CS2010 - Aula 3 - O Sistema de Contas Nacionais no Brasil - completo
88 pág.

CS2010 - Aula 3 - O Sistema de Contas Nacionais no Brasil - completo


DisciplinaContabilidade Social e Balanço de Pagamentos145 materiais1.375 seguidores
Pré-visualização5 páginas
de Renda
 Conta - 2.1.2. Conta de Alocação de Renda
Conta 2.2 - Conta de distribuição secundária da renda
Conta 2.3 - Conta de Uso da Renda
Conta 3 - Conta de Acumulação
Grupo C - Conta das Operações Correntes com o Resto do Mundo (RM)
Conta 4 - Conta de Operações Correntes com o Resto do Mundo
Conta 4.1 - Conta de Bens e Serviços do RM com a economia nacional 
Conta 4.2 - Conta de Distribuição Primária da Renda e Transferências Correntes do RM com a economia nacional 
Conta 4.3 - Conta de Acumulação do RM com a economia nacional
Contas Econômicas Integradas
Essas contas não utilizam mais a nomenclatura débito e crédito.
O lançamento aparece no centro da conta.
O que indica se trata-se de recurso ou uso é o número associado ao lançamento, que pode estar na direita ou na esquerda.
A única conta que não segue essa convenção é a primeira, a Conta de Bens e Serviços.
Seguiremos utilizando os valores do exemplo da TRU.
Grupo A Contas de Bens e Serviços
Conta 0 \u2013 Conta de Bens e Serviços
Recursos
Operações e Saldos
Usos
7.200
Produção (VBP)
 
300
Importação de Bens e Serviços (M)
 
660
Impostos líquidos de subsídios sobre
produtos e importação (IpM-Sub.pM)
 
110
Imposto de importação (IM)
 
550
Demais impostos sobre produtos (Ipd)
 
 
Consumo Intermediário (CI)
3.420
 
Consumo final (administ. públicas e famílias) (CF)
3.912
 
Formação Bruta de Capital Fixo (FBKF)
516
 
Variação de Estoques (VarE)
30
 
Exportação de Bens e Serviços (X)
282
8.160
TOTAL
8.160
Contas Econômicas Integradas
Esta conta apresenta a igualdade entre demanda total e oferta total da economia.
Mas faz no nível do valor total da produção e não no PIB.
Na realidade, não faz parte do sistema, é uma conta síntese.
Por isso ela traz os recursos do lado esquerdo e os usos do lado direito(o inverso das outras contas).
Contas Econômicas Integradas
Contas de Produção
A primeira conta que realmente faz parte do sistema é a Conta de Produção.
Ela apresenta o valor do PIB.
A coluna de uso está no lado esquerdo e a conta de recursos do lado direito.
As contas ainda respeitas o equilíbrio interno.
Mas é sempre o saldo de cada conta que se procura obter.
Grupo B Contas de Produção, Renda e Capital
Conta 1 \u2013 Conta de Produção
Usos
Operações e Saldos
Recursos
 
Produção (VBP)
7.200
3.420
Consumo Intermediário (CI)
 
 
Impostos líquidos de subsídios sobre
produtos e Importação (IpM-Sub.pM))
660
4.440
Produto Interno Bruto (PIB)
 
Conta de Renda
A conta da Renda apresenta o valor do Renda Nacional Bruta a partir do valor do PIB.
Grupo B Contas de Produção, Renda e Capital
Conta 2 - de Renda
Conta 2.1 \u2013 de Distribuição Primária da Renda
Conta 2.1.1 de geração de Renda
Usos
Operações e Saldos
Recursos
 
Produto Interno Bruto (PIB)
4.440
2.226
Remuneração dos Empregados (W +Wnr)
 
2.200
Remunerações pagas
por residentes a residentes (W)
 
26
Remunerações pagas
por residentes a não residentes (Wnr)
 
690
Impostos líquidos de subsídios sobre
produção e Importação (Ipç-Sub.pç))
 
1.524
Excedente Operacional Bruto inclusive Rendimento de Autônomos (EOB)
 
Conta da Renda
A conta da renda apresenta como o PIB foi distribuído entre as possíveis categorias de rendimento.
Apresenta como a renda foi gerada.
O excedente operacional bruto (EOB) é não é diretamente mensurado, mas estimado por diferença.
Obter este valor é o objetivo desta conta.
Atenção ao tipo de imposto que aparece nesta conta.
Inclui impostos que não afetam preços diretamente.
Conta da Renda
O salários estão divididos entre os salários pagos por residentes a residentes e os salário pagos por residentes a não residentes.
Isto seria o caso de empresas que realizam parte da produção para outros países.
As três contas que apresentamos substituem a conta de produção.
Apresentam as informações para identificação da identidade Produto = Despesa.
As próximas três contas estão substituindo a conta de apropriação (RNDB).
Grupo B Contas de Produção, Renda e Capital
Conta 2 - de Renda
Conta 2.1 \u2013 de Distribuição Primária da Renda
Conta 2.1.2 de alocação da Renda
Usos
Operações e Saldos
Recursos
 
Excedente Operacional Bruto inclusive
Rendimento de Autônomos (EOB)
1.524
 
Remuneração dos Empregados (W +Wr)
2.240
 
Remunerações pagas
por residentes a residentes (W)
2.200
 
Remunerações pagas
por não residentes a residentes (Wr)
40
 
Impostos líquidos de subsídios sobre
produção e Importação (Ipç-Sub.pç))
690
500
Rendas de Propriedades enviadas (Rppe)
e recebidas do resto do mundo (Rppr)
150
4.104
Renda Nacional Bruta (RNB)
 
Distribuição Primária da Renda
Esta conta soma todas as rendas recebidas e os impostos (líquidos sobre produção) ao excedente operacional bruto.
A conta distingue remunerações e rendas.
Mostra a renda a disposição dos residentes para consumir ou poupar.
A soma de todos os lançamentos é a Renda Nacional Bruta.
Equivale a distribuição primária da renda.
Distribuição Primária da Renda
Entretanto, podem haver transferências entre os setores da economia. De forma que a distribuição entre setores pode ser diferente desta.
Essas transferências podem afetar o resultado agregado da economia, pois um dos setores institucionais que estamos considerando é o setor externo.
Portanto, é preciso identificar o montante da renda a disposição dos residentes, ou seja, da Renda Nacional Disponível Bruta. 
Grupo B Contas de Produção, Renda e Capital
Conta 2 - de Renda
Conta2.2 \u2013 de Distribuição Secundária da Renda
Usos
Operações e Saldos
Recursos
 
Renda Nacional Bruta (RNB)
4.104
30
Outras receitas correntes enviadas (Te)
e recebidas do resto do mundo (Tr)
60
4.134
Renda Nacional Disponível Bruta (RNB)
 
Distribuição Secundária da Renda
Esta conta inclui as receitas correntes enviadas e recebidas do exterior.
Apresenta a Renda Nacional Disponível Bruta.
Identidades
Das contas apresentadas até aqui, temos as seguintes operações
VBP - CI + (IpM-Sub.pM) = PIB (Conta 1 - de Produção)
PIB - (W +Wnr) - (Ipç-Sub.pç) = EOB (Conta 2.1.1 - deDistrib. Primária da Renda \u2013 Geração)
EOB + (W +Wr) + (Ipç-Sub.pç) + (Rppr-Rppe) = RNB (Conta 2.1.1 - deDistrib. Primária da Renda - Geração)
RNB + (Tr- Te) = RDB (Conta 2.2 - deDistrib. Secundária da Renda)
Uso da renda
De posse da Renda Nacional Disponível Bruta podemos encontrar como essa renda foi alocada entre consumo e poupança pelas famílias.
Este é o papel da conta Uso da Renda
Grupo B Contas de Produção, Renda e Capital
Conta 2 - de Renda
Conta2.3 \u2013 de Uso da Renda
Usos
Operações e Saldos
Recursos
 
Renda Nacional Disponível Bruta (RDB)
4.134
3.912
Despesa de Consumo Final (CF)
 
222
Poupança Bruta (SD)
 
Conta de Acumulação
Com a informação sobre a poupança bruta podemos apresentar a conta equivalente à conta de capital.
Esta é chamada Conta de Acumulação.
Grupo B Contas de Produção, Renda e Capital
Conta 3 - Conta de Acumulação (Conta de Capital)
Usos
Operações e Saldos
Recursos
 
Poupança Bruta (SD)
222
516
Formação Bruta de Capital Fixo (FBKF)
 
30
Variação de Estoques (Var.E)
 
36
Transferências de Capital enviadas (Tce) e recebidas (Tcr) do Resto do Mundo
100
(-) 260
Capacidade (+) ou Necessidade (-) de financiamento externo (+ ou -S.ext)
 
Conta de Acumulação
No exemplo a economia teve uma poupança doméstica bruta insuficiente, e foi financiada pelo resto do mundo.
Os lançamentos Tce e Tcr referem-se a transferências de natureza distinta daquelas na conta 2.2 (Dist. Secundária da Renda).
As transferências neste item são transferências de capital, enquanto nas outras contas são transferências correntes (fluxos de renda).
Resto do mundo
A conta equivalente à conta de transações correntes com o resto do mundo é a Conta das Operações Correntes com o Resto do Mundo.
Na realidade é um conjunto de contas.
Também é construída do ponto de vista do resto do mundo (ex. importações são recursos do resto do mundo).
A primeira contas é a conta de Bens e Serviços com o resto do mundo.
Grupo C - Conta das Operações Correntes com o Resto do Mundo (RM)
Conta 4 - Conta de Operações Correntes com o Resto do Mundo
Conta 4.1 - Conta de Bens e