Importância das PMEs - aula 2.ppt

Importância das PMEs - aula 2.ppt


DisciplinaEmpreendedorismo22.191 materiais209.697 seguidores
Pré-visualização1 página
*
*
*
1. Micro e Pequenas Empresas no Brasil
Constituição Federal e o Estatuto
Os artigos 147, 170, 179 da Constituição de 1988 contêm os marcos legais que fundamentam as medidas e ações de apoio as micro e pequenas empresas no Brasil.
O Artigo 170 insere as MPE nos princípios gerais da ordem econômica, garantindo tratamento favorecido as empresas;
*
*
*
1. Micro e Pequenas Empresas no Brasil
Artigo 179 orienta as Administrações Públicas a dispensar tratamento jurídico diferenciado ao segmento, visando incentivá-las pela simplificação ou redução das obrigações administrativas, previdenciárias e creditícias;
Artigo 149 contém dois novos dispositivos, aprovados pela Reforma Tributária de 2003, prevendo tratamento diferenciado e favorecido para as PME, incluindo o regime único de arrecadação de impostos e contribuições nas três esferas de governo; 
*
*
*
Em termos evolutivos, a primeira medida legal no Brasil foi em 1984, com a instituição, pela Lei nº 7.256, do Estatuto da Microempresa;
Um segundo Estatuto foi aprovado em 1994, com a Lei 8.664, prevendo tratamento favorecido nos campos trabalhistas, previdenciário, fiscal, creditício e de desenvolvimento empresarial;
Em 1996, através da Lei nº 9.317, aprimorou o sistema de pagamentos de impostos já em vigor para as microempresas. O novo regime, o Sistema Integrado de Pagamento de Impostos e Contribuições \u2013 SIMPLES, incluiu a relação dos impostos e contribuições no benefício de arrecadação única;
1. Micro e Pequenas Empresas no Brasil
*
*
*
1. Micro e Pequenas Empresas no Brasil
Critérios e tamanho da empresa:
Em 1999, o critério adotado para conceituar micro e pequena empresa é a receita bruta anual, cujo os valores foram atualizados pelo Decreto nº 5.208/2004, que corrigiu os limites originalmente estabelecidos (R$ 244.000,00 e R$ 1.200.000,00, respectivamente). Os limites atuais:
Microempresa: receita bruta anual igual ou inferior a R$ 433.755,14 (quatrocentos e trinta e três mil, setecentos e cinqüenta e cinco reais e quatorze centavos); 
*
*
*
1. Micro e Pequenas Empresas no Brasil
Empresa de Pequeno Porte: receita bruta anual superior a R$ 433.755,14 e igual ou inferior a R$ 2.133.222,00 (dois milhões, cento e trinta e três mil, duzentos e vinte e dois reais). 
Além do critério adotado no Estatuto, o SEBRAE utiliza ainda o conceito de pessoas ocupadas nas empresas, principalmente nos estudos e levantamentos sobre a presença da micro e pequena empresa na economia brasileira, conforme os seguintes números: 
*
*
*
1. Micro e Pequenas Empresas no Brasil
Microempresa: I) na indústria e construção: até 19 pessoas ocupadas; II) no comércio e serviços, até 09 pessoas ocupadas; 
Pequena empresa: I) na indústria e construção: de 20 a 99 pessoas ocupadas; II) no comércio e serviços, de 10 a 49 pessoas ocupadas. 
*
*
*
1.2 Tipos de Empresas e Sociedades
	A atividade econômica organizada produtiva pode ser exercida de forma individual ou de forma coletiva, objetivando a partilha de resultado.
Firma:
É o nome utilizado pelo titular de natureza
jurídica (empresário), pelas sociedades em nome
do coletivo, de capital e indústria em comandita
Simples. Em caráter operacional, pode ser
Utilizado pelas sociedades por quotas de
Responsabilidade limitada. 
*
*
*
Empresas Públicas;
Sociedade de Economia Mista;
Sociedade Anônima;
Sociedade por Quotas de Responsabilidade Limitada;
1.2 Tipos de Empresas e Sociedades
*
*
*
1.2 Tipos de Empresas e Sociedades
Empresa Pública
É uma pessoa jurídica de capital público, instituído por
ente estatal, com a finalidade prevista em Lei. A 
Finalidade é sempre de natureza econômica, eis que, se 
tratando de empresa, ela deve visar o lucro, ainda que 
este seja utilizado em prol da comunidade.
A empresa pública pode ser criada pelo Estado, como
pode ser objeto de transformação de autarquia ou de 
empresa privada. 
*
*
*
1.2 Tipos de Empresas e Sociedades
Sociedade de Economia Mista
Empresa de economia mista ou, mais precisamente,
"sociedade de economia mista" é uma sociedade na 
qual há colaboração entre o Estado e particulares, 
ambos reunindo recursos para a realização de uma 
finalidade, sempre de objetivo econômico.
A sociedade de economia mista é uma pessoa jurídica 
de direito privado e não se beneficia de isenções fiscais 
ou de foro privilegiado.
*
*
*
1.2 Tipos de Empresas e Sociedades
O Estado poderá ter uma participação majoritária ou minoritária; entretanto, mais da metade das ações com direito a voto devem pertencer ao Estado;
Sociedade Anônima;
É uma forma de constituição de empresas nas quais o 
capital social não se encontra atribuído a um nome em 
específico, mas está dividido em ações que podem ser 
transacionadas livremente, sem necessidade de 
escritura pública ou outro ato notarial. Por ser uma 
sociedade de capital, prevê a obtenção de lucros a 
serem distribuídos aos acionistas 
*
*
*
1.2 Tipos de Empresas e Sociedades
Sociedade por Quotas de Responsabilidade Limitada;
Em direito, refere-se à natureza jurídica de um tipo de 
empresa constituída por sociedade, cujo capital social é 
representado por cotas. A responsabilidade dos sócios no 
investimento é limitada ao montante do capital social 
investido.