WL-P & R-04-Direito Constitucional-09-Os Princípios do Estado de Direito-005
2 pág.

WL-P & R-04-Direito Constitucional-09-Os Princípios do Estado de Direito-005


DisciplinaDireito Constitucional I66.453 materiais1.534.437 seguidores
Pré-visualização1 página
Waldeck Lemos 
Perguntas & Respostas 
 
Disciplina: 
Direito Constitucional 
Folha: 
1 de 2 
 
Perguntas & Respostas/WLAJ/DP 
QUESTÕES 
 
Fonte: CRETELLA JUNIOR, J. e CRETELLA NETO, J. - 1.000 Perguntas e Respostas de Direito 
Constitucional \u2013 Editora Forense Jurídica (Grupo GEN). 
 
CAPÍTULO 09 - OS PRINCÍPIOS DO ESTADO DE DIREITO 
 
01) Em que consistem as garantias constitucionais? 
R.: Garantias constitucionais são normas que delimitam a atuação do Estado, no sentido de vedar a prática de 
atos que configurariam violação a direito reconhecido. 
 
02) Qual a diferença entre garantias constitucionais e remédios constitucionais? 
R.: Garantias constitucionais são normas que visam à prevenção da ocorrência de violações a direitos 
reconhecidos; remédios constitucionais são medidas ou processos especiais, previstos na Constituição (e 
geralmente regulamentados por diplomas legais infra-constitucionais), cuja finalidade é a defesa de direitos já 
violados ou iminentemente ameaçados, isto é, a modificação de uma situação jurídica, prévia e ilegalmente 
alterada pela atuação do Estado. 
 
03) O que se entende por "terceira geração de direitos"? 
R.: Após as fases dos direitos individuais e dos direitos sociais, passa uma nova espécie de direitos a ser 
considerada fundamental à própria existência do homem, denominada pela doutrina, de terceira geração de 
direitos. Trata-se de direitos de solidariedade entre todos os membros da espécie humana, tais como o direito 
ambiental, o respeito ao patrimônio histórico, artístico e cultural da Humanidade, e o direito à paz. 
 
04) Qual a fonte normativa da terceira geração de direitos? 
R.: As principais fontes normativas da terceira geração de direitos são os tratados e convenções internacionais. 
 
05) A CF brasileira de 1988 consagra a terceira geração de direitos? 
R.: Nossa CF, considerada bastante avançada quanto à proteção a essa nova geração de direitos, consagrou o 
Capítulo VI (Do Meio Ambiente) do Título VIII (da Ordem Social) à proteção ao meio ambiente: o art. 225, com 6 
parágrafos, incumbe o Poder Público de assegurar a efetividade desses direitos e condiciona a exploração de 
recursos naturais à observação a severas restrições legais. 
 
06) Em que Constituição brasileira passaram a constar, em sua concepção social, os direitos fundamentais do 
homem? 
R.: Enquanto a Constituição do Império, de 1824, e a primeira da República, de 1891 refletiam o entendimento 
individualista dos direitos fundamentais, a de 1934 foi nossa primeira Constituição a incorporar a concepção social 
dos direitos fundamentais do homem. 
 
07) Qual a classificação dos direitos fundamentais do homem, baseada na CF atual? 
R.: A CF de 1988 consagra inúmeros direitos fundamentais do homem, que podem ser classificados, segundo a 
ordem do atual texto constitucional, em direitos: a) individuais (art. 5.º); b) coletivos (art. 5.º); c) sociais (arts. 6.º e 
193 a 232); d) à nacionalidade (art. 12); e) políticos (arts. 14, 15, 16 e 17); e f) econômicos (arts. 170 a 192). 
 
08) Em que aspectos, relativamente às garantias fundamentais, inovou a atual CF brasileira em relação às 
anteriores? 
R.: A atual CF desmembrou os direitos sociais da estrutura anterior (Ordem econômica e social), conferindo-lhes 
maior importância; além de ser mais abrangente e extensa do que as Constituições anteriores, incluiu, ao lado das 
garantias constitucionais clássicas, o direito à informação, a proteção a direitos difusos (ao consumidor, ao meio 
ambiente) e coletivos (ampliação da atuação dos Sindicatos). 
 
09) Em que consiste a inviolabilidade do direito à vida? 
R.: A inviolabilidade do direito à vida, assegurado pela CF, art. 5.º, caput, consiste na proteção ao ser humano 
tanto no plano material (constituído por elementos biofísico-psíquicos) quanto no plano imaterial (formado por 
elementos espirituais). 
 
10) Que práticas são vedadas, com respeito à inviolabilidade do cito à vida? 
 
Waldeck Lemos 
Perguntas & Respostas 
 
Disciplina: 
Direito Constitucional 
Folha: 
2 de 2 
 
Perguntas & Respostas/WLAJ/DP 
R.: São vedadas quaisquer práticas que coloquem em risco a vida, desde a formação do feto; assim, são vedados: 
o aborto (exceto nos casos de perigo à vida da gestante, do feto ou de concepção resultante de estupro), a 
eutanásia (não há vedação constitucional expressa), a pena de morte (art. 5.º, XLVII, exceto nos casos de guerra 
declarada), as ofensas à integridade física (que constam do Código Penal, e são, na CF, especialmente garantidos 
esses direitos aos presos - art. 5.º, XLIX) e à integridade moral (como tortura ou tratamento desumano e 
degradante - art. 5.º, III); como corolário, admite-se que alguém tire a vida de outrem nos casos de estado de 
necessidade, de legítima defesa, de estrito cumprimento do dever legal e de exercício regular de direito (art. 23 do 
CP). 
 
 
==XXX==