WL-Questões-04-Direito Constitucional-011-PCI
4 pág.

WL-Questões-04-Direito Constitucional-011-PCI

Disciplina:Direito Constitucional I5.155 materiais355.565 seguidores
Pré-visualização2 páginas
� INCLUDEPICTURE "http://t0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcTlzEsfAOs7FECPBSYbP4fZ1u_R0PVj8ClaiZWCstsE3GSAzZYC" \* MERGEFORMATINET ����Waldeck Lemos
Questões & Gabarito�� INCLUDEPICTURE "http://t0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcTlzEsfAOs7FECPBSYbP4fZ1u_R0PVj8ClaiZWCstsE3GSAzZYC" \* MERGEFORMATINET �����Disciplina:
Direito Constitucional�Folha:
�PAGE \* MERGEFORMAT �1� de �NUMPAGES \* MERGEFORMAT �4���
� INCLUDEPICTURE "http://t0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcTlzEsfAOs7FECPBSYbP4fZ1u_R0PVj8ClaiZWCstsE3GSAzZYC" \* MERGEFORMATINET ����Waldeck Lemos
Questões & Gabarito�� INCLUDEPICTURE "http://t0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcTlzEsfAOs7FECPBSYbP4fZ1u_R0PVj8ClaiZWCstsE3GSAzZYC" \* MERGEFORMATINET �����Disciplina:
Direito Constitucional�Folha:
�PAGE \* MERGEFORMAT �4� de �NUMPAGES \* MERGEFORMAT �4���

	Questão cód. 9433 

	1)
	O direito de propriedade goza de garantia constitucional. A autoridade competente, porém, no caso de iminente perigo público, poderá usar de propriedade particular,

	 

	a)

	se tiver autorização do proprietário, que deverá ser indenizado antecipadamente.

	 

	b)

	assegurada ao proprietário indenização ulterior se houver dano em decorrência do uso.

	 

	c)

	com ou sem autorização do proprietário, que não terá direito a indenização alguma, dada a função social que a propriedade deve observar.

	 

	d)

	desde que a desaproprie, pagando ao proprietário prévia e justa indenização em dinheiro.

	Questão cód. 10765 

	2)
	Assinale a alternativa certa:

	 

	a)

	as medidas provisórias perderão eficácia a partir do trigésimo dia de sua publicação se não forem convertidas em lei, devendo o Congresso Nacional disciplinar as relações jurídicas delas decorrentes;

	 

	b)

	nas comarcas onde não haja sido instalada a Advocacia-Geral da União, caberá ao órgão do Ministério Público local exercer a representação judicial e a consultoria jurídica de entidades públicas federais;

	 

	c)

	a publicidade dos atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos deverá ter caráter educativo, informativo ou de orientação social, dela somente podendo constar nomes, símbolos ou imagens de autoridades ou servidores públicos desde que autorizados pelo respectivo Tribunal de Contas;

	 

	d)

	a legislação sobre direito tributário, financeiro, penitenciário, econômico e urbanístico compete, concorrentemente, à União, aos Estados e ao Distrito Federal;

	Questão cód. 12017 

	3)
	Uma das modalidades de controle externo da Administração Pública é a exercida através do controle parlamentar direto. Pode-se corretamente afirmar com relação a tal controle que:

	 

	a)

	o Congresso Nacional, por não estar investido de função jurisdicional, não pode sustar os atos normativos exarados pelo Poder Regulamentar ou dos limites da delegação legislativa;

	 

	b)

	as Comissões Parlamentares de Inquérito, regularmente criadas, possuem poderes de investigação próprios das autoridades judiciais, e podem, inclusive, exercer plenamente a função jurisdicional, aplicando o Direito, quer seja em colaboração com o Judiciário, quer seja substituindo-o;

	 

	c)

	se ao Presidente da República for irrogada a prática de crime de responsabilidade e a Câmara dos Deputados acolher tal acusação, poderá julgá-lo, suspendendo-o imediatamente de suas funções;

	 

	d)

	cabe ao Congresso Nacional julgar anualmente as contas prestadas pelo Presidente da República, bem como apreciar os relatórios sobre a execução dos planos de governo.

	Questão cód. 12046 

	4)
	Uma Assembléia Legislativa, a pretexto de pôr termo a grave comprometimento da ordem pública, impede que o Tribunal de Justiça do Estado exerça livremente sua atividade judiciária - Nesta hipótese, poderá o Presidente da República expedir decreto de intervenção federal, desde que

	 

	a)

	o decreto de intervenção nomeie interventor próprio.

	 

	b)

	o decreto de intervenção seja apreciado previamente pelo Senado Federal.

	 

	c)

	haja requisição do STF.

	 

	d)

	haja solicitação do Tribunal de Justiça coacto.

	Questão cód. 12353 

	5)
	Acerca da competência dos órgãos jurisdicionais mencionados nas hipóteses abaixo, é correto afirmar que:

	 

	a)

	compete privativamente aos Tribunais de Justiça dos Estados julgar os Juízes estaduais e Promotores de Justiça estaduais, exceto os Procuradores de Justiça que atuarem perante o mesmo Tribunal, que serão processados e julgados pelo Superior Tribunal de Justiça nos crimes comuns e de responsabilidade, ressalvadas as hipóteses referenciadas na Constituição Federal;

	 

	b)

	não havendo Tribunal de Justiça Militar estadual, a perda do posto e da patente dos oficiais e a graduação dos praças serão decididas em única instância pelo Superior Tribunal Militar;

	 

	c)

	compete ao Supremo Tribunal Federal processar e julgar, originariamente, a ação direta de inconstitucionalidade de lei ou ato normativo federal, estadual ou municipal e a ação declaratória de lei ou ato normativo federal, estadual ou municipal, quando a norma em questão violar diretamente texto da Constituição Federal;

	 

	d)

	as ações declaratórias de constitucionalidade de lei ou ato normativo federal, cujas decisões definitivas de mérito hajam sido proferidas pelo Supremo Tribunal Federal, produzirão eficácia contra todos e efeito vinculante, relativamente aos demais órgãos do Poder Judiciário e do Poder Executivo;

	Questão cód. 13240 

	6)
	Assinale a alternativa correta:

	 

	a)

	a matéria constante de projeto de lei rejeitado somente poderá constituir objeto de novo projeto, na mesma sessão legislativa, mediante proposta da maioria absoluta dos membros da Câmara dos Deputados ou do Senado Federal;

	 

	b)

	a matéria constante de projeto de lei rejeitado somente poderá constituir objeto de novo projeto, na mesma sessão legislativa, mediante proposta da maioria absoluta dos membros do Congresso Nacional, em conjunto;

	 

	c)

	a matéria constante de projeto de lei rejeitado não poderá constituir objeto de novo projeto na mesma sessão legislativa;

	 

	d)

	a matéria constante de projeto de lei rejeitado poderá, mediante proposta de qualquer partido com assento na Câmara dos Deputados, ser objeto de novo projeto, ainda que na mesma sessão legislativa.

	Questão cód. 13290 

	7)
	A Constituição atribui ao Supremo Tribunal Federal a competência para julgar originariamente:

	 

	a)

	os seus próprios Ministros nos crimes comuns e de responsabilidade

	 

	b)

	o Procurador-Geral da República nos crimes comuns e nos de responsabilidade

	 

	c)

	os desembargadores dos Tribunais de Justiça dos Estados e do Distrito Federal nos crimes comuns

	 

	d)

	os chefes de missão diplomática de caráter permanente nos crimes comuns e nos de responsabilidade

	Questão cód. 13464 

	8)
	Um modo caracterizador da modernidade e do constitucionalismo foi sempre o da consideração dos direitos do homem como ratio essendi do Estado Constitucional. Em vista disso, e das afirmações seguintes, assinale a alternativa correta.
I - É a previsão dos direitos individuais numa lei fundamental que define o Estado como constitucional.
II - Os direitos fundamentais não se manifestam como a raiz antropológica essencial da legitimidade da constituição.
III - O Estado constitucional pressupõe a existência de uma constituição que sirva - valendo e vigorando - de ordem jurídico-normativa fundamental vinculativa de todos os poderes públicos.
IV - O Estado de direito contém, essencialmente, os princípios da constitucionalidade e supremacia da constituição.
V - A supremacia da Constituição permite afirmar que todo o ordenamento jurídico sujeita-se ao Estatuto Supremo.

	 

	a)

	Apenas as afirmações I e V estão corretas.

	 

	b)

	A afirmação II está incorreta.

	 

	c)

	As afirmações II, IV e V estão corretas.

	 

	d)

	As afirmações II e III estão corretas.

	Questão cód. 13839 

	9)
	Tem o Tribunal de Contas da União competência para punir particulares?

	 

	a)

	Sim, em casos de prestação de contas em que venha a concorrer