Macro2_P1_2008.1.doc
2 pág.

Macro2_P1_2008.1.doc

Disciplina:teoria macroeconÔmica ii141 materiais921 seguidores
Pré-visualização1 página
Teoria MacroeconÔmica II
primeira prova 2008.1
prof: mÁrcio Garcia E MArcio JANOT

Nome: ____________________________________________

As respostas devem ser escritas no espaço apropriado. Se não couber, use o verso.
A interpretação faz parte da prova. A prova vale 9,5 pontos.
Boa sorte.

Questão 1 (2 pontos)
Suponha um mercado de produto onde as firmas operam sob competição perfeita. A função de produção é dada pela função:

Y = (410N – 5N2)

na qual Y é o produto, e N é o número de horas trabalhadas. A determinação do salário nominal é dada pela função:

W = P * F(N,z),

onde P é o nível de preços (esperado = efetivo), F(.) é a função que determina o poder de barganha dos trabalhadores e z o seguro desemprego. Adicionalmente, suponha que:

F(N,z) = z + 10 * N, onde z = 60

a) Encontre as curvas de determinação do nível de preços e do salário nominal e o salário real e o número de horas trabalhadas que as equilibra. Mostre algébrica e graficamente o equilíbrio.

b) Mostre o impacto de uma política que aumento o seguro desemprego nesta economia.

Questão 2 (2 pontos)
Mostre o impacto de um choque de oferta para as empresas, como por exemplo, um aumento do preço do petróleo, através dos modelos de OA-DA e IS-LM. Explique detalhadamente suas conclusões no curto e no médio prazo.

Questão 3 (2,5 pontos)
1) As duas tabelas abaixo apresentam o comportamento das principais variáveis macroeconômicas do país A e do país B para seus respectivos planos de desinflação. Partindo da inflação observada em t=0 (15% no país A e 16% no país B), a linha em negrito mostra a trajetória alvo desenhada para a taxa de inflação da economia ano a ano e as demais linhas descrevem as trajetórias da taxa de desemprego, do crescimento do produto e da expansão monetária nominal coerentes em cada economia para alcançar o nível de inflação desejada (3% no país A e 4% no país B). Sabendo que as trajetórias das variáveis macroeconômicas dos planos de desinflação estão sujeitas à Crítica de Lucas, responda:

	País A
	Antes
	Desinflação
	
	
	
	
	
	Depois
	
	

	Periodo
	1
	2
	3
	4
	5
	6
	7
	8
	9
	10

	Inflação
	15
	13
	11
	9
	7
	5
	3
	3
	3
	3

	Tx de desemprego
	5,5
	7,5
	7,5
	7,5
	7,5
	7,5
	7,5
	5,5
	5,5
	5,5

	Tx de crescimento do produto
	3,5
	-0,5
	3,5
	3,5
	3,5
	3,5
	3,5
	7,5
	3,5
	3,5

	Tx de crescimento da moeda
	18
	12,5
	14,5
	12,5
	10,5
	8,5
	6,5
	10,5
	6,5
	6,5

	País B
	Antes
	Desinflação
	
	
	
	
	
	Depois
	
	

	Período
	1
	2
	3
	4
	5
	6
	7
	8
	9
	10

	Inflação
	16
	14
	12
	10
	8
	6
	4
	4
	4
	4

	Tx de desemprego
	5,5
	8,5
	8,5
	8,5
	8,5
	8,5
	8,5
	5,5
	5,5
	5,5

	Tx de crescimento do produto
	3,5
	-4
	3,5
	3,5
	3,5
	3,5
	3,5
	11
	3,5
	3,5

	Tx de crescimento da moeda
	18
	10
	15,5
	13,5
	11,5
	9,5
	7,5
	15
	7,5
	7,5

a) Escreva as equações da Curva de Phillips, da Lei de Okun e da Demanda Agregada. (0,5)
b) O país A e o país B apresentam Curvas de Phillips com parâmetros diferentes. Diante da necessidade de realizar um processo de desinflação, seria melhor para um país ter a Curva de Phillips do país A ou a do país B? Explique.
c) Qual o parâmetro da Lei de Okun em cada um dos países?
d) Em qual das duas economias causar uma desinflação de 1 ponto percentual implica sacrifício maior do produto? (Calcule a taxa de sacrifício para cada país).

Questão 4 (1,5 pontos)
Discorra sobre as seguintes afirmações, determinando sua veracidade e explicando-as detalhadamente.

a) Se a inflação está estável e a taxa de desemprego observada está baixa, isso indica que a taxa natural é mais elevada do que a taxa observada.

b) No modelo de Ilha de Lucas, um aumento no nível geral de preços impacta positivamente a produção e o preço cobrado de cada ilha, pois há informação imperfeita sobre o nível geral de preços. Deste modo o produtor de cada ilha atribui a elevação de preço de seu bem parcialmente a um aumento na demanda relativa de seu bem e parcialmente a um aumento geral de preços.

c) A teoria do passeio aleatório do PIB diz que a trajetória de crescimento da economia é explicada preponderantemente pelos choques de demanda, pois os choques de oferta são dissipados rapidamente.

Questão 5 (1,5 pontos)

Baseando-se (1) na crítica de Lucas, e (2) na teoria da rigidez nominal de Taylor e Phelps, comente por que estratégias diferentes de desinflação--gradual e rápida--podem levar a resultados diferentes.