A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Demonstrações financeiras

Pré-visualização | Página 1 de 1

Demonstrações financeiras utilizadas pelas empresas
 
 DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS 
As demonstrações financeiras podem ser 
consideradas como o produto final do processo de 
apuração contábil. Contém dados extraídos dos livros, 
registros e documentos que compõem o sistema 
contábil de uma empresa. 
→ Segundo as leis nº 11.638 e nº 11.941 temos as 
seguintes demonstrações financeiras: 
(É as alterações da Lei 6.404/76) 
 
▪ Balanço Patrimonial (BP); 
▪ Demonstração de Resultado do Exercício (DRE); 
▪ Demonstração dos Lucros ou Prejuízos 
Acumulados (DLPA); ou 
▪ Demonstração das Mutações do Patrimônio 
Líquido (DMPL); 
▪ Demonstração dos Fluxos de Caixa (DFC); 
▪ Demonstrativo do Valor Adicionado (DVA);(para 
Companhia Aberta) 
PRINCIPAIS USUÁRIOS DAS DEMONSTRAÇÕES 
FINANCEIRAS 
→ Sócios, Acionistas e Quotistas 
→ Administradores 
→ Fornecedores 
→ Instituições Financeiras 
→ Governo 
 
CARACTERÍSTICAS DAS PRINCIPAIS 
DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS 
 BALANÇO PATRIMONIAL 
 Conjunto de bens, direitos e obrigações vinculados a 
uma entidade empresarial num determinado 
momento, susceptíveis de avaliação econômica. 
Trata-se do demonstrativo que visa apresentar a 
situação financeira e patrimonial da empresa em um 
determinado momento, ou seja, em uma data 
específica. 
 
 
 
DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADO DO EXERCÍCIO 
A demonstração de resultados do exercício tem como 
objetivo básico, apurar o lucro ou prejuízo obtido pela 
empresa durante determinado período (exercício 
social), com base no regime de competência, 
independente do que foi efetivamente pago e/ou 
recebido. 
DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO 
LÍQUIDO 
Esta demonstração nos permite detalhar as principais 
modificações que afetaram o patrimônio líquido no 
período. Através dela podemos verificar as 
destinações do resultado obtido no período, se 
ocorreram modificações no capital social através de 
novos aportes de recursos dos sócios, se foram 
constituídas reservas decorrentes de processos de 
reavaliação de ativos da empresa, dentre outras 
situações. 
 DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO LÍQUIDO DE CAIXA 
Segundo Silva (2008) “o fluxo de caixa (cash flow) é 
considerado por muitos analistas um dos principais 
instrumentos de análise, propiciando-lhes identificar o 
processo de circulação do dinheiro, através da variação 
de caixa (e equivalentes). A análise do fluxo de caixa 
examina a origem e aplicação do dinheiro que transitou 
pela empresa.” 
 DEMONSTRAÇÃO DO VALOR ADICIONADO 
“A Demonstração do Valor Adicionado (DVA) é o informe 
contábil que evidencia, de forma sintética, os valores 
correspondentes à formação da riqueza gerada pela 
empresa em determinado período e sua respectiva 
distribuição”. A riqueza gerada pela empresa, medida no 
conceito de valor adicionado, é calculada a partir da 
diferença entre o valor de sua produção e o dos bens e 
serviços produzidos por terceiros utilizados no processo 
de produção da empresa. 
 ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS 
A Análise das Demonstrações Financeiras visa relatar, 
com base nas informações contábeis fornecidas pelas 
empresas, a posição econômico-financeira atual, as 
causas que determinaram a evolução apresentada e as 
tendências futuras. Em outras palavras, pela análise das 
demonstrações financeiras extraem-se informações 
sobre a posição passada, presente e futura (projetada) 
de uma empresa. 
ATIVO PASSIVO E PATRIMÔNIO 
LÍQUIDO 
ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE 
ATIVO NÃO CIRCULANTE PASSIVO NÃO CIRCULANTE 
→Realizável a longo prazo →Exigível a longo Prazo 
→Investimento 
→ Imobilizado PATRIMÔNIO LÍQUIDO 
→Intangível

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.