3+-+Angina+Pectoris+-+FARMACIA+6P+-+AGO+2010+-+CARLOS
63 pág.

3+-+Angina+Pectoris+-+FARMACIA+6P+-+AGO+2010+-+CARLOS


DisciplinaFarmacologia II816 materiais22.295 seguidores
Pré-visualização3 páginas
os sintomas não 
alivirarem após 3 
comprimidos sub-
lingual 
5 a 10µg/min \u2013 
infusão contínua Hipotensão/ Paciente 
recebendo Sildenafil 
(Viagra ®) 
Cefaléia 
\u3b2-bloqueador 
Metoprolol 
Esmolol 
Angina Instável 5mg i.v. (1 a 2 min.) 
0,1mg/kg/min i.v. 
Frequência Cardíaca 
<60bpm e 
Perssão Sistólica 
<90mmHg 
Bloqueador do 
canal de cálcio 
Vários 
Sintomas não 
aliviados por Nitrato 
ou \u3b2-bloqueador 
Edema Pulmonar, 
Disfunção Ventricular 
Esquerda 
Fármacos Anti-anginosos 
Categoria do Fármaco Posologia 
(dose mg/kg / dia ou Hora) 
Anti-coagulante oral 
AAS \u2013 ácido acetilsalicílico 
 
 
Clopidrogrel 
162 a 325 mg (inicial) 
75 a 162 mg/ 1Xdia 
 
300mg (ataque) 
75 mg/ 1Xdia 
Anti-coagulante Intravenoso 
Abciximabe Bolus de 0,25mg/kg seguido 0,125µg/kg/min 
por 12 a 24 horas 
Heparina (HNF Bolus de 60 a 70 U/kg i.v. (máximo 5.000 U) 
seguido 12 a 15 U/kg/h (máximo 1.000/h) 
Fármacos Anti-anginosos 
Perspectivas 
Estudos Clínicos comparando a eficácia de novos 
Fármacos Antianginosos: 
- Nitratos (Molsidomina \u2013 tempo maior de ação) 
- Antagonistas dos Canais de Ca2+ 
(Nitrendipina \u2013 ausência da hipotensão ortostática) 
Estes ensaios clínicos estão avaliando os efeitos sobre eventos 
coronarianos obstrutivos, hipertrofia ventricular e mortalidade. 
- É uma das mais importantes causas de morte por 
doença cardiovascular; 
- Angina é progressiva e se não tratada pode 
provocar o infarto do miocárdio; 
- 4 tipos de Fármacos são utilizados no tratamento; 
- Nitratos são usados logo após o início do sintoma; 
- A combinação desses Fármacos depende da 
gravidade e mostrou vantagem; 
- Trombolíticos devem ser utilizados com cautela em 
pacientes que já sofreram cirurgia (risco de 
hemorragia). 
Conclusão 
- Goodman & Gilman, A. As Bases Farmacológicas da Terapêutica. 11º ed. Mc 
Graw Hill, 2006 
- Rang, P.H.; Dale, M.M. Farmacologia. 6ª ed. Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, 
2006 
- Katzung, B.G., Farmacologia Básica & Clínica. 6ª ed. p.109; 
- Lullmann, H.; Mohr, K. Farmacologia Texto e Atlas 4ª ed. Art Med , Porto Alegre, 
2001 
- Harrison Medicina Interna, 15ª ed., McGraw-Hill, Rio de Janeiro. 
Referências Bibliográficas: