A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
SÍNDROME DO BRAQUICEFÁLICO

Pré-visualização | Página 1 de 1

A Síndrome Braquicefálica se refere à
obstrução das Vias Respiratórias
superiores atribuíveis a uma combinação
de anormalidades anatômicas vistas em
cães braquicefálicos.
Devido a essas características
morfológicas, ocorrem alterações
importantes como diminuição do fluxo de
ar inalado.
Braquicefálico: Cães com conformação
craniofacial de cavidade nasal curta em
relação ao tamanhos do crânio.
Síndrome do Braquicefálico
Introdução
Alterações envolvidas
Buldogue inglês, Buldogue francês, Pug
.
A forma de sua cabeça é resultado de um
defeito de desenvolvimento adquirido nos
ossos da base do crânio, esses ossos
crescem até uma largura normal, mas têm
comprimentos reduzidos.
Sinais e Sintomas
Os sinais e sintomas dependem do grau das
alterações:
▫ Dificuldade para trocar calor
▫ Ofegação (FR alta para suprir a falta de
oxigênio)
▫ Estresse
▫ Intolerância ao exercício;
▫ Dispneia inspiratória
▫ Ronco
▫ Cianose
▫ Síncope
Raças mais acometidas
▫ Estenose de narina;
▫ Prolongamento de palato;
▫ Anomalias bronquiais, laríngeas;
▫ Doenças gastroesofágicas
Se durante a investigação clínica o animal
apresentar apenas uma das alterações
significa que ele não tem a Síndrome do
Braquicefálico, pois para tal é necessário ter
mais do que uma alteração associada.
As narinas estenóticas são malformações
congênitas das cartilagens nasais que
resultam no colapso medial e oclusão
parcial das narinas externas.
Mais comum em Shitzu e Buldogue
Francês.
Animais apresentam principalmente
dispneia devido a limitação do fluxo de ar
para a cavidade nasal.
Diagnóstico é feito por inspeção direta.
Síndrome do Braquicefálico
Estenose de Narina
Plastia de narina:
Alargamento permanente das narinas
externas.
Existem duas possibilidades da técnica:
remoção do triangulo no segmento mais
rostral ou mais lateral.
Após retirado o segmento deve realizar a
sutura da região na abertura da narina.
O procedimento deve ser realizado no lado
oposto.
Tratamento cirúrgico
Durante a inspiração o Palato mole
obstrui a entrada de ar da glote, gerando
um efeito de vácuo nas vias aéreas.
Este vácuo pode causar alterações como
colabamento de brônquios.
Mais comum em: Buldogue inglês, pug e
buldogue francês.
Sintomas comuns nestes casos são:
ruídos respiratórios, intolerância ao
exercício, síncope em caso mais graves.
Diagnóstico é feito por inspeção direta,
tomografia computadorizada e
endoscopia que permite identificar o
prolongamento.
Síndrome do Braquicefálico
Prolongamento de Palato
Estafilectomia:
A margem caudal do palato mole deve ser
encurtada para que entre em contato com
a ponta da epiglote e, quando empurrada,
dorsalmente contate o teto da nasofaringe.
Animais em pós operatório podem acabar
engasgando e fazendo falsa via por não
estarem acostumados com essa anatomia..
A disfunção da deglutição pode causar
pneumonia por aspiração
Tratamento cirúrgico

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.