A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
mapa mental controle hormonal RINS

Pré-visualização | Página 1 de 1

Normaliza a volemia sanguínea e a
pressão arterial quando a
musculatura cardíaca for
excessivamente distendida.
 
Catecolaminas
CONTROLE
HORMONAL 
RIM
A principal função dos rins é auxiliar na
homeostase, que faz o controle no
volume e na composição de sangue,
realizando a remoção e também a
restauração da quantidade selecionada
de solutos e água;
 Filtração do sangue e a excreção de
sustâncias tóxicas;
Regulação da pressão arterial;
 
Secreção de certos hormônios.
 
funções renais podem sofrer alterações 
sob a influência de alguns hormônios
Angiotensina II
renina converte o angiotensinogênio 
formado no fígado em 
angiotensina I que é convertida 
em angiotensina II;
Promove a retenção de sal (sempre
que se retém sal se retém água),
aumentando a vasoconstrição da
arteríolas com a finalidade de manter
a filtração nos glomérulos e promove a
liberação de aldosterona pelo córtex
da glândula supra renal.
Aldosterona
PRINCIPAL MINERALOCORTICOIDE
SECRETADO PELAS ADRENAIS;
 Exerce cerca de 90 % de toda atividade 
mineralocorticoide das secreções
adrenocorticais;
AUMENTA A REABSORÇÃO TUBULAR
RENAL DE SÓDIO E A SECREÇÃO DE
POTÁSSIO. 
O EXCESSO DE ALDOSTERONA
AUMENTA O VOLUME DO LÍQUIDO
EXTRACELULAR E A PRESSÃO
ARTERIAL MAS
APRESENTA APENAS PEQUENO
EFEITO SOBRE A CONCENTRAÇÃO
PLASMÁTICA DE SÓDIO.
ADH
hormônio antidiurético 
ADH/vasopressina, é secretado pelo
sistema hipotálamo-hipófise;
Aumenta a reabsorção de água da urina, 
diminuindo o volume urinário
 e aumentando o volume de líquido extracelular;
Aumenta a permeabilidade a água 
nos túbulos distais e ducto coletor
 do néfron;
Aumenta a atividade do co-transportados
 Na+–K+- 2Cl- no ramo ascendente
 da Alça de Henle;
Aumenta a permeabilidade 
à uréia no ducto coletor.
PNA
Peptídeo natriurético atrial, é
secretado por células
musculares cardíacas
atriais(cardiomiócitos);
PTH
Paratormônio, também conhecido como
hormônio da paratireóide, é um hormônio
polipeptídico secretado pelas paratireóides, que
liga-se a receptores de membrana em células-
alvo (nos ossos, rins e intestino) e atua
estimulando a captação de cálcio para o meio
extracelular, aumentando a concentração sérica
de cálcio e diminuindo a de fosfato;
Regula nos rins diversas funções na célula
epitelial, incluindo a ativação de uma enzima
envolvida na síntese de calcitriol (forma ativa
da vitamina D encontrada), a expressão de
receptores de vitamina D e o transporte
iônico de cálcio, fosfato e outros íons;
A secreção desse hormônio ocorre em
resposta à hipocalcemia e é inibido pela
hipercalcemia, como um dos mecanismos
mais importantes de controle
homeostático rápido para os níveis de
cálcio no organismo.
 
 Grupo de hormônios
semelhantes, produzidos
na medula adrenal.
Dopamina
Epinefrina
Norepinefrina
Neurotransmissor
monoaminérgico, da
família das catecolaminas
e das feniletilaminas; 
Atua em diversos locais
do corpo, regula algumas
emoções e é capaz de
aliviar a dor.
Hormônio simpaticomimético e
neurotransmissor produzido na
medula adrenal e secretado pelas
glândulas suprarrenais;
 Liberada sempre que o corpo é
exposto a alguma situação de
forte emoção, mecanismo de
defesa.
OU
ADRENALINA
Uma das monoaminas que mais
influencia o humor, ansiedade, sono e
alimentação junto com a serotonina, a
dopamina e a adrenalina;
 LUTA OU FUGA;
Efeito inotrópico
positivo, capacidade de
aumentar a força de
contração do coração.
 Helena Niederauer
https://labtestsonline.org.br/glossary/hormone

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.