aula comunidades 1 Eco Geral 2011_1
29 pág.

aula comunidades 1 Eco Geral 2011_1


DisciplinaEcologia Geral407 materiais5.809 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Ecologia Geral Ecologia Geral 
(IBE(IBE--122)122)
2011_12011_1
Prof. Prof. MMííriamriam PilzPilz AlbrechtAlbrecht
CCS, IB, Depto. EcologiaCCS, IB, Depto. Ecologia
Conceito, natureza e estrutura de Conceito, natureza e estrutura de 
comunidadescomunidades
Fonte CEDERJ
Comunidade
Conjunto de 
plantas, animais e 
microorganismos 
que co-ocorrem no 
tempo e no espaço
Importante: esses organismos interagem entre si. Interações 
influenciam abundâncias de cada população e também governam o 
fluxo de energia e a ciclagem de nutrientes dentro do ecossistema
Comunidade
A comunidade como unidade de estudo A comunidade como unidade de estudo \u2013\u2013
onde comeonde começça e onde termina?a e onde termina?
\ufffd\ufffd Limites? Quem Limites? Quem éé incluincluíído?do?
A comunidade como unidade de estudo A comunidade como unidade de estudo \u2013\u2013
onde comeonde começça e onde termina?a e onde termina?
\ufffd\ufffd OperacionalizaOperacionalizaçção do conceito?ão do conceito?
\ufffd\ufffd Exame histExame históórico: rico: 
\u2013\u2013 Comunidades abertas e fechadas Comunidades abertas e fechadas 
GleasonGleason vs.vs. ClementsClements
Comunidades biolComunidades biolóógicasgicas
\ufffd\ufffd Usualmente dominadas por uma ou mais espUsualmente dominadas por uma ou mais espéécies cies 
proeminentes e por algumas caracterproeminentes e por algumas caracteríísticas fsticas fíísicassicas
Floresta de AraucFloresta de Araucáária (RS, Brasil)ria (RS, Brasil)
Floresta de Pinheiros (Nevada, EUA)Floresta de Pinheiros (Nevada, EUA)
Natureza das comunidadesNatureza das comunidades
\ufffd\ufffd Conceito holConceito holíístico x conceito individualistastico x conceito individualista
\u201csuper-organismo\u201d Interações sem 
organização ou 
propósito
HistHistóórico: rico: GleasonGleason xx ClementsClements; visões opostas; visões opostas
EcEcóótonostonos::
-- fronteira entre fronteira entre 
comunidadescomunidades
-- geralmente estreitos e geralmente estreitos e 
com com áárea limitadarea limitada
-- relevantes onde relevantes onde 
diferendiferençças fas fíísicas sicas 
marcantes separam marcantes separam 
comunidades diferentescomunidades diferentes
F
o
n
t
e
:
 
F
o
n
t
e
:
 
R
i
c
k
l
e
f
s
R
i
c
k
l
e
f
s
(
2
0
0
1
)
.
 
A
 
E
c
o
n
o
m
i
a
 
d
a
 
N
a
t
u
r
e
z
a
(
2
0
0
1
)
.
 
A
 
E
c
o
n
o
m
i
a
 
d
a
 
N
a
t
u
r
e
z
a
PARNA Restinga de Jurubatiba, RJPARNA Restinga de Jurubatiba, RJ
Reserva BiolReserva Biolóógica de Pogica de Poçço das Antas, RJo das Antas, RJ
O conceito de O conceito de ContinuumContinuum
-- substituisubstituiçção gradual de espão gradual de espéécies em um gradientecies em um gradiente
-- esp. relevantes onde não hesp. relevantes onde não háá grandes diferengrandes diferençças fas fíísicas entre sicas entre 
regiões e dentro de regiões consideradas homogêneasregiões e dentro de regiões consideradas homogêneas
Ausência de uma zona de transiAusência de uma zona de transiçção ão 
entre as comunidadesentre as comunidades
F
o
n
t
e
:
 
F
o
n
t
e
:
 
R
i
c
k
l
e
f
s
R
i
c
k
l
e
f
s
(
2
0
0
1
)
.
 
A
 
E
c
o
n
o
m
i
a
 
d
a
 
N
a
t
u
r
e
z
a
(
2
0
0
1
)
.
 
A
 
E
c
o
n
o
m
i
a
 
d
a
 
N
a
t
u
r
e
z
a
Comunidades abertas x fechadasComunidades abertas x fechadas
fechada aberta
primeiro proponente F. E. Clements H. Gleason
organização holística individualista
fronteiras distintas (ecótonos) difusas (continuum )
distribuição de espécies coincidente independente
ImplicaImplicaçções para conservaões para conservaççãoão
\ufffd\ufffd Visão Visão clementsianaclementsiana & & gleasonianagleasoniana......
Afinal... Comunidades abertas Afinal... Comunidades abertas 
ou fechadas??ou fechadas??
\ufffd\ufffd Comunidade Comunidade \u201c\u201cintermediintermediááriaria\u201d\u201d ou mistaou mista
Aceita premissas Aceita premissas individualistasindividualistas, mas , mas 
reconhece tambreconhece tambéém que alguns atributos do m que alguns atributos do 
funcionamento das comunidades surgem funcionamento das comunidades surgem 
somente a partir das somente a partir das interainteraççõesões entre as entre as 
espespééciescies
Independente desse debate, hIndependente desse debate, háá uma estrutura, que uma estrutura, que 
pode ser descrita...pode ser descrita...
O que estrutura uma comunidade?O que estrutura uma comunidade?
rN
dt
dN
=
\uf8f7
\uf8f8
\uf8f6
\uf8ec
\uf8ed
\uf8eb
\u2212
K
N1rN
dt
dN
=
rN
dt
dN
= R -cRP
Crescimento 
populacional
Crescimento limitado pela 
densidade da espécie
Crescimento com influência 
da predação (2 populações)
Crescimento com influência 
da competição (2 populações)\uf8f7
\uf8f8
\uf8f6
\uf8ec
\uf8ed
\uf8eb
\u2212
K
N1rN
dt
dN
= - \u3b112 N2
O que estrutura a comunidade?O que estrutura a comunidade?
\ufffd\ufffd Quais fatores Quais fatores 
determinam o determinam o 
nnúúmero de mero de 
espespéécies que cies que 
podem coexistir?podem coexistir?
\ufffd\ufffd Por que esses Por que esses 
nnúúmeros variam meros variam 
de lugar pra de lugar pra 
lugar?lugar?
Perspectiva de ecossistema; Perspectiva de ecossistema; 
foco no fluxo de energiafoco no fluxo de energia
As relaAs relaçções de alimentaões de alimentaçção organizam as ão organizam as 
comunidades em teias trcomunidades em teias tróóficas (alimentares)ficas (alimentares)
Fonte CEDERJ
Co-ocorrência de 
espécies, que interagem 
em menor ou maior 
intensidade e freqüência 
entre si, e cujo conjunto 
forma uma fisionomia 
identificável
Comunidade
Conjunto de plantas, animais 
e microorganismos que 
habitam determinado local
Prof. Míriam Pilz Albrecht. Depto. Ecologia, IB, CCS, UFRJ.
Ex.: rio formado por 
algas, bactérias, 
plantas, insetos, 
crustáceos, peixes \u2192
cada grupo formado 
por muitas espécies!!
\ufffd\ufffd Como trabalhar com esse Como trabalhar com esse 
nníível?vel?
(operacionaliza(operacionalizaçção)ão)
Recapitulando... Recapitulando... 
NNííveis de organizaveis de organizaççãoão
\ufffd Características e propriedades 
exclusivas de cada nível.
\u2013 Indivíduo: adaptações
\u2013 População: densidade, estrutura etária, 
razão sexual, taxas
\u2013 Comunidades: riqueza de espécies, 
diversidade, interações
\u2013 Ecossistemas: produtividade
Relembrando... NRelembrando... Nííveis de organizaveis de organizaççãoão
comunidade comunidade xx ecossistema?ecossistema?
IMPORTANTE: a comunidade atua nos processos do 
ecossistema ao modular o fluxo de energia e a ciclagem de 
nutrientes. Pelo papel integrador desse nível de 
organização, o estudo das comunidades tem papel-chave 
na Ecologia.
apenas os 
organismos
todos os componentes 
físicos e biológicos
Fonte: CEDERJ
Ecologia de comunidades como nEcologia de comunidades como níível integradorvel integrador
Conceitos & DefiniConceitos & Definiççõesões
\ufffd\ufffd \u201c\u201ccomunidade vegetalcomunidade vegetal\u201d\u201d
\ufffd\ufffd \u201c\u201ccomunidade de orqucomunidade de orquíídeas da floresta Xdeas da floresta X\u201d\u201d
\ufffd\ufffd SubdivisõesSubdivisões
\u2013\u2013 TaxocenosesTaxocenoses
\u2013\u2013 Grupos trGrupos tróóficosficos
\u2013\u2013 Grupos funcionaisGrupos funcionais
Taxocenose: um tipo de subdivisão da comunidade, que agrupa 
organismos pertencentes a um mesmo grupo taxonômico ou grupos 
próximos. Por exemplo: comunidade de bromélias, comunidade de 
felinos, comunidade de zooplâncton, etc...
Descritores das comunidadesDescritores das comunidades
\ufffd\ufffd Descritores estruturaisDescritores estruturais
\u2013\u2013 Riqueza (S)Riqueza (S)
\u2013\u2013 Diversidade (HDiversidade (H\u2019\u2019))
\ufffd\ufffd Descritores funcionaisDescritores funcionais
\u2013\u2013 Grupo trGrupo tróóficofico
\u2013\u2013 Guilda ou grupo/ tipo funcionalGuilda ou grupo/ tipo funcional
((\u201c\u201cgrupo de espgrupo de espéécies que exploram a mesma classe de cies que exploram a mesma classe de 
recursos ambientais de modo semelhanterecursos ambientais de modo semelhante\u201d\u201d -- RootRoot, 1967), 1967)
Resumo Resumo \u2013\u2013 alguns conceitosalguns conceitos
\ufffd Comunidade: co-ocorrências de espécies que interagem em menor ou 
maior intensidade e freqüência entre si.
\ufffd Grupo trófico: subdivisão da comunidade quanto aos organismos que 
ocupam um mesmo nível trófico, isto é, produtores, consumidores