A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
23 pág.
RESP Administração de Materiais

Pré-visualização | Página 1 de 9

AULA 1 - Áreas de atuação da logística 
 
1 . As áreas da logística são agrupadas em atividades 
primárias e de apoio e, mesmo que ocorram de forma 
s imultânea, essas atividades têm características distintas e 
representem uma divisão. Nesse sentido, em relação às 
atividades primárias e de apoio, é correto afirmar que: 
R: as atividades primárias representam custos 
maiores para as empresas. 
As atividades primárias são aquelas mais importantes em 
relação às atividades logísticas, representando também 
um custo maior para as organizações. As atividades de 
apoio ocorrem em caráter de suporte às atividades 
primárias, porém, em ambos os tipos de atividades e em 
todas as áreas da logística, é possível o uso de 
tecnologias. Essas atividades ocorrem de forma 
s imultânea e integrada e são aplicáveis em empresas de 
qualquer porte. 
2 . Uma das áreas da logística é a de processamento de 
pedidos. Conforme Ballou (2007), essa área “envolve a 
maneira pela qual a informação de venda é fornecida, o 
que é transmitido e como é feita a comunicação de 
venda.” Há, nessa área, um c iclo de processamentos de 
pedidos que envolve desde o momento da realização 
dele, até o momento do encaminhamento do produto 
para o cliente. 
Ass inale a alternativa que contém apenas etapas do ciclo 
do processamento de pedidos: 
R: Preparação, transmissão e relatório da situação do 
pedido. 
O c iclo de processamento envolve as atividades de 
preparação do pedido, posteriormente à transmissão do 
pedido, passando para a entrada do pedido, na qual 
ocorre a verificação dos estoques. Após, há a etapa de 
relatório da s ituação, na qual é realizada a comunicação 
com o c l iente sobre a s ituação atual do pedido e, por 
fim, a etapa de atendimento do pedido, na qual ocorre a 
embalagem para despacho e programação de entrega. 
Coleta, rastreio e entrega são momentos que envolvem 
o transporte de materiais, ass im como obtenção, 
manutenção, programação de pedidos, embalagem, 
manuseio e armazenagem são as áreas de atuação da 
logística. Pagamento, pós-venda e suporte técnico são 
 
 
jhbhbb 
exemplos de atividades que abrangem outras áreas e 
atividades da empresa, que não a logística. 
3 . A logística reversa envolve as estratégias para 
minimizar os impactos ambientais relacionados às áreas 
e aos processos logísticos, procurando o tratamento 
mais adequado no descarte de insumos, embalagens e 
bens de consumo que encerraram seu c iclo de vida. 
Em relação à logística reversa, é correto afirmar que: 
R: trata dos produtos que retornam à cadeia de 
suprimento por inadequação. 
A logística reversa trata tanto de itens do pós-venda 
quanto do pós -consumo. No pós -venda, são tratados 
aqueles produtos que retornam à cadeia de suprimentos 
antes de terem s ido usados pelos consumidores. Já o 
pós-consumo envolve todos os itens que já foram 
usados e descartados pelo consumidor, abrangendo 
tanto produtos que serão reciclados, como aqueles que 
serão descartados. No Brasil, a Pol ítica Nac ional de 
Res íduos Sólidos regulamenta os aspectos que envolvem 
a pol ítica reversa. 
4 . Uma das atividades primárias da logística é a área de 
transporte. Ela envolve a movimentação de materiais, 
possibilitando que eles cheguem ao seu destino final: o 
c l iente. 
São considerados aspectos que determinam diretamente 
o desempenho dos transportes: 
R: O custo e a velocidade de entrega. 
Para proporcionar excelência nos serviços relacionados 
aos transportes, é indispensável observar os elementos 
custo e velocidade de entrega, sendo fundamental 
averiguar a consistência entre esses dois aspectos. O 
porte e a segmentação da empresa e o valor e a 
importância dos produtos, apesar de el ementos 
relevantes, não impactam diretamente no desempenho 
dos transportes. 
 
 
 
 
5. Uma das áreas da logística que têm grande 
importância no contexto organizacional é a de 
manutenção de estoques. Ballou (2007) afirma que a 
manutenção dos estoques está diretamente l igada à 
sazonalidade da demanda e tem o objetivo de atender 
às necessidades dos clientes. 
Além do atendimento da demanda, qual é o outro 
aspecto importante das definições de manutenção de 
estoques? 
R: Os custos de estocagem. 
Na manutenção de estoques, um importante elemento 
a ser levado em conta são os custos de estocagem. Para 
que haja atendimento da demanda, os estoques devem 
estar munidos com quantidade suficiente a fim de 
atender à demanda. Entretanto, grandes quantidades 
estocadas envolvem altos custos. O deslocamento de 
insumos a curtas distâncias tem relação com o manuseio 
de materiais; o c iclo de processamento de pedidos, com 
a área de processamento de pedidos, assim como a 
escolha dos modais e a roteirização de frotas têm 
relação com a área de transportes. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
AULA 1 – Alternativas de armazenagem 
1 . O profissional de logística deverá optar por uma 
combinação de diferentes alternativas de estocagem na 
avaliação de seu projeto de armazenagem. Entre essas 
al ternativas existem quatro principais. São elas: 
R: Estocagem em trânsito, arrendamento, propriedade 
e aluguel. 
Essas são as quatro alternativas básicas. O gestor de 
logística pode optar por combinar uma ou mais delas na 
organização de sua rotina de estocagem. 
2 . Os armazéns privados podem apresentar uma série 
praticamente infinita de particularidades, pois são 
construídos ou adaptados levando em consideração as 
especificidades do negócio para o qual foram 
constituídos. Já os armazéns públ icos, arrendados ou 
alugados, que v isam atender a uma gama maior de 
necessidades das empresas, são mais padronizados na 
configuração dos espaços e l ayout para a utilização de 
equipamentos multiusos. Podemos dizer que se encaixam 
em um pequeno número de categorias, são elas: 
R: Armazéns de commodities, armazéns de volume de 
granéis, armazéns de temperatura controlada, armazéns 
de produtos residenciais (itens domésticos e móveis), 
armazéns gerais de mercadorias e mini armazéns. 
Essas seis categorias abrangem as principais finalidades e 
tipos de armazéns de uso público. 
3 . A opção pela adoção de espaços próprios de 
armazenagem ainda é muito utilizada pelas empresas, 
pois apresenta uma série de vantagens sobre os espaços 
públ icos ou alugados. Das alternativas a seguir, qual é a 
única que não representa uma vantagem da utilização 
de espaços próprios de armazenagem? 
R: Os custos iniciais de construção ou aquisição do 
espaço de armazenagem e as despesas com 
manutenção acabam impactando o resultado operacional . 
Esse é um dos principais pontos contra a escolha por 
armazéns próprios. 
4 . Com os avanços relacionados à integração dos 
mercados (globalização) e as necessidades relativas a 
serviços de transporte e distribuição cada vez mais ágeis, 
inclusive em mercados locais, tornou-se cada vez mais 
frequente a existência de empresas prestadoras de 
serviços logísticos. Além de atuarem no transporte, essas 
empresas atuam também na oferta de armazéns para 
locação e arrendamento, conhecidos como armazéns 
públ icos. As principais vantagens desse tipo de armazém 
são as seguintes, EXCETO: 
R: Possibilidade de reformas e readequações no imóvel 
com base nas necessidades do negócio de clientes 
individuais. 
Armazéns públicos normalmente 
adotando l ayouts genéricos que visam atender a uma 
gama maior de diferentes empresas, então, ainda que 
algumas adequações sejam possíveis, a possibilidade de 
reformar o espaço de armazenagem conforme as 
necessidades do negócio só é possível com a utilização 
de armazéns próprios. 
5. Uma das alternativas de armazenagem é a estocagem 
em trânsito, pois ela é uma possibilidade particularmente 
interessante para empresas que trabalham com 
estoques sazonais e remessas de longas distâncias. Sobre 
a estocagem em trânsito, é CORRETO afirmar que: 
R: É uma forma especial de armazenagem

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.