pais que 1 4⁄ do pais vivia com condições de pobreza, e 
podemos esperar que diante dessa pandemia esse período pode agravar essa 
situação, trazendo também a questão de acesso a moradia, saúde, e etc. 
 
 A situação de risco das crianças e adolescentes que passam por privações 
também é uma preocupação. 
 
 A questão da exclusão digital pois as famílias não tem computador, não tem 
internet então precisamos pensar nas atividades não presenciais e considerar 
essa situação pois e uma fase de incerteza e insegurança, na qual ninguém 
sabe quando esse período termina, estamos todos tendo as famílias afetadas, 
tanto gestores, professores, famílias, estudantes e crianças afetadas de formas 
diferentes. 
 
Também é apontada a questão da desigualdade que não tem como classificar 
um processo avaliativo, pois como dito anteriormente muitos alunos não tem 
direito a internet, computador, então acaba não se tornando tão simples e por 
isso é fundamental fazer uma reflexão para não agravar a situação de 
desigualdade. 
 
Já em relação a estratégias de gestores e professores o processo político 
pedagógico e muito importante para a construção das propostas, pois sabemos 
que as famílias precisão ser apoiadas nesse processo das atividades 
educacionais, aonde nesse momento o foco é não transmitir a escola pra 
dentro de casa. 
4 
 
 
Os objetivos educacionais tem que ser avaliados e pensados especialmente 
para esse período de isolamento social e apresentar claros objetivos para a 
realidade. 
 
Ela cita que já há vários princípios desafiadores em tempos “normais”, quem 
dirá nesse momento em que estamos passando de isolamento social e traz que 
a participação da comunidade escolar para uma gestão de qualidade, traz 
informações sobre quais benefícios para a educação, destacando 
principalmente a influência da participação de todos. 
 
E que a experiência tem aberto caminhos que podem nos levar a 
transformações desejadas. 
 
Assim dessa forma vamos construindo pilares estratégicos para a educação 
integral em qualquer situação é exatamente neste momento que se tem 
enorme contribuição do direito a educação para todos no pais. 
 
Neste momento tudo tem uma relação direta com a “aprendizagem” e 
justamente os aspectos de uma educação integral tem o formato mais 
relevante dessas propostas, mas atualmente elas não respondem aos desafios 
impostos pela pandemia, mas estão lançando propostas baseadas nos 
trabalhos de pós-crise. 
 
Até há alguns municípios que decidiram que as famílias precisam da presença 
da escola apoiando a vida dos seus filhos e que tem a importância do processo 
de aprendizagem e assim tem a participação importante de gestores, 
5 
 
professores em diálogos com as famílias dos estudantes, através de encontro 
semanais nas plataformas virtuais ou com a criação de grupos nas redes de 
comunicação. 
 
 
REFLEXÃO: 
 
Através da palestra fica evidente que temos uma longa jornada para uma 
educação integral nas escolas públicas, e que possa transmitir conhecimento, 
mas também experiências e o principal que é respeitar cada aluno com sua 
historia e respeitando todas as desigualdades. 
 
A experiencia da palestrante mostra que com dedicação, foco e forca 
conseguimos uma educação de qualidade há todos, será uma tarefa difícil, 
porém, possível. 
 
E a pandemia de alguma forma nos mostrou que precisamos realmente nos 
comprometer com a educação de qualidade, que mesmo com dificuldades na 
estrutura ou com recursos temos que dar o melhor para o estudante e a família. 
 
A conscientização de que a educação é de responsabilidade de todos faz-se 
muito necessária, pais assumindo seus papeis como responsáveis por seus 
filhos, professores se dedicando à formação efetiva, gestores escolares 
comprometidos a gerir a escola de forma sensata, e, os governantes dando 
condições e disponibilizando recursos para que a educação chegue a todos de 
forma linear. 
6 
 
Recomendamos esse vídeo para todos agentes os envolvidos na educação 
pais, alunos, professores e gestores 
 
 
REFERÊNCIAS: 
 
O Papel da Educação Integral em Tempos de Crise (com Natacha Costa) 
Link do vídeo : https://www.youtube.com/watch?v=fL8JAx8LkWw&t=2243s 
Acesso dia : 01/06/2021 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
https://www.youtube.com/watch?v=fL8JAx8LkWw&t=2243s
7 
 
 
 
 
 
 
LICENCIATURA EM HISTÓRIA 
 
ATIVIDADES DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO 
 
 
ATIVIDADE II – AVALIAÇÃO CRÍTICA DO VIDEO: “PROJETO APRENDER E 
COMPARTILHAR – JOICE LAMB” 
 
ALUNA: NATHANE DA CUNHA RA: 1911258 
 
 
SÃO JOAO BATISTA 
POLO DE SÃO JOAO BATISTA 
2021 
 
8 
 
RELATÓRIO: 
 
A palestrante tem como o projeto “aprender e compartilhar” foi a responsável 
pela premiação de Joice Lamb como uma das dez vencedoras da edição 2019 
do prêmio educador Nota 10 e escolhida como a educadora do ano, pela 
mesma premiação. Formada em Letras, ela é coordenadora pedagógica da 
EMEF Prof.ª Adolfina J.M. Diefenthäler, em Novo Hamburgo (RS), desde 2012. 
 
Joice e sua equipe desenvolveram projetos que estimulam os alunos de 
diferentes idades a usar sua criatividade, inspirada na convicção de que todos 
podem “aprender e compartilhar” saberes. Ela cita que aprendeu a ouvir os 
professores e os alunos e a tenta transformar essas falas em ações e projetos . 
 
O projeto “aprender e compartilhar” engloba vários trabalhos de iniciação 
cientifica, debates, atividades que envolve alunos de todas as idades e séries 
diferentes, na qual proporciona a participação da comunidade nas decisões da 
gestão. Aonde a própria comunidade é permitida de avaliar as atividades 
pedagógicas e pode propor mudanças. 
 
A coordenadora da escola alega que foram realizados projetos para resolver 
problemas existentes, se já não