A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Pré Relatório - Titulometria de Precipitação

Pré-visualização | Página 1 de 1

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA 
CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIAS 
DEPARTAMENTO DE QUÍMICA 
CURSO DE LICENCIATURA EM QUÍMICA 
DISCIPLINA – QUÍMICA ANALÍTICA EXPERIMENTAL 
DISCENTE – LUÍS HENRIQUE BARBOSA SOUZA 
 
PRÉ RELATÓRIO – TITULOMETRIA DE PRECIPITAÇÃO 
 
1ª) O que você entende por reação de precipitação? 
É um método de análise quantitativa, onde temos uma reação entre dois sais solúveis em 
solução aquosa, em que na formação dos produtos, temos a produção de um sal 
insolúvel, os quais chamaram de precipitado. Esse precipitado pode permanecer como 
uma suspensão, ou um sólido que sofre decantação. 
2ª) Defina indicador de adsorção. Descreva como atua um indicador de adsorção 
em uma titulação de precipitação. 
São determinados compostos orgânicos que tendem a ser adsorvidos sobre a superfície 
de um sólido em uma titulação de precipitação. Ele funciona próximo a um determinado 
ponto de equivalência, resultando na alteração de cor e na transferência de cor da 
solução para o precipitado. 
3ª) De que forma se observa o ponto final (PF) de uma titulação de precipitação. 
Acaba ocorrendo uma alteração física que está diretamente relacionada a uma alteração 
física associada à condição de equivalência química, ou seja, ocorre uma mudança de 
coloração sobre o precipitado devido a adsorção ou dissorção. 
4ª) Dadas as fórmulas moleculares das substâncias AgCl(s) e Ag2CrO4(s) escreva a 
expressão matemática do Kps (Constante do produto de solubilidade) dessas 
substâncias. 
 AgCl 
AgCl(s)  Ag
+
(aq) + Cl
-
(aq) 
 
Inicial Sólido 0 0 
 
 
 
 
 
 
 Ag2CrO4(s) 
Ag2CrO4(s)  2 Ag
+
(aq) + CrO4
-
(aq) 
 
 
 
 
 
 
 
5ª) Descreva passo a passo, como proceder para preparar 100 mL de uma solução 
de AgNO3 com concentração de 0,05 eq/L 
0,05 eq/L é o mesmo que 0,05 mol/L. 
 
 
 
 
 
Primeiro calculamos a quantidade de AgNO3 a ser pesada (0,84937 g). Pesamos essa 
massa de 0,84937 g de nitrato de prata em um vidro de relógio. Transferimos a massa 
para um béquer e dissolvemos com 50 mL de água destilada, transferimos a solução 
para um balão volumétrico de 100 mL e completamos o volume do balão volumétrico, 
homogeneizando a solução. Colamos um rótulo no balão, identificamos a solução com o 
nome do químico e a data da produção. 
Sólido x x Equilíbrio 
Kps = [Ag
+
] . [Cl
-
] 
Kps = X . X 
Kps = X
2
 
Inicial 
Equilíbrio 
Sólido 
Sólido 
0 0 
2 x x 
Kps = 2 [Ag
+
] . [CrO4
-
] 
Kps = (2X)
2
 . X 
Kps = 4X
2
 . X 
Kps = 4X
3
 
M = 
𝑛
𝑉
 
0,05 mol/L = 
𝑛
0,1 𝐿
 
n = 0,005 mol 
1 mol ----------- 169,874 g/mol 
0,005 mol ----- x 
x = 0,84937 g de AgNO3 
MMAgNO3 = 107,87 + 14,007 + 15,999(3) 
MMAgNO3 = 169,874 g/mol 
6ª) Para comprovar a composição do sal NH4Cl, uma amostra pesando 0,5 g foi 
pesada e dissolvida em 250 mL de solução tendo como solvente a água destilada. 
Para realizar a titulação, uma alíquota de 25 mL de solução amostra foi colocada 
em um erlenmeyer. O titulante foi uma solução de AgNO3 da qual foram gastos 
18,8 mL e que tinha concentração de 0,05 N. Pede-se calcular: 
(a) A normalidade da solução titulada. 
Nt . Vt = Ne . Ve 
Ne = 
0,05 18,8
25
 
Ne = 0,0376 eq/L 
 
(b) A molaridade da solução em Cl
-
. 
M = 
 
 
 
M = 
0,0376
1
 
M = 0,0376 mol/L 
(c) A concentração comum da solução titulada em Cl
-
. 
C = N . Eq 
C = 0,0376 . 35,45 
C = 1,33292 g/L 
(d) A concentração em ppm de cloretos da solução titulada. 
Ppm = N . EqCl . 103 
Ppm = 0,0376 . 35,45 . 1000 
Ppm = 1332,93 mg/L de Cl
-
 
(e) A massa de cloretos da solução titulada. 
mCl = N . EqCl . V 
mCl = 0,05 . 35,45 . 0,0188 L 
mCl = 0,03332 g de Cl
-
 
(f) A porcentagem de cloretos da solução titulada. 
%Cl = 
0,05 0,0188 35,45
0,5
 
%Cl = 6,66 %

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.