Aula_09

Aula_09


DisciplinaAdministração de Recursos Humanos II974 materiais7.973 seguidores
Pré-visualização2 páginas
*
*
*
Tópicos Especiais em Recursos Humanos
Andréa Bittencourt
Aula 9
*
*
*
QUALIDADE DE VIDA
 Qualidade de vida trata da experiência emocional da pessoa com o seu trabalho, no momento em que tantas mudanças sociais e tecnológicas se instalam de forma intensa e acelerada. Aborda os efeitos desta realidade no bem- estar da pessoa do ponto de vista emocional e profissional, enfocando as consequências do trabalho sobre a pessoa e seus efeitos nos resultados da organização. (Edina de Paula Bom Sucesso) 
AULA16
*
*
*
FATORES DE QVT
Adequada e satisfatória recompensa;
Segurança e saúde no trabalho;
Desenvolvimento das capacidades humanas;
Crescimento e segurança profissional;
Integração Social;
Direitos dos trabalhadores;
Espaço total de vida no trabalho e fora dele;
Relevância social.
(HUSE & CUMMINGS, 1985)
AULA16
*
*
*
ABORDAGENS DOS PROGRAMAS
 A participação do trabalhador;
 O projeto do cargo;
 Inovação do sistema de recompensa;
 Melhora no ambiente de trabalho.
AULA16
*
*
*
FATORES
AULA16
*
*
*
ANÁLISE DA QUALIDADE DE VIDA
1. O TRABALHO EM SI
 - Criatividade
 - Variabilidade
 - Autonomia
 - Envolvimento
 - Feedback
AULA16
*
*
*
ANÁLISE DA QUALIDADE DE VIDA
2. CRESCIMENTO PESSOAL E PROFISSIONAL
 - Treinamento
 - Oportunidades de crescimento
 - Relacionamento no trabalho
 - Papéis organizacionais
*
*
*
ANÁLISE DA QUALIDADE DE VIDA
3. TAREFAS COM SIGNIFICADO
 - Tarefas completas
 - Responsabilidade aumentada
 - Recompensas financeiras/ não financeiras
 - Enriquecimento
*
*
*
ANÁLISE DA QUALIDADE DE VIDA
4. FUNÇÕES E ESTRUTURAS ABERTAS
 - Clima de criatividade
 - Transferência de objetivos
*
*
*
Os principais itens do programa de higiene do trabalho estão relacionados com:
 
 1. Ambiente físico de trabalho: envolvendo:
 
 · Iluminação: luminosidade adequada a cada tipo de atividade.
 ·  Ventilação: remoção de gases, fumaça e odores desagradáveis, bem como 
	afastamento de possíveis fumantes ou utilização de máscaras. 
 · Temperatura: manutenção de níveis adequados de temperatura.
 ·  Ruídos: remoção de ruídos ou utilização de protetores auriculares
ANÁLISE DA QUALIDADE DE VIDA
*
*
*
2. Ambiente psicológico de trabalho: envolvendo:
 
 ·  Relacionamentos humanos agradáveis.
 ·  Tipo de atividade agradável e motivadora.
 ·  Estilo de gerência democrático e participativo.
 ·  Eliminação de possíveis fontes de estresse.
ANÁLISE DA QUALIDADE DE VIDA
AULA16
*
*
*
3. Aplicação de princípios de ergonomia: envolvendo:
Máquinas e equipamentos adequados às características humanas.
Mesas e instalações ajustadas ao tamanho das pessoas.
Ferramentas que reduzam a necessidade de esforço físico humano.
ANÁLISE DA QUALIDADE DE VIDA
AULA16
*
*
*
4. Saúde ocupacional: envolvendo aspectos que veremos a seguir.
ANÁLISE DA QUALIDADE DE VIDA
AULA16
*
*
*
AÇÕES PARA A QVT
Assegurar que as pessoas respirem ar fresco.
Evitar materiais suspeitos que emitam odores ou toxinas.
Proporcionar um ambiente livre de fumaça.
Adotar dutos limpos e secos.
Prestar atenção às queixas das pessoas.
Proporcionar equipamentos adequados.
AULA16
*
*
*
SAÚDE NO TRABALHO
 Um programa de saúde ocupacional requer as seguintes etapas:
1. Estabelecimento de um sistema de indicadores, abrangendo estatísticas de afastamentos e acompanhamento de doenças.
 2. Desenvolvimento de sistemas de relatórios médicos.
 3. Desenvolvimento de regras e procedimentos para prevenção médica.
4.  Recompensas aos gerentes e supervisores pela administração eficaz da função de saúde ocupacional. 
AULA16
*
*
*
ESTRESSORES INDIVIDUAIS:
Necessidades
Aspirações
Estabilidade emocional
Experiências
Flexibilidade
Tolerância à ambigüidade
Auto-estima
Padrão de comportamento
AULA16
*
*
*
ESTRESSORES AMBIENTAIS
Cargo 
 Sobrecarga
	 Rigidez
	 Monotonia
	 Programação
AULA16
*
*
*
ESTRESSORES AMBIENTAIS
Papel	 
 Ambigüidade
	 Conflito
	 Responsabilidade
	 Falta de apoio
AULA16
*
*
*
ESTRESSORES AMBIENTAIS
Estrutura
 Comunicação pobre
	 Pouca participação
	 Pouca coordenação
	 Rigidez
AULA16
*
*
*
ESTRESSORES AMBIENTAIS
Cultura 
	 Bitolamento
	 Pouco progresso
	 Pouca participação
AULA16
*
*
*
ESTRESSORES AMBIENTAIS
Fatores Externos 
 Família
 Economia
	 Vida particular
	 Comunidade
*
*
*
ESTRESSORES AMBIENTAIS
Relacionamentos
 Superiores
 Subordinados
	 Colegas
	 Clientes
*
*
*
ESTRESSORES AMBIENTAIS
Relacionamentos
 Superiores
 Subordinados
	 Colegas
	 Clientes
*
*
*
CONSEQUÊNCIAS DISFUNCIONAIS
Subjetivo 
 Fadiga
	 Ansiedade
	 Preocupação
	 Culpa
*
*
*
Comportamental 
		Acidentes
		Erros
CONSEQUÊNCIAS DISFUNCIONAIS
*
*
*
Fisiológico 
 
		Cansaço
	 Pressão alta
	 Insônia	 
 Doenças
CONSEQUÊNCIAS DISFUNCIONAIS
*
*
*
Organizacional 
 Absenteísmo
 Rotatividade
	 Baixa produtividade
	 Baixa qualidade
CONSEQUÊNCIAS DISFUNCIONAIS
*
*
*
PARA NADLER E LAWLER
1. Participação dos funcionários nas decisões.
2. Reestruturação do trabalho através do enriquecimento de tarefas e de grupos autônomos de trabalho.
3. Inovação no sistema de recompensas para influenciar o clima organizacional.
4. Melhoria no ambiente de trabalho quanto a condições físicas e psicológicas, horário de trabalho, etc.
Na medida em que esses quatro aspectos são incrementados haverá uma melhoria na QVT.
 
 
AULA16
*
*
*
HACKMAN E OLDHAN
modelo de QVT no qual as dimensões do cargo produzem estados psicológicos críticos que conduzem a resultados pessoais e de trabalho que afetam a QVT. As dimensões do cargo são:
 	
 1. Variedade de habilidades: o cargo deve requerer várias e diferentes habilidades, conhecimentos e competências da pessoa. 
 
 2. Identidade da tarefa: o trabalho deve ser realizado do início até o fim para que a pessoa possa perceber que produz um resultado palpável.
 
AULA16
*
*
*
HACKMAN E OLDHAN
 
 3. Significado da tarefa: a pessoa deve ter uma clara percepção de como o seu trabalho produz conseqüências e impactos sobre o trabalho das outras.
 
 
AULA16
*
*
*
4 Retroação do próprio trabalho: a tarefa deve proporcionar informação de retorno à pessoa para que ela própria possa auto-avaliar seu desempenho.
5 Retroação extrínseca: deve haver o retorno proporcionado pelos superiores hierárquicos ou clientes a respeito do desempenho na tarefa.
 
6 Inter-relacionamento: a tarefa deve possibilitar contato interpessoal do ocupante com outras pessoas ou com clientes internos e externos.
AULA16
*
*
*
WALTON
 1. Compensação justa e adequada: a justiça distributiva de compensação depende da adequação da remuneração ao trabalho que a pessoa realiza, da eqüidade interna (equilíbrio interno) e da eqüidade externa (equilíbrio com as remunerações do mercado de trabalho). 
 
 
AULA16
*
*
*
WALTON
2. Condições de segurança e saúde no trabalho: envolvendo as dimensões jornada de trabalho e ambiente físico adequado à saúde e bem-estar da pessoa. 
 
*
*
*
WALTON
3. Constitucionalismo: refere-se à definição de normas e regras da organização, direitos e deveres do trabalhador, recursos contra decisões arbitrárias e um clima democrático.
*
*
*
WALTON
4. Utilização e desenvolvimento de capacidades: proporcionar oportunidades de satisfazer as necessidades de utilização de habilidades e conhecimentos do trabalhador, desenvolver sua autonomia, autocontrole e retroinformação quanto ao seu desempenho.
 
 
*
*
*
WALTON
5. Oportunidades de crescimento contínuo e segurança: para oferecer possibilidades de carreira na organização, crescimento e desenvolvimento pessoal e de segurança no emprego.
 
*
*
*
WALTON
6. Integração social na organização: envolvendo eliminação