A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Flashcards doenças exantemáticas

Pré-visualização | Página 1 de 1

Perguntas: Sarampo Respostas 
Etiologia Paramixovírus (PARAMPO 36) 
Incubação 8 a 12 dias 
Período de contágio 
2 a 6 dias antes dos sintomas e até 4° dia depois do aparecimento do 
exantema 
Pródromos 
Febre, conjuntivite, coriza, tosse, mancha de Koplik 
Tosse: 1ª a aparecer e última a desaparecer 
Exantema 
Maculopapular morbiliforme com início na região retroauricular e 
progressão craniocaudal e descamação furfurácea 
Transmissão Por gotículas 
Tratamento Vitamina A + isolamento + sintomático 
Diagnóstico 
Basicamente clínico, podendo ser solicitado IgM no 5° ou 6° dia após 
surgimento do exantema 
Profilaxia 
Pós-contato: vacinação de bloqueio até o 3° dia para produção de 
anticorpos antes da incubação 
Vacina: tríplice viral aos 12 meses e tetraviral aos 15 meses. 
 
Perguntas: Rubéola Respostas 
Etiologia Togavírus (RUBOLA) 
Incubação 14 a 21 dias 
Período de contágio 3 dias antes do início dos sintomas e 5-7 dias depois da erupção 
Pródromos 
Coriza leve, tosse discreta, linfadenopatia retroauricular, occipital e 
cervical e Enantema (sinal de Forshheimer com lesões róseas, 
puntiformes no palato do paciente) 
Exantema 
Rubeoliforme (maculopapular) com progressão craniocaudal e sem 
descamação 
Transmissão 
Secreções nasofaríngeas expelida pelo doente ao tossir, respirar, falar 
ou respirar 
Tratamento De suporte apenas 
Diagnóstico Isolamento viral 
Profilaxia Não existe vacina, apenas evitar contato com pessoas infectadas 
 
Perguntas: Eritema Inf. Respostas 
Etiologia Parvovírus B19 
Incubação 4 a 14 dias 
Período de contágio Antes do aparecimento do exantema 
Pródromos 
inespecíficos ou inexistentes + intervalo assintomático + erupção 
cutânea (s/transmissão do vírus) 
Exantema 
Exantema trifásico: 
• 1º: face esbofeteada 
• 2º: exantema reticulado 
• 3º recidiva: após exposição a estímulos (luz, calor, exercício físico) 
Com progressão craniocaudal e sem descamação ou discreta 
Transmissão Por gotículas 
Tratamento Sintomático, podendo usar também imunoglobulina venosa (raro). 
Diagnóstico Pesquisa de IgG e IgM 
Profilaxia Não existe vacina, apenas medidas básicas de higiene 
 
 
 
Perguntas: Exantema s. Respostas 
Etiologia HHV-6 e HHV-7 (herpes vírus humano tipo 6 e 7) 
Incubação 5 a15 dias 
Período de contágio Durante a fase febril 
Pródromos 
Inespecíficos (coriza, conjuntivite discreta) e febre alta que 
desaparece com surgimento de exantema 
Exantema 
Maculopapular com progressão centrífuga e início no tronco. 
Descamação ausente 
Transmissão Por via oral, através da saliva 
Tratamento 
Não há tratamento. Após término da febre, surge o exantema e 
melhora em 2-3 dias 
Diagnóstico Isolamento viral 
Profilaxia Não existe vacina, apenas evitar contato com pessoas infectadas 
 
Perguntas: varicela Respostas 
Etiologia Varicela-zoster 
Incubação 4 a 16 dias 
Período de contágio 
1 a 2 dias após o aparecimento das lesões e até 6 dias depois, quando 
todas as lesões estiverem na fase crostas 
Pródromos Inespecíficos 
Exantema 
 vesicular, com pleomorfismo, pruriginoso; acomete mucosas com 
progressão centrífuga e descamação ausente 
Transmissão 
Contato com o líquido da bolha ou pela tosse, espirro, saliva ou por 
objetos contaminados pelo vírus, ou seja, contato direto ou de 
secreções respiratórias 
Tratamento 
Sintomático. Devemos evitar AAS. Antivirais para encurtar a viremia 
(aciclovir) 
Diagnóstico 
ELISA, aglutinação pelo látex, imunofluorescência indireta. PCR como 
padrão ouro 
Profilaxia Tetraviral aos 15 meses e isolamento. 
 
Perguntas: Escarlatina Respostas 
Etiologia 
Escreptococos beta hemolítico do grupo A (estreptococcus 
pyogenes) 
Incubação 1 a 3 dias 
Período de contágio 10 dias a 3 semanas 
Pródromos 
Faringite e enantema: língua em framboesa 
• Sinal de Pastia (piora nas pregas do exantema) 
• Sinal de Filatov (palidez peribucal) 
Exantema 
Exantema micropapular com pele áspera (lixa) com progressão 
centrífuga e descamação lamelar ou laminar 
Transmissão Através da saliva ou contato com objetos contaminados 
Tratamento 
Benzetacil (penicilina benzatina) ou amoxicilina, via oral. Macrolídeos 
e azitromicina só são indicados em pacientes alérgicos. 
Diagnóstico Exame clínico + hemograma 
Profilaxia Não existe vacina, apenas evitar contato com pessoas infectadas 
 
 
 
 
 
Perguntas: Mononucleose Respostas 
Etiologia Epstein-barr (EBV) 
Incubação 30 a 40 dias 
Período de contágio um ano ou + 
Pródromos Febre + faringite tonsilar + linfadenopatia 
Exantema Após uso de amoxicilina 
Transmissão 
Qualquer tipo de secreção (saliva, suor, sexual e 
transplacentária) 
Tratamento 
Não há tratamento específico. Portanto é recomendado 
repouso e tratamento sintomático 
Diagnóstico 
Teste de anticorpos heterófilos ou teste por monospot. 
Leucocitose 
Profilaxia Medidas básicas de higiene 
 
Perguntas: Kawasaki Respostas 
Etiologia Desconhecida 
Características 
Febre auto-limitada por 5 dias associada a 4 ou + dos seguintes 
sintomas: 
• Eritema e edema em extremidades 
• Exantema polimorfo inespecífico 
• Hiperemia ocular bipalpebral não purulenta 
• Eritema e fissuras labiais 
• Hiperemia da mucosa da orofaringe 
• Língua de framboesa 
• Linfonodomegalia cervical maior que 1,5cm de diâmetro e 
unilateral 
Tratamento 
Gamaglobulina endovenosa, AAS, pulsoterapia com metil 
prednisona e anticorpos monoclonais anti TNF-alfa e outros 
agentes citotóxicos 
Diagnóstico Sinais clínicos, hemograma, VHS, ecografia e angiografia

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.