PODER LEGISLATIVO
7 pág.

PODER LEGISLATIVO

Disciplina:Direito Constitucional I5.155 materiais355.564 seguidores
Pré-visualização3 páginas
ao STF >> O STF só poderá sustar o processo se a Casa pedir a suspensão e se o crime foi cometido após a diplomação
§ 4º O pedido de sustação será apreciado pela Casa respectiva no prazo improrrogável de 45 dias do seu recebimento pela Mesa Diretora

2) PRERROGATIVA DE FORO (art. 53, §1º, CF)
Foro privilegiado no STF
Prática de INFRAÇÕES PENAIS COMUNS (inclui as CONTRAVENÇÕES PENAIS) e CRIMES ELEITORAIS
Regra da atualidade do mandato (têm o privilégio enquanto estiverem no mandato)
 Terminado o mandato, os processos voltam para o Juízo em que tramitavam anteriormente
Cancelamento da Súmula 394, STF (essa Súmula dizia que o privilégio se perpetuava após o término do mandato)
Lei 10628/02 (foi declarada inconstitucional pelo STF pela ADI 2797) >> Essa Lei estendia o foro privilegiado para os atos de improbidade administrativa. Portanto, FORO PRIVILEGIADO NÃO ALCANÇA ATOS DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA

3) Outras GARANTIAS:
a) SIGILO DE FONTE (art. 53, §6º, CF)
b) INCORPORAÇÃO ÀS FORÇAS ARMADAS (art. 53, §7º, CF)
c) SUSPENSÃO DAS IMUNIDADES durante a vigência de ESTADO DE SÍTIO (art. 53, §8º, CF) e por MAIORIA DE 2/3

Cabe renúncia das imunidades?
Não, pois a imunidade não é um direito, é um privilégio funcional
As imunidades estendem-se aos suplentes?
Não, pois a imunidade só alcança aquele que está no exercício da função

8.2. HIPÓTESES QUE NÃO CARACTERIZAM PERDA DO MANDATO (art. 56, CF):
Art. 56. Não perderá o mandato o Deputado ou Senador:
I - investido no cargo de Ministro de Estado, Governador de Território, Secretário de Estado, do DF, de Território, de Prefeitura de Capital ou chefe de missão diplomática temporária;
 Ex: Parlamentar irá se LICENCIAR para TOMAR POSSE como Ministro de Estado > Não vai perder o mandato se, antes, ele se licenciar

II - licenciado pela respectiva Casa por motivo de doença, ou para tratar, sem remuneração, de interesse particular, desde que, neste caso, o afastamento não ultrapasse cento e vinte dias por sessão legislativa.

a) Convocação do suplente (art. 56, §1º, CF) >> O suplente será convocado no caso de:
Licença do titular (hipóteses acima)
Se houver renúncia ou perda do mandato do titular

b) Inexistência de suplente e nova eleição (art. 53, §2º, CF)
- Na hipótese de não haver suplente e estiver a menos de 15 meses para terminar o mandato, o cargo ficará vago >> Nesse caso, será realizada uma ELEIÇÃO e escolhido um parlamentar para ocupar a vaga do titular

8.3. PERDA DO MANDATO (art. 55, CF)

	CASSAÇÃO
	EXTINÇÃO

	Art. 55:
I - Infringir as proibições do art. 54
II - Quebra de decoro parlamentar
VI - Condenação criminal transitada em julgado

	Art. 55:
III - Deixar de comparecer, em cada sessão legislativa, a 1/3 das sessões ordinárias da Casa salvo licença ou missão autorizada
IV - Perda ou suspensão de direitos políticos
V - Quando decretar a justiça eleitoral

	- Temos um JULGAMENTO POLÍTICO >> A Casa julga se cassa ou não o mandato do parlamentar >> Para a cassação, é preciso do voto da MAIORIA ABSOLUTA, com VOTAÇÃO SECRETA
- José Dirceu foi cassado por comandar o esquema do mensalão e Roberto Jefferson foi cassado por denunciar o esquema e não conseguir provar >> Decisões contraditórias
	- A Mesa da Casa exerce uma COMPETÊNCIA VINCULADA, ou seja, estando presentes os pressupostos, a Mesa da Casa é obrigada a EXTINGUIR O MANDATO

II - PODER LEGISLATIVO ESTADUAL (art. 27, CF) >> ASSEMBLÉIAS LEGISLATIVAS

1. Unicameralismo
2. Número de deputados estaduais (27, caput)
3. Estatuto dos parlamentares (27, §1º, CF): mesmos privilégios dos deputados e senadores (com pequena diferença quanto ao foro privilegiado)
4. Subsídio (art. 27, §2º, CF): estabelecido por LEI ORDINÁRIA de iniciativa da Assembléia

III - PODER LEGISLATIVO DISTRITAL (art. 32, §3º,CF) >> CÂMARA LEGISLATIVA

1. Unicameralismo
2. Número de deputados distritais
3. Estatuto dos parlamentares (27, §1º, CF)
4. Subsídio (art. 27, §2º, CF)

IV - PODER LEGISLATIVO MUNICIPAL (art. 29, incisos IV, VI, VII, VIII e IX, CF) >> CÂMARAS MUNICIPAIS

1. Unicameralismo
2. Número de vereadores (Res. TSE 21702/04) de acordo com o nº de habitantes
3. Estatuto dos parlamentares (29, VIII, IX, CF)
 Os vereadores só têm UM PRIVILÉGIO (IMUNIDADE MATERIAL) e, mesmo assim, ela é RESTRITA AOS LIMITES DA CIRCUNSCRIÇÃO DO MUNICÍPIO
4. Subsídio (29, VI e VII, CF)