PlanoDeAula_30

PlanoDeAula_30


DisciplinaDireito Penal I69.718 materiais1.142.705 seguidores
Pré-visualização1 página

	 
			
			 Plano de Aula: Do Fato Típico. Do Tipo Doloso. Do Tipo Culposo.
			 DIREITO PENAL I
			
		
		
			Título
			Do Fato Típico. Do Tipo Doloso. Do Tipo Culposo.
			 
			Número de Aulas por Semana
			
				
			
			Número de Semana de Aula
			
				7
			
 
 Tema
		 Do Tipo Doloso. Do Tipo Culposo.
		
		 Objetivos
		 
O aluno deverá ser capaz de:
    ? Compreender a relevância da subsunção das normas penais aos preceitos   constitucionais.
   ? Reconhecer os elementos subjetivos da conduta consoante a teoria finalista da ação e as teorias do dolo.
   ?Diferenciar as espécies de dolo e suas conseqüências
   ? Identificar a culpa enquanto elemento normativo do tipo penal consoante a teoria finalista da ação.
   ?Analisar os elementos da culpa, suas modalidades e a previsibilidade objetiva do resultado para fins de responsabilização penal.
   ? Reconhecer a excepcionalidade do tipo culposo.
   ?Solucionar as situações nas quais haja conflito entre a conduta dolosa - dolo eventual e, culposa - culpa consciente.
  ? Reconhecer as figures típicas dos delitos agravados pelo resultado.
  ? Aplicar os institutos previstos na parte geral do Código Penal aos crimes em espécie.
 ? Compreender a relevância do estudo prévio dos temas da aula por meio da resolução dos casos concretos propostos.
		
		 Estrutura do Conteúdo
	 
Das Condutas Dolosas e Culposas. 
   1. Da Conduta Dolosa:
1.1. Teorias
1.2. Natureza Jurídica
1.3. Elementos 
1.4. Espécies de Dolo:
     - Dolo Direto
     - Dolo Indireto: eventual e alternativo
     - Dolo Genérico
     - Especial Fim de Agir 
? Leia o Capítulo  XVI, de seu material didático.
? Leia o art. 18, incisos I e II, do Código Penal
     2. Da Conduta Culposa: 
2.1.Teorias
2.2. Natureza Jurídica
2.3 Elementos
- A relevância do reconhecimento da previsibilidade objetiva do resultado.
- Modalidades de culpa: Imprudência, negligência e imperícia, 
- Crime culposo e tipo aberto. 
- Distinção entre dolo eventual e culpa consciente. 
2.4 Crime agravado pelo resultado: modalidades; o crime preterdoloso.
? Leia os Capítulos XVI e   XVII de seu material didático.
? Leia o art. 19, do Código Penal
 
Indicação Bibliográfica
   ? Leia os art. 18 e 19, do Código Penal.
   ? Leia os Capítulos  XVI. O Tipo Penal nos Crimes Dolosos â\u20ac\u201c pp. 223 a 230  e  XVII. O Tipo Penal nos Crimes Culposos â\u20ac\u201c pp. 230 a 239, do livro CAPEZ, Fernando. Curso de Direito Penal, conforme plano de ensino.
	
	 Aplicação Prática Teórica
 
 
1)Leia o caso abaixo e responda à questão relacionada. Desenvolva sua fundamentação com base na leitura indicada no seu plano de aula e por seu professor.
Tragédia. 
"Acidente deixa gravemente ferido deputado Fernando Carli Filho. Violenta colisão na madrugada matou dois jovens no bairro Mossunguê".
 Fonte: Redação Bem Paraná, disponível em http://www.bemparana.com.br, última atualização em 07/05/09 às 12:43  
 
"Concluído pela polícia polícia paranaense o inquérito que investigava o acidente provocado pelo ex-deputado Fernando Ribas Carli Filho. Ele estava embriagado e dirigia seu carro a 167 quilômetros por hora, quando, em 07 de maio, colidiu com outro veículo e matou duas pessoas. Carli Filho foi indiciado por duplo homicídio com dolo eventual".
Fonte: Revista Veja, Ed. Abril, edição 2126-ano 42-n.33, 19 de agosto de 2009 - pp. 52 e 53.
 
Diante do caso apresentado por dois veiculos de comunicação e, com base nos estudos realizados sobre os tipos penais responda ao que se pede e desenvolva sua argumentação com base na leitura de seu material didático.:
a)Consoante a classificação dos tipos penais em dolosos  e culposos, diferencie dolo eventual e culpa consiciente. 
b) Diante dos dados constantes no inquérito policial e no respectivo indiciamento, aplicar-se-á, caso, a Lei n.9503/1997 (Código de Trânsito Brasileiro) ou o Código Penal?
 
2) Ã\u2030 elemento do crime culposo: (34º Exame OAB/CESPE-UnB). 
a) a observância de um dever objetivo de cuidado.
b) o resultado lesivo não querido, mas assumido, pelo agente.
c) a conduta humana voluntária, sempre comissiva.
d) a previsibilidade.
 
3) Com base nos estudos realizados sobre a distinção entre e dolo e culpa, selecione,a opção correta. Responda de forma justificada e indique o(s) respectivo(s) dispositivo(s) legal(is) aplicáveis.
a) Quando o agente deixa de prever o resultado que lhe era previsível, fica caracterizada a culpa consciente e o agente responderá por delito preterdoloso..
b) Quando o agente, embora prevendo o resultado, não deixa de praticar a conduta porque acredita, sinceramente, que esse resultado não venha a ocorrer, caracteriza-se a culpa inconsciente.
c) Quando o agente pratica uma conduta, da qual advém um resultado mais gravoso que o pretendido, sendo este previsível, será responsabilizado penalmente por ambos os resultados, ainda que não tenha assumido o risco de sua produção.
d)Quando o agente, embora não querendo diretamente praticar a infração penal, não se abstém de agir e, com isso, assume o risco de produzir o resultado que por ele já havia sido previsto e aceito, há culpa consciente.