A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Resumo História - Revolução Inglesa

Pré-visualização | Página 1 de 1

Revolução Inglesa 
1640 – necessidade do rei Carlos de obter 
novos impostos p/ enfrentar uma rebelião na 
Escócia. 
Parlamento aprova ato que impedia o monarca 
de dissolução do parlamento s/ a consulta aos 
parlamentaristas e, também, anulava os 
impostos autorizados pelo rei. 
Rei considera um ataque a sua autoridade e 
ordena o fechamento do congresso. 
INICIA A GUERRA CIVIL OU REVOLUÇÃO 
PURITANA 
Caráter religioso. 
TROPA REI TROPA PARLAMENTO 
*Rei. 
*Nobreza. 
*Membros da Igreja 
anglicana. 
*Parlamento. 
*Burgueses. 
*Comerciantes. 
*Religião Puritana 
(calvinistas). 
*Gentry. 
*Conhecidos como 
cabeças redondas. 
*Líder: Oliver 
Cromwell. 
 
Tropas do parlamento vencem. 
REPÚBLICA DE CROMWELL 
Exército baseado na meritocracia. 
Carlos I é decapitado. 
Governo autoritário. 
Parlamento puritano. 
Terras do rei e da Igreja foram distribuídas p/ 
burgueses manufatureiros. 
Líderes da população + pobre reivindicavam 
atenção aos problemas sociais. 
ATOS DE NAVEGAÇÃO 
Atingiu a Holanda pois excluíram o lucro nos 
transportes de mercadorias. 
 
Guerra (1851-1854) 
 
ING vence e assume a liderança do comércio 
do mar. 
 
Oliver torna o cargo vitalício e hereditário. 
RESTAURAÇÃO DA MONARQUIA 
Oliver morre. 
Parlamento decide pela volta da monarquia. 
Carlos II (filho de Carlos I) é o novo rei. 
Não implantou o absolutismo de forma 
tradicional. 
Tentou minimizar a atuação do parlamento. 
Carlos II morre e seu irmão Jaime II assume o 
trono. 
JAIME II 
Tentou impor o catolicismo aos ingleses. 
Desafiou o parlamento. 
Tentou aliar-se com Luis XIV da França. 
Casa-se com uma católica. 
REVOLUÇÃO GLORIOSA (1688-
1689) 
Movimento da burguesia inglesa que destruiu 
o poder da Dinastia Stuart. 
Parlamento convida Guilherme de Orange p/ o 
lugar de Jaime II. Guilherme derrota Jaime e é 
declarado o novo rei. 
Com o intuito de manter o controle sobre o rei, 
a burguesia (parlamento) determinou que o 
monarca aceitasse a assinatura da Declaração 
dos Direitos (1689). 
 Monarquia parlamentarista. 
 Limitava o poder ao rei. 
 Liberdade de seus súditos. 
 Garantia a tolerância de culto. 
 Liberdade religiosa. 
 Autoridade maior para o parlamento.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.