Morfologia - Adjetivo e Advérbio
2 pág.

Morfologia - Adjetivo e Advérbio

Disciplina:Comunicação nas Empresas4.296 materiais41.817 seguidores
Pré-visualização1 página
Adjetivo e Advérbio: traços que os distinguem

Inseridos no universo da morfologia, não raras são as vezes em que nos sentimos apegados a questionamentos diversos, dadas as particularidades das classes que compõem esta parte da gramática. Falando nelas, um aspecto parece emergir com total relevância – o fato de uma determinada palavra, a depender do contexto em que se encontrar inserida, mudar de uma classe a outra.
E, como não poderia ser diferente, dúvidas persistem quando o assunto se refere a duas importantes classes gramaticais, ora representadas pelo adjetivo e pelo advérbio.

Assim, pelo fato de se constituírem de características semelhantes, sobretudo em se tratando do advérbio de modo, valeconscientizarmo-nos dos traços que os distinguem.

Nesse sentido, uma noção básica deve ser pontuada: o adjetivo flexiona, ou seja, ele varia; enquanto que o advérbio não se apresenta passível de tais mudanças, haja vista que ele se caracteriza como uma classe invariável.  Vamos às diferenças, portanto?

Elas, uma vez elencadas, façamos tais diferenciações por meio de alguns exemplos, aos quais assim nos subsidiam:

A aluna respondeu feliz a pergunta ao professor.
O termo “feliz” seria um adjetivo ou um advérbio de modo?
Acerca dessa questão devemos, primeiramente, analisarmos se cabe ao enunciado a flexão que lhe é correspondente, assim manifestada:

As alunas responderam felizes a pergunta ao professor.  
Cabe ressaltar, portanto, que se trata de um adjetivo.
Vejamos outro exemplo:

O professor falava baixo, fato que dificultava a compreensão dos alunos.
Temos agora um termo que se encontra diretamente relacionado ao verbo(falava) e que não admite flexão. Logo, inferimos se tratar de um advérbio.
Fonte: http://www.portugues.com.br/gramatica/morfologia.html
Por: Vânia Maria do Nascimento Duarte