AV1 MATÉRIA DE AULA CONST. II

AV1 MATÉRIA DE AULA CONST. II

Disciplina:Direito Constitucional II4.128 materiais90.282 seguidores
Pré-visualização9 páginas
Art. 141. Cessado o estado de defesa ou o estado de sítio, cessarão também seus efeitos, sem prejuízo da responsabilidade pelos ilícitos cometidos por seus executores ou agentes.
Estado de exceção – estado de defesa e estado do sítio

Há uma alteração de legalidade normal para uma excepcional, extraordinária, mas é legalidade.

Não é objetiva disputa pelo poder e sim o restabelecimento da ordem.

Para deflagrar sistema de crise é imprescindível os requisitos: necessidade e temporalidade

As necessidades estão taxativamente na CRFB.

Estado de Defesa

Comentário art. 136 – Competência privativa do Pres. República. É uma decisão política (pode decretar, não deve). Os conselhos da República e da Defesa Nacional devem ser ouvidos, obrigatoriamente, pois são órgãos consultivos instituídos pela CRFB, mas a decisão é discricionária do PR. Depois enviado ao CN que decidirá pela manutenção ou cessação do Estado de Defesa.

O Estado de Defesa pode ser repressivo ou preventivo.

Locais restritos e determinados, entende-se que não é nacional, as medidas não são em todo o território nacional.

As medidas coercitivas são taxativas. Dentre as seguintes tem de escolher as citadas, não pode inovar.

Geralmente o executor do Estado de Defesa e Estado de Sítio é o Ministro da Justiça.

Estado de Sítio – prorrogações indeterminadas, mas a cada trinta dias. No caso de guerra decreta por trinta dias e a prorrogação é por quanto tempo perdurar o problema.

Art. 137, II não há rol taxativo para a adoção das medidas no Estado de Sítio por motivo de guerra.
Dandara Marques fez um comentário
  • Edilene, você tem esse resumo da AV2? Porque na minha AV1 vai cair Forças Armadas e Segurança Pública.
    0 aprovações
    Carregar mais