Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
Anestesia: Anestesia Geral

Pré-visualização | Página 1 de 2

NOVEMBRO 2019HEMATOLOGIA //
A N E S T E S I A G E R A L
O que é, afinal?
Objetivos :
 - reduzir desfechos adversos
-anamnese, exame físico, exames
complementares
 - diminuir ansiedade – MPA
 - avaliar Via Aérea
 - classificação de risco – ASA
 Depressão reversível do SNC induzida por drogas
e que resultam em perda de resposta e percepção
de todos os estímulos externos
Preparo Pré-anestésico
Não é formada por agente único, o efeito ideal
é alcançado através do conjunto de agentes
com diferentes propriedades
1 - HIPNOSE – AMNÉSIA > Hipnóticos,
Inalatórios Benzodiazepínicos
2 – ANALGESIA > Opióides, CETAMINA
3 – BLOQUEIO NEUROMUSCULAR (
imobilidade ) > BNM 
4 – BLOQUEIO NEUROVEGETATIVO > 
 Anestesicos locais, 
α e β bloqueadores, 
α₂ agonistas
os 4 pilares
História clínica :
 - doenças atuais e pregressas
 - alergias
 - Vícios, drogas
 - Hipertermia Maligna
 - medicações em uso
medicações
Benzodiazepínicos � Midazolam
Objetivos : 
Reduzir ansiedade
Amnésia
Sedação
Analgesia
Redução de secreção de VAS
Prevenção de reflexos autonômicos
Reduzir necessidade de anestésicos
Reduzir PH gástrico e conteúdo
NOVEMBRO 2019ANESTESIOLOGIA //
- principal causa de morbidade perioperatória
 - Teste de Mallampati
 - Cormack - Lehane
 - Preditores de Ventilação difícil
via aérea
via aérea difícil - preditores
- Anatômicos :
 distância tireo-mentoniana < 6,5 cm
 flexão cervical < 90°
 abertura bucal < 4 cm
 incisivos proeminentes
 distância esterno - mento ≤ 12,5 cm
 - Patológicos :
SD. Congênitas – Down, Pierre-Robin, Turner
Trauma – lesão cervical, fratura base de crânio,
lesão de face, mandíbula
Neoplasia – tumor de via aérea, radioterapia
 - Outros :
Gestantes, obesos, apnéia do sono 
NOVEMBRO 2019ANESTESIOLOGIA //
 - Cardioscopia > ECG
 - Frequencia cardíaca
 - Pressão Arterial
 - Frequencia Respiratória
 - EtCO2 > Capnografia
 - Temperatura
 - BIS 
 - SatO2 > Oximetria de Pulso
- TOF 
não-invasiva invasiva
 - Diurese
 - Cateter de Swan-Ganz : 
 PVC, POaP, DC 
 - ∆PP
 - PAM
 - Ecocardiograma
 - Tromboelastografia
 - PIC
Preparo pré-anestésico – MPA
Check-list
Monitorização
Acesso venoso
Indução anestésica
Via aérea
Ventilação manual ››› Ventilação mecânica
Manutenção da Anestesia
Recuperação pós-anestésica
Anestesia Geral
 
 Anestésicos Inalatórios
» Gases verdadeiros
 - N₂O 
 - Xenônio
» Agentes voláteis
 - Halotano - Desflurano
 - Enflurano - Sevoflurano
 - Isoflurano
Agentes mais usados para AG > boa relação custo / benefício
A via de administração é o aparelho respiratório
Administrados através de máscara, máscara laríngea ou tubo
traqueal
Agem a nível de receptores GABAA, aumentando a
condutância dos canais de Clˉ, inibindo a condução por
hiperpolarização da membrana
Cardiovascular : vasodilatação ( ↓PA ); 
risco de insuficiência cardiovascular; disrritmias,
roubo coronariano ( Isoflurano); pré-
condicionamento Cardíaco ( sevoflurano)
Respiratório : depressão respiratória ↓ FR ↓ VC ,
Broncodilatação
Útero : efeito relaxante uterino ( retarda TP e ↑
risco de hemorragia) auxilia na retirada da
placenta retida
Efeito colateral mais grave : hipertermia maligna
Efeito colateral do halotano : insuficiência
Hepática
Potencializam efeito BNM
SNC : analgesia com N2O > antagonista NMDAr
NOVEMBRO 2019ANESTESIOLOGIA //
 
concentração alveolar mínima
É a concentração alveolar mínima capaz de inibir a
resposta ao estímulo doloroso padrão, como a
incisão cirúrgica, em 50% dos pacientes"
>> A CAM e a potência são INVERSAMENTE
PROPORCIONAIS
>> FATORES QUE AUMENTAM A CAM
- Idade Jovem
- Hipertermia
- Álcool
>> FATORES QUE DIMINUEM A CAM
-Hipóxia; anemia; hipotensão; hipotermia; opióides;
tranquilizantes; anestésicos locais e dissociativos;
gravidez
 Sintomas : taquicardia, hipertensão, rigidez
muscular, hipertermia, desequilíbrio ácido-base
 
Susceptibilidade genética : alteração do
receptor de liberação de cálcio do retículo
sarcoplasmático do músculo esquelético
 
 Tratamento : interromper a administração de
anestésico volátil, 
 Dantrolene : inibidor do canal de cálcio do
retículo endoplasmático
Hipertermia maligna
ANESTÉSICOS VENOSOS
Hipnóticos :
 - Propofol
 - Barbitúricos > Tiopental
 - Benzodiazepínicos > Midazolam, Diazepam
 - Etomidato
 - Cetamina
- Opióides :  Fentanil; Alfentanil; Sufentanil;
Remifentanil
- Bloqueadores Neuromusculares : 
Succinilcolina; Atracúrio; Vecurônio; 
 Pancurônio; Mivacúrio; Cisatracúrio.
Rocurônio
Barbitúricos > Tiopental ( 1934 – 1989 )
 - rápido indutor 2 – 5 minutos
 - tratamento estado epilético e HIC
 - ½ vida – eliminação 3 – 8 horas
NOVEMBRO 2019ANESTESIOLOGIA //
Potência
Fortes : Morfina, metadona, Fentanil, sufentanil,
Alfentanil, Remifentanil
Intermediários : Nalbufina
Fracos : Codeína, Tramadol, Meperidina
Propofol
Farmacocinética : 
meia – vida distribuição 2 – 3 minutos
meia-vida eliminação 4-3 horas
 Rápida indução e recuperação
 Infusão contínua alvo-controlada
Farmacodinâmica : 
Depressão miocárdica direta
Vaso e venodilatação periférica
Depressão respiratória
Efeito neuroprotetor 
 - diminui FSC
 - diminui PIC
 - diminui metabolismo
Etomidato
maior estabilidade cardiovascular
indução e recuperação rápida
maior Seletividade pelo GABAA
 
Náuseas e vômitos
Supressão síntese adreno-cortical de esteróides
Mioclonia
Cetamina
Indutor, sedativo, adjuvante em anestesia regional
Mistura racêmica . cetamina S
NÃO atua em receptor GABA > atua como antagonista
NMDA
Mínima depressão miocárdica
Broncodilatador – não afeta reflexos VAS - asmáticos
Potente analgesia e amnésia
Anestesia dissociativa – sonhos delirantes 
Depressão SNC dose – dependente
Atividade simpatomimética : aumenta PA FC PIC 
Nistagmo
 Toda substancia endógena, natural ou sintética,
que apresentam ação semelhante à Morfina ,
agindo em receptores opióides, cujos efeitos são
antagonizados pela Naloxona
 
Origem 
Naturais : Morfina, Codeína
Semissintéticos : Heroína, di-hidromorfonas
Sintéticos : Fentanil e seus derivados, Metadona
opioides
Se ligam à proteína G inibitória > diminuem AMPc
> altera permeabilidade ao Ca e ao K > bloqueia
liberação de glutamato e de substância P
Remifentanil:
- metabolismo: hidrólise por esterases
inespecíficas plasmáticas e tissulares
- não se acumula no organismo mesmo após
longos períodos de infusão contínua
- ideal para infusão contínua: rápido início e
término de ação
Fentanil, Sufentanil e Alfentanil
- uso restrito em infusão contínuo prolongada
- distribuição e acúmulo nos compartimentos
de músculos e gorduras, durante infusão
contínua
- após infusão contínua, sua redistribuição
NOVEMBRO 2019ANESTESIOLOGIA //
para o compartimento central pode resultar em
efeitos adversos
NALOXONA > alta afinidade pelos receptores de
opioides, possuem metabolização hepática, uso
endovenoso, reverte analgesia e depressão
respiratória; possui duração de ação curta (30-45
min)
Morfina
- náusea e vômito
- depressão respiratória
- hipotermia 
- miose
- estimula liberação de ADH (contra indicada
em uremia)
- constipação intestinal
- bradicardia, vasodilatação e hipotensão
- urticária e prurido no local da injeção
- broncoconstrição
- excitação em algumas espécies
Atuam através da ligação a receptores nicotínicos
na placa motora competindo com a ligação com a
Acetilcolina ( ACh)
“ é o bloqueio da comunicação entre o nervo e o
músculo”
Bloqueadores Neuromusculares
 Succinilcolina
Ligam-se ao receptor nicotínico
mimetizando ACh e despolarizando a JNM >
efeito agonista > receptor fica
dessensibilizado para ACh
Succinilcolina 
1 – Despolarizantes 
 - rápido início de ação ( < 10 seg. ) e ultra-
Página12