Caderno de Estratégia Organizacional
68 pág.

Caderno de Estratégia Organizacional

Disciplina:ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA2.125 materiais25.118 seguidores
Pré-visualização23 páginas
oferece a
INFORMAÇÃO necessária ao planejamento e controle estratégicos. A figura abaixo mostra as
principais fases na operação de um SIA. Como todo Sistema, este também sofre influências
diretas de variáveis encontradas no ambiente externo, que penetra no sistema através de qualquer
de seus subsistemas.

A teoria de sistemas enfatiza que os subsistemas impactados por variáveis exógenas geram,
automaticamente, efeitos nos outros subsistemas aos quais o impactado esteja em inter-relação.

Aula 9: Metodologia para Alinhamento Estratégico (18/04/2012)

Texto I – Alinhamento estratégico por meio do uso do planejamento estratégico de sistemas de
informação

Sistemas de Informação Estratégica – Planejamento Estratégico de Sistemas de Informação nas
Organizações

Em virtude de os sistemas de informação virem causando grande impacto nas organizações, eles
afetam a organização em todos os níveis, tanto no aspecto operacional quanto no gerencial.

Na corrida pela vantagem competitiva, as empresas vêm gastando altas somas de dinheiro na
aquisição e no desenvolvimento desses sistemas, como meio de aumentarem sua eficiência e
eficácia. Saiba mais.

Normalmente, a implantação de um novo sistema de informação na empresa significa uma
grande mudança. Não só nos seus métodos e processos de trabalho, como também na sua
estrutura organizacional, além de criar a necessidade de adaptação e treinamento de seu pessoal e
superar as resistências às mudanças.

A mudança acaba afetando a empresa como um todo, gerando altos custos operacionais e
financeiros, daí a necessidade de se procurar, de todas as formas, minimizar seus efeitos.

- 45 -

JULIO CESAR DE SOUZA
(Continuação do Caderno de Estratégia Organizacional..................................................................)

Vários aspectos podem ser observados quanto ao uso desses sistemas de informação nas
empresas:

• o uso, no apoio aos níveis gerenciais, para a tomada de decisão;
•o uso no controle dos setores da organização;
•a contribuição para a disseminação da informação por toda a empresa, facilitando a
comunicação entre o meio gerencial e os demais setores e
•o seu uso como instrumento diferencial perante os concorrentes, quando utilizado para fins
estratégicos.

Diante desse quadro, levanta-se uma importante questão.

Como promover o desenvolvimento de sistemas de informação, garantindo que os objetivos
traçados sejam alcançados?
- Através do desenvolvimento de um PDI

Há outros aspectos relevantes, relacionados aos sistemas de informação, que você precisa
conhecer.

1 – O Que é o PDI (Plano Diretor de Sistemas de Informação)?
É o resultado do planejamento dos sistemas de informação ou da tecnologia de informação,
realizado para determinado período futuro, e coordenado com o planejamento estratégico
organizacional.

De acordo com Bio (BIO, Sérgio Rodrigues. Sistemas de informação: um enfoque gerencial. São
Paulo: Atlas, 1996.), o plano deve abranger:

• a filosofia, o enfoque e os objetivos a serem alcançados com a melhoria dos sistemas de
informação;
• projetos de sistemas de informação a serem desenvolvidos no período estipulado, contendo -
prioridades, características, objetivos dos sistemas, cronogramas de desenvolvimento etc.;
• recursos de processamento de dados - estratégia de software e hardware, configuração do
equipamento, evolução dos recursos etc.;
• recursos humanos - quantidade e qualificações dos profissionais requeridos para o
desenvolvimento dos sistemas de informação e para sua operação (analistas de sistemas,
programadores, operadores, coordenadores etc.);
• o orçamento dos custos para a execução do planejamento;
• benefícios esperados;
• avaliação dos custos x benefícios.

De acordo com Rezende (REZENDE, Denis Alcides. Planejamento de sistemas de informação e
informática: guia prático para planejar a tecnologia da informação integrada ao planejamento
estratégico das organizações. São Paulo: Atlas, 2003.), o PDI deve ser construído a partir de um
modelo de integração e de alinhamento entre o planejamento estratégico organizacional e o
planejamento da tecnologia da informação.

- 46 -

JULIO CESAR DE SOUZA
(Continuação do Caderno de Estratégia Organizacional..................................................................)

2 – Principais Consequências da Falta de Planejamento
A falta do planejamento de sistemas de informação, segundo Bio (1996), traz várias
consequências para a empresa e explica porque o esforço na melhoria e utilização de vários
desses sistemas falhou.

A seguir, são relacionadas as principais consequências:

• mudanças constantes de prioridades, levando, no extremo, a equipe de sistemas de informação
a trabalhar por encomenda;
• projetos são iniciados e descontinuados, substituídos, diante das emergências ou do ponto de
vista isolado desse ou daquele gerente;
• sub ou super dimensionamento dos recursos de processamento de dados, provocando custosas
conversões ou ociosidades do equipamento;
• inadequado dimensionamento dos recursos humanos da área de sistemas de informação;
• implantações mal sucedidas trazendo mais problemas, em vez de se chegar às soluções
pretendidas originalmente;
• “desgaste” e “desmotivação” dos profissionais da área, levando a um exagerado turn-over na
equipe;
• impossibilidade de avaliar benefícios e controlar o desenvolvimento de sistemas etc.

3 – Principais Causas Das Falhas Nos Sistemas De Informação
As causas mais frequentes das falhas nos sistemas de informação, são:

• a administração cria expectativas irrealistas quanto aos tipos de problemas que podem ser
resolvidos pelos sistemas de informação, quanto aos prazos, custos etc.;
• grande parte das empresas está mais preocupada na manutenção dos sistemas de informação do
que em melhorar e promover mudanças;
• uso da abordagem do tipo “apagar incêndios”, na qual a equipe, normalmente, se dedica a
resolver problemas isolados e emergenciais, por falta de um planejamento global da área de
sistemas de informação;
• uso da abordagem de “computadorização”, partindo da premissa que a simples automatização
dos serviços é a solução para todos os males, ignorando que os serviços deverão ser,
primeiramente, organizados e otimizados para depois serem automatizados;
• descrença no planejamento, dando início, de forma desorganizada, ao desenvolvimento,
implantação e execução de sistemas de informação para obtenção de resultados imediatos;

4 – Metodologia de Planejamento de Sistemas de Informação
Serão apresentadas duas metodologias para planejamento do PDI, a primeira proposta por
Rezende (2003) e a segunda, por Bio (1996).

Primeira Metodologia de Planejamento do PDI
• Introdução
• Premissas e justificativas
• Equipe multidisciplinar
• Estrutura do projeto
• Partes e fases do projeto

- 47 -

JULIO CESAR DE SOUZA
(Continuação do Caderno de Estratégia Organizacional..................................................................)

Segunda Metodologia de Planejamento do PDI
O desenvolvimento de sistemas de informação faz parte do planejamento global da área e,
segundo Bio (1996), deve se basear em um fluxo.

Veja, a seguir, o modelo para elaboração do Planejamento de Sistemas de Informação e o
cronograma de execução das ações do PDI, elaborados por Wanderley (2003), como exemplo de
aplicação.

Plano Diretor de Sistemas

Modelo de PDS - Plano Diretor de Sistemas
• Capa
• Grupo de trabalho com equipe multidisciplinar
• Sumário
• Apresentação
• Área de atuação
• Metodologia utilizada
• Dados da empresa (localização, atividade, estrutura organizacional)
• Mercado de atuação
• Produtos e serviços
• Modelo operacional
• Missão
• Objetivos e metas estratégicas
• Cronograma de execução das ações

1º) Desenvolvimento do Projeto
• Definir a equipe que elaborou o projeto.