A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
conceitos importantes PA

Você está vendo uma pré-visualização

Pre-visualização do material conceitos importantes PA - página 1
Pre-visualização do material conceitos importantes PA - página 2

conceitos importantes PA

CONCEITOS IMPORTÂNTES: 
 
 VISCOSIDADE: atrito das moléculas do sangue entre si. Sendo que a viscosidade + o fluxo determinam o estresse por 
cisalhamento, o qual é responsável pela expressão de diversos genes no endotélio. CISALHAMENTO É RESPONSÁVEL POR 
EXPRESSAR DIVERSOS GENES NO ENDOTÉLIO PROMOVENDO A REGULAÇÃO DA PRESSÃO ARTERIAL. 
- O fluxo laminar pode ser tornar turbilhonado por conta de mudanças na viscosidade ou por conta do raio do vaso. 
 PRESSÃO ARTERIAL DIASTÓLICA: é a pressão que o sangue exerce na valva aórtica que está fechada (por conta disso que um 
paciente com IC tem uma baixa PAD). 
 PRESSÃO SISTÓLICA: pressão que se desenvolve durante a ejeção e é determinada por: volume sistólico do VE; velocidade de 
ejeção e resistência aórtica. 
 
A pressão arterial sistêmica é definida como uma grandeza física dada por força do sangue na parede dos vasos/ unidade de área. 
Garantindo a perfusão tecidual adequada para a manutenção da força motriz na circulação em níveis adequados e razoavelmente 
constantes. 
Apesar de apresentar oscilações a PA é mantida relativamente constante por ações de diversos mecanismos de controle, que permitem 
a manutenção da PA mesmo quando uma dessas alças falhem. Sendo que esses mecanismos podem ser: 
de curto prazo: é determinada por barorreceptores que são ativados com oscilações das pressões. 
Essa ativação envia informações, primeiramente, para o núcleo do trato solitário; o qual é capaz de desencadear em mecanismo que, em 
casos de elevada PA, conseguem reduzir a pressão arterial e a FC, através da venodilatação e bradicardia reflexa, respectivamente. 
 + Lembrando que, esses neurônios são de adaptação rápida e a sensibilidade aos barorreceptores pode apresentar alterações 
gênicas. 
 + Papel do SNS na HA: mantém os níveis elevados de noradrenalina plasmática bem como a sua liberação regional; aumento do 
tônus simpático; aumento da atividade simpática avaliada por registro direto; maior sensibilidade à noradrenalina. 
 + Existem barorreceptores de baixa pressão e de alta pressão, localizados em locais estratégicos e específicos do corpo. 
 
Além dos barorreceptores, existem também os quimiorreceptores que respondem primariamente à hipóxia, quando localizados no 
centro respiratório e à hipercapnia (aumento da [CO2]), quando localizados na medula espinhal. Sendo que a diminuição de O2 e 
aumento de CO2 levam ao aumento da ventilação. 
A função principal desses receptores é de aumentar a resistência periférica total, aumentando a PA e a liberação de arginina 
vasopressina (ADH). 
 
de longo prazo: esse controle se caracteriza principalmente pela atividade humoral do SRAA. 
 
 
 
A regulação da PA é divida em dois grupos: (a) alças reflexas de regulação neuro-hormonal que apresentam resposta imediata à 
alterações no nível da PA- como ajustes do DC, retorno venoso e capacitância e (b) regulação à longo prazo, que abrangem fatores 
dependentes da estrutura vascular e o sistema feedback rim/fluidos corporais.