A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Infecções no trato geniturinário

Pré-visualização | Página 1 de 1

Infecçõ genituirnaria : ciit e pielonefrit 
Epidemiologia das infecções do trato urinário - ITU 
- segunda causa mais comum de infecção em seres 
humanos 
- Predomínio em crianças e mulheres (uretra mais 
curta e mucosa na uretra com mais receptores de 
bacterias) 
- Ato sexual, gestação e número de gestações, higiene 
deficiente, obesidade 
Características das ITUs 
- De trato urinario baixo (cistite) ou alto (pielonefrite) 
- Sintomáticas ou assintomáticas 
- Não-complicada (normalmente cistite) ou complicada 
(defeito anatômico, imunossupressao; normalmente 
pielonefrite) 
- Origem ascendente (a maioria) ou descendente/
sistemica 
- Agudo ou crônica 
- Comunitaria x hospitalar 
Epidemio: 
- No ambiente hospitalar: representa até 50% das 
infecções 
- 14% do valor total despendido com as infecções 
nosocomiais 
- 100% de bacteriuria em sistemas de drenagem de 
urina abertos 
- 5-10% em sistemas de drenagem de urina fechados 
- ITU como causa para bacteremia (gram-negativos) 
Etiologia das ITU 
- na comunidade: 
• Gram-negativos: E. coli (75-95%), Proteus sp. 
e Klebsiella sp. 
• Gram-positivos: Staphylococcus saprophytic, 
Enterococcus faecallis. 
- Nosocomiais: 
• Gram-negativos: E. Coli, Proteus sp, Klebsiella 
sp , Enterobacter sp , Pseudomonas 
aeruginosa 
• Gram-positivos: Enterococcus faecallis 
• Fungos Candida sp. e fungos sistêmicos 
Escherichia coli - Infecções extra-intestinais 
- infecções urinarias UPEC 
- Agente mais comum de infecção urinaria 
- Sorogrupos específicos que causam cistite e 
pielonefrite aguda 
- Diferentes das E. coli comensais 
- Mulheres mais suscetíveis 
Outros agentes bacterianos de ITU 
- mais relacionados com a instrumentalização do trato 
urinário 
Klebsiella: K. pneumoniae é a mais virulenta 
Proteus: produz muita urease, fator para urolitiase, 
toxicidade ao epitélio urinário. 
P. aeruginosa- Ambiente hospitalar 
- 1º agente causador de infecção respiratória 
- Mortalidade 40-50% 
- Infecção urinaria, de feridas e peritonite 
Diagnóstico das ITU 
Clínico: 
- Cistite 
• Disuria, urgencia miccional, polaciúria e dor 
suprapubica 
• Febre, neste caso, nao é comum 
• Na anamnese, a ocorrência previa de quadros 
semelhantes, diagnosticados como cistite, deve 
ser valorizada 
• Urina turva e/ou avermelhada 
- Pielonefrite 
• Normalmente pós-cistite 
• Febre, calafrios, dor costovertebral (tríade 
frequente) 
Coleta de urina 
- Amostra de jato médio asséptica: 
• Despreza-se os primeiros jatos 5ml 
• Coleta de 5-10ml no frasco estéril 
- Amostra colhida por cateterização 
- Amostra colhida por punção suprapúbica 
Diagnóstico das ITU 
- Laboratorial: 
• Exame direto 
• Urocu l tu ra : UFC , i so l amento , tes te de 
suscetibilidade dos antimicrobianos 
• Hemocultura

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.