A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
AlfaCon--capacidade-eleitoral-ativa-capacidade-eleitoral-passiva-inelegibilidades-absolutas-e-privacao-de-direitos-politicos

Pré-visualização | Página 1 de 4

alfaconcursos.com.br 
 
MUDE SUA VIDA! 
1 
 
SUMÁRIO 
DIREITOS POLÍTICOS .......................................................................................................................................... 2 
DIREITO POLÍTICO POSITIVO .......................................................................................................................... 2 
CAPACIDADE ELEITORAL ATIVA ..................................................................................................................... 2 
CARACTERÍSTICAS DO VOTO...................................................................................................................... 2 
CAPACIDADE ELEITORAL PASSIVA ................................................................................................................. 2 
CONDIÇÕES DE ELEGIBILIDADES ................................................................................................................ 2 
DIREITOS POLÍTICOS NEGATIVOS .................................................................................................................. 3 
INELEGIBILIDADES ......................................................................................................................................... 3 
INELEGIBILIDADES ABSOLUTAS ..................................................................................................................... 3 
INELEGIBILIDADES RELATIVAS ....................................................................................................................... 3 
A) INELEGIBILIDADE RELATIVA DA REELEIÇÃO: ......................................................................................... 3 
B) INELEGIBILIDADE RELATIVA PARA OUTROS CARGOS: ........................................................................... 4 
C) INELEGIBILIDADE RELATIVA EM RAZÃO DO PARENTESCO: ................................................................... 4 
ELEGIBILIDADE DOS MILITARES ..................................................................................................................... 4 
INEXIGIBILIDADES DEFINIDAS POR LEI COMPLEMENTAR ............................................................................. 5 
AÇÃO DE IMPUGNAÇÃO DE MANDATO ELETIVO .......................................................................................... 5 
HIPÓTESES DE PERDA E SUSPENSÃO DOS DIREITOS POLÍTICOS ................................................................... 5 
PRINCÍPIO DA ANUALIDADE DA LEI QUE ALTERA O PROCESSO ELEITORAL: ANUIDADE OU ANTERIORIDADE 
ELEITORAL ...................................................................................................................................................... 6 
EXERCÍCIOS ........................................................................................................................................................ 7 
GABARITO ...................................................................................................................................................... 9 
 
 
https://www.alfaconcursos.com.br/
alfaconcursos.com.br 
 
MUDE SUA VIDA! 
2 
 
DIREITOS POLÍTICOS 
DIREITO POLÍTICO POSITIVO 
Como núcleo dos direitos políticos, surge o direito de sufrágio, que se caracteriza tanto 
pela capacidade eleitoral ativa (direito de votar, capacidade de ser eleitor, alistabilidade) 
como pela capacidade eleitoral passiva (direito de ser votado, elegibilidade). 
CAPACIDADE ELEITORAL ATIVA 
O exercício do direito de votar dá-se pelo voto, que pressupõe: a) alistamento eleitoral; 
b) nacionalidade brasileira; c) idade mínima de 16 anos; e d) não ser conscrito durante o 
serviço militar obrigatório. 
CARACTERÍSTICAS DO VOTO 
O voto é direto e secreto, universal, período, livre, personalíssimo e com valor igual para 
todos. Vejamos detalhadamente cada uma das características: 
A) direto: o cidadão vota diretamente no seu candidato, sem qualquer intermediário. 
Excepcionalmente, existe uma hipótese de eleições indiretas no Brasil (Art. 81, §1º da CF), 
quando vagarem os cargos de Presidente e Vice-Presidente da República, nos últimos 2 anos 
de mandato. Nessa situação, a eleição será feita pelo Congresso Nacional. 
B) secreto: não se dá publicidade da opção do eleitor, devendo ser mantido o sigilo 
absoluto, para que o cidadão possa votar com total liberdade, sem receio de represálias. 
C) Universal: o seu exercício não depende a nenhuma condição discriminatória. O voto 
no Brasil, portanto, não é restrito, por não ser censitário, nem capacitário. 
D) Periódico: já que a democracia representativa, em sintonia como pluralismo político, 
prevê e exige mandatos por prazos determinados. 
E) Livre: no sentido de que o cidadão tem liberdade em escolher seu candidato, 
podendo, inclusive, se preferir, anular o voto ou votar branco. A obrigatoriedade está em 
apenas comparecer às urnas. 
F) igualitário: valor igual para todos. 
Obs.: A Constituição Federal elevou à categoria de cláusulas pétreas, vedando, 
consequentemente, qualquer emenda tendente a abolir o voto direto, secreto, universal e 
periódico (Art. 60, §4º, inciso II da CF). 
CAPACIDADE ELEITORAL PASSIVA 
A capacidade eleitoral passiva nada mais é que a possibilidade de eleger-se, concorrendo 
a um mandato eletivo. O direito de ser votado, no entanto, só se torna absoluto se eventual 
candidato preencher todas as condições de elegibilidade para o cargo ao qual se candidata e, 
ainda, não incidir em nenhum dos impedimentos constitucionalmente previstos, quais sejam, 
os direitos políticos negativos. 
CONDIÇÕES DE ELEGIBILIDADES 
§ 3º - São condições de elegibilidade, na forma da lei: 
I - a nacionalidade brasileira; 
II - o pleno exercício dos direitos políticos; 
III - o alistamento eleitoral; 
IV - o domicílio eleitoral na circunscrição; 
V - a filiação partidária; Regulamento 
VI - a idade mínima de: 
https://www.alfaconcursos.com.br/
alfaconcursos.com.br 
 
MUDE SUA VIDA! 
3 
 
a) trinta e cinco anos para Presidente e Vice-Presidente da 
República e Senador; 
b) trinta anos para Governador e Vice-Governador de Estado e do 
Distrito Federal; 
c) vinte e um anos para Deputado Federal, Deputado Estadual ou 
Distrital, Prefeito, Vice-Prefeito e juiz de paz; 
d) dezoito anos para Vereador. 
Obs.: a idade mínima constitucionalmente estabelecida como condição de elegibilidade é 
verificada tendo por referência a data da posse (no caso de vereador é na data do registro da 
candidatura). 
DIREITOS POLÍTICOS NEGATIVOS 
Diferentemente dos direitos políticos positivos, os direitos políticos negativos 
individualizam-se ao definirem regras constitucionais restritivas ou impeditivas das 
atividades político-partidárias, privando o cidadão do exercício de seus direitos políticos, bem 
como o impedindo de eleger um candidato. 
INELEGIBILIDADES 
As inelegibilidades são as circunstâncias (constitucionais ou previstas em lei 
complementar) que impedem o cidadão do exercício total ou parcial da capacidade eleitoral 
passiva, ou seja, da capacidade de eleger-se. 
As inelegibilidades estão previstas na CF (Art. 14, do §4º ao §8º da CF), normas estas que 
independem de regulamentação infraconstitucional, já que são de eficácia plena, como em lei 
complementar, que poderá estabelecer outros casos de inelegibilidade e os prazos de sua 
cessação (ROL EXEMPLIFICATIVO). 
As inelegibilidades podem ser absolutas (impedimento eleitoral para qualquer cargo 
eletivo, taxativamente previstas na CF/88) ou relativas (impedimento eleitoral para algum 
cargo eletivo ou mandato, em função de situações em que se encontre o cidadão candidato, 
previstas na CF (Art. 14, §5º ao § 8º) ou em lei complementar (Art. 14, §9º). 
INELEGIBILIDADES ABSOLUTAS 
§ 4º - São inelegíveis os inalistáveis e os analfabetos. 
Inalistáveis: são aqueles que não podem nem mesmo ser eleitor – os estrangeiros e, 
durante o serviço militar obrigatório, os conscritos, não podem alistar-se como eleitores (Art. 
14, §2º