Lista de Exercícios 02
11 pág.

Lista de Exercícios 02

Disciplina:Teoria Microeconomica III101 materiais287 seguidores
Pré-visualização3 páginas
esse valor ou não). A firma E observa a escolha de M e decide

se entra ou não, e em caso de entrada a firma M (novamente ciente disso) decide se luta

ou não. A diferença entre a escolha de comportamento passivo ou agressivo é que no

primeiro caso os pay-offs são os mesmos do enunciado original da questão, mas no

segundo caso os pay-offs de M em caso de não-entrada de E, acomodação após entrada

ou luta após entrada serão, respectivamente, (10 – G), (4 – G) e (1), onde G denota o

montante de gastos – exógenos - em propaganda.

e) Represente graficamente esse jogo ampliado (dica: embora M comece jogando, para

facilitar a comparação com a representação gráfica da letra (a) mantenha o pay-off

de E na primeira posição e o de M na segunda).

f) Para que valores de G haverá um ENPS onde a escolha ótima de M no início do

jogo será adotar comportamento agressivo?

g) Comente intuitivamente os resultados obtidos.

12) Stackelberg com detenção de entrada: Considere um modelo onde em um certo

mercado há uma firma líder (F1) e uma firma seguidora (F2), produzindo ambas um bem

homogêneo. A firma líder começa jogando, escolhendo q1 (de maneira irreversível). A

firma 2, que é uma entrante potencial nesse mercado, observa a escolha q1, e então decide

se entra ou não: se não entrar, a firma líder obtém lucro de monopólio q1.(A – q1 – c); caso

a seguidora entre, ela escolhe em sequência uma quantidade q2 e ambas as firmas obtém

lucros de duopólio associadas às suas escolhas q1 e q2. Suponha que a demanda de mercado

linear seja tal que A = 16 e as firmas não tenham custo de produção: CMg = c = 0. Mas

suponha ainda que a firma seguidora tenha um custo fixo de entrada F.

a) Quais devem ser as quantidades produzidas (e a decisão de entrada de F2) em

equilíbrio (ENPS) caso seja F = 1?

b) Quais devem ser as quantidades produzidas (e a decisão de entrada de F2) em

equilíbrio (ENPS) caso seja F = 4?

c) Discuta intuitivamente os resultados obtidos.

13) Dois empresários decidem realizar um empreendimento comum. Ambos escolhem o

montante de gasto Ii que desejam investir no projeto. O produto gerado é dado por: Y =

10.I1.I2 . O custo de investimento (em unidade de produto) do Empresário 1 é de c(I1)=

(I1)3/3 ; enquanto o do Empresário 2 é de c(I2)= (I2)2/2.

A seqüência de ações é a seguinte: o Empresário 1 decide o quanto investir. Depois disso o

Empresário 2, observando a escolha I1, decide o quanto ele investe. Dado essas escolhas – e

incorrido o custo privado associado a elas – segue que o produto é gerado a partir da função

de produção Y, sendo que o Empresário 1 se apropria de uma fração β do produto e o
Empresário 2 se apropria de uma fração (1-β). Supondo que o jogo acima seja de
conhecimento comum e os jogadores racionais, responda:

a) Suponha que haja um contrato inicial que especifique que o Empresário 1 se

apropria de β = 2/3 do produto Y gerado no projeto. Quais devem ser os níveis de
investimento escolhidos pelos empresários em ENPS?

b) Suponha que o Empresário 1 possa revisar unilateralmente o contrato inicial. Mais

especificamente, o Empresário 1 tem o poder de escolher, no início do jogo (sem

possibilidade de alteração posterior) qual a nova fração β do produto vai se
apropriar. Feita essa escolha, os empresários realizam seus investimentos como no

item (a). Nesse caso, qual deve ser a parcela ótima β* escolhida pelo Empresário 1
em ENPS? Comente intuitivamente seu resultado.

c) Suponha agora que nessa economia as instituições sejam fracas, e o Empresário 1

tem o poder de alterar o contrato após o Empresário 2 ter realizado seu investimento

(ou seja, o Empresário 1 pode escolher qual será a divisão do produto ex-post).

Pode-se afirmar que esse grau de flexibilidade melhora o pay-off final do

Empresário 1; afinal ele sempre pode escolher não alterar o contrato inicial e obter

pelo menos o mesmo resultado do item anterior.

14) Considere uma situação onde existem duas firmas (1 e 2) e dois mercados (A e B). A
firma 1 é monopolista no mercado A, enquanto no mercado B há um duopólio entre as
firmas 1 e 2.
A demanda no mercado A é dada por P = 15 – q1A , e a firma 1 produz com custo
C(q1A) = 13.q1A
Já no mercado B a demanda é dada por P = 36 – q1B – q2B. O custo da firma 2 é
C2(q2B) = 18.q2B. Já o custo da firma 1 no mercado B depende do quanto produz nesse
mercado e do quanto produziu no mercado A. Mais especificamente, supomos que para a
firma 1 há um fenômeno de aprendizado tal que a produção no mercado A reduz o CMg de
produção no mercado B: C1(q1A,q1B) = (18 – q1A).q1B.
Suponha a seguinte estrutura de mercado. A Firma 1 começa fazendo sua escolha no
mercado A. Dada essa escolha (observável por ambas as firmas), em um momento seguinte
as firmas 1 e 2 competem via Cournot – escolha simultânea de quantidades – no mercado
B.
a) Determine a correspondência de melhor resposta da firma 1 no mercado B.
b) Determine o equilíbrio nesse mercado B e discuta a intuição do efeito de q1A sobre as
escolhas de equilíbrio de ambas as firmas
c) Determine qual a escolha ótima da firma 1 no mercado A. Discuta a intuição.
d) Suponha que o mercado B opere um período depois do mercado A e os jogadores
tenham uma taxa de desconto temporal 0 < d < 1. Discuta intuitivamente qual deve ser o
efeito de d sobre a escolha ótima q1A?
e) Suponha agora que a firma 2 ainda não entrou no mercado B. A firma 1 escolhe q1A, a
firma 2 observa esta escolha e decide se entra ou não. Se houver entrada, novamente há
competição de Cournot no mercado B; caso 2 não entre a firma 1 continua como
monopolista no mercado B, com demanda P = 36 – q1B e custo (18 – q1A).q1B. Determine a
escolha ótima q1A da firma 1, supondo que a firma 2 tenha um custo fixo de entrada F = 4.
(OBS: suponha que não há taxa de desconto intertemporal entre os períodos).
Douglas Espindola fez um comentário
  • Alguém possui o gabarito dessa lista?
    1 aprovações
    Carregar mais