A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Aplicabilidade e eficacia das normas constitucionais

Pré-visualização | Página 1 de 1

1. EFICÁCIA E APLICABILIDADE DAS NORMAS
CONSTITUCIONAIS
Todas as normas constitucionais apresentam eficácia, algumas jurídica e social e outras
apenas jurídica. Eficácia social se verifica na hipótese de a norma vigente com
potencialidade para regular determinadas relações, ser efetivamente aplicada a casos
concretos. A eficácia jurídica significa que a norma está apta para produzir efeitos a
ocorrência de relações concretas; ma já produz efeitos jurídicos na medida em que a sua
simples edição resulta a revogação de todas as normas anteriores que com ela conflitam.
1.1. NORMAS CONSTITUCIONAIS DE EFICÁCIA PLENA
Aplicabilidade direta, imediata e integral. São aquelas normas que o momento em que
entra em vigor, estão aptas para produzir todos os seus efeitos, independentemente de norma
infraconstitucional integrativa. Em regra, criam órgãos ou atribuem aos entes federativos
competências. Não podem ser enfraquecidas pelo legislador.
Exemplos: art. 2º; 5º, III; 14, p. 2º; 16; 17, p 4º.
1.2. NORMAS CONSTITUCIONAIS DE EFICÁCIA CONTIDA
Aplicabilidade direta, imediata e não integral. Prospectiva. Aquela que pode ser aplicada
de imediato, mas permite restrição do seu conteúdo por meio de lei posterior.
Exemplo: art. 5º, XIII assegura ser livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão.
O inciso garante o direito e livre exercício profissional, mas o Estatuto da OAB pode exigir
que para nos tornarmos advogados sejamos aprovados em um exame da ordem. O que a lei
infraconstitucional fez foi reduzir a amplitude de um direto constitucionalmente
assegurado.
1.3. NORMAS CONSTITUCIONAIS DE EFICÁCIA LIMITADA
Aplicabilidade indireta, mediata e reduzida. No momento em que a Constituição é
promulgada ou entra em vigor, não tem o condão de produzir todos os seus efeitos,
precisando de norma reguladora infraconstitucional a ser editada pelo Poder, órgão ou
entidade competente, ou até mesmo de integração por meio de emenda constitucional.
Podem ser classificadas em normas de princípio institutivo ou orgânico e normas
programáticas.
Se divide em dois grupos:
a) Normas de princípio institutivo (organizativo): contém esquemas gerais de
estruturação de instituição, órgão ou entidade. Exemplo: art. 18, p. 2º.
b) Normas de princípio programático: visam a realização de fins sociais.
2. CLASSIFICAÇÃO DE MARIA HELENA DINIZ
a) Normas supereficazes (com eficácia absoluta): não podem ser emendadas. Contém
força paralisante total de qualquer legislação que explícita ou implicitamente, vier
contrariar. Exemplo: cláusulas pétreas.
b) Normas com eficácia plena: produção imediata dos efeitos previstos, apensar de
suscetíveis a emenda, não requerem normação subconstitucional subsequente.
Exemplo: art. 1º, p. único.
c) Normas com eficácia relativa restringível: correspondem às normas de eficácia
contida. Enquanto não houver restrições, o direito nelas contemplado será pleno.
d) Normas de eficácia relativa complementável (dependente de complementação
legislativa): dependem de lei complementar ou ordinária para o exercício do direito ou
benefício consagrado.
3. CLASSIFICAÇÃO DE CELSO RIBEIRO BASTOS E CARLOS
AYRES BRITTO
a) Normas de aplicação (irregulamentáveis ou regulamentáveis): já estão aptas para
produzir todos os seus efeitos, dispensando regulamentação (art. 2º).
b) Normas de integração: são integradas pela legislação infraconstitucional. Ora são
complementáveis (exigem uma legislação integrativa para a completa produção de
seus efeitos), ora restringíveis (estabelecem a possibilidade de o legislador
infraconstitucional reduzir o comado constitucional).
4. NORMAS CONSTITUCIONAIS DE EFICÁCIA EXAURIDA E
APLICABILIDADE ESGOTADA
Sugeridas por Uadi Lammêgo Bulos. Já extinguiram a produção de seus efeitos. São próprias
do ADCT (atos de disposições constitucionais transitórias), aquelas normas que já cumpriram
seu papel ou encargo para o qual foram propostas.
Normas constitucionais – sem exceção - servem como parâmetro de controle de
constitucionalidade.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.