castanha-CCD-Wagner-fotos
1 pág.

castanha-CCD-Wagner-fotos


DisciplinaFarmacognosia I619 materiais4.554 seguidores
Pré-visualização1 página
T1 Castanha-da-Índia
Cromatografia em camada delgada do padrão 
escina (T1) e extrato hidroetanólico da Aesculus 
hippocastanus, castanha-da-Índia. 2g de droga 
vegetal (semente) extraída com etanol 70%. 
Evaporação do filtrado e aplicação de 20µL. 
FF: Silica-gel F256
FM: CHCl3:AcOH:MeOH:H2O, 60:32:12:8
Revelador: Anisaldeído, ácido sulfúrico, aquecimento
O perfil cromatográfico de castanha-da-Índia 
caracteriza-se por uma região violeta-escura a 
castanha, na faixa de Rf 0,4-0,5, correspondente a 
escina (T1).
 T1 castanha-da-índia
Mesma placa, mesmo revelador, em menor 
intensidade, as manchas na região de Rf 0,2, estão 
relacionados a presença de açucar. 
FONTE: H. Wagner & S. Bladt, Plant Drug Analysis \u2013 A thin layer chromatography atlas. 2a ed., Ed. 
Springer, New York, 2001.